Bolsonaro se encontrar com corregedor de tribunal que analisa denncia contra Flvio

Garcez, conhecido por ser linha dura, tem trabalhado para presidir a Corte

Bela Megale
O Globo

O presidente Jair Bolsonaro tem encontro marcado nesta sexta-feira, dia 20, com Bernardo Moreira Garcez Neto, corregedor-geral de Justia do Tribunal de Justia do Rio (TJ-RJ). esta a Corte que analisa a denncia contra o senador Flvio Bolsonaro no caso do pagamento de rachadinhas. Como corregedor, Garcez integra rgo Especial do tribunal que vai julgar o caso de Flvio. Ele ser o segundo a votar no dia do julgamento.

Garcez, conhecido por ser linha dura, tem trabalhado para presidir a Corte. O atual presidente do TJ-RJ, Cludio Mello Tavares, tambm ocupou o posto de corregedor e seu mandato vence no fim do ano. A eleio do presidente do tribunal se d por meio de voto dos 180 desembargadores.

MOTIVO – Procurados, o tribunal e a Presidncia da Repblica no responderam o questionamento da coluna sobre o motivo do encontro. Aps a publicao da nota, a assessoria de imprensa da Corregedoria-Geral do TJ-RJ confirmou a reunio. Em nota, disse que a reunio uma resposta ao convite feito pela Presidncia da Repblica para que a Corregedoria integre o Comit de Modernizao de Ambiente e Negcios.

Tambm afirmou que o rgo props Presidncia que coordene a “integrao do Sistema Nacional de Registro Civil com sistemas do Ministrio da Sade para desenvolver e implantar a Declarao de Nascimento e Declarao de bito Eletrnicas”.

Tais declaraes so apontadas pela Corregedoria como “primordiais” para impedir a falsificao desses documentos, coibir o trfico de crianas e prevenir fraudes. O rgo afirmou que alm dos temas mencionados, Garcez tratar de outros assuntos institucionais com Bolsonaro.

7 thoughts on “Bolsonaro se encontrar com corregedor de tribunal que analisa denncia contra Flvio

  1. O encontro de quem com quem nada importa, o que precisamos de mostrar sociedade brasileira que os recursos arrecadados para manter os servios pblicos no devem ser usados para fins desonestos como usa a familia Bolsonaro.
    H anos esta vida de roubar o estado atravs de designaes financeiras para fins desnecessrios, passando por contrataes de pessoas que no trabalham, influenciando-as para a prtica do crime e tirando o valor dos funcionrios publicos honestos.
    Imaginem o que deve acontecer no imaginrio de todo o funcionalismo que trabalha nas prefeituras, cmaras, senado, governadorias e demais servios pblicos.
    Creio ser verdadeiras alucinaes que tomam as conscincias ofensoras e ofendidas das pessoas que convivem a promiscuidade de um ambiente que est muito abaixo do nivel moral de um bordel.
    S o povo, na sua inocncia e vtima de todo descalabro dessa gente falsa e preguiosa, poder encarar e derrotar essa cultura manifestamente contrria aos histricos valores cristos.
    H de ser cobrado os centavos roubados e punidos, de forma exemplar, toda essa arrogncia e deboche com que se apresentam os beneficirios desses crimes.
    Nada est perdido, e ser cobrado, no somente a Flvio Bolsonaro, a todos os funcionrios pblicos e demais aliados, as quantias desviadas que enriqueceram, principalmente aos chefes dessas quadrilhas.
    Cito o deputado Mrcio Pacheco. como um dos principais acusados, em quem votei por ser catlico como eu, que sw pronuncie e apresente toda as provas contrrias para garantir sua inocncia.

  2. Um presidente se reunir com um procurador estadual para tratar de um assunto simple que poderia ser resovido pelo setor de informtica do ministrio da sade uma piada,era melhor ter silenciado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.