Bolsonaro tem problema pós-operatório e só se alimenta pela via venosa

Resultado de imagem para BOLSONARO NA UTI

Caso de Bolsonaro é mais difícil do que se pensava

Tiago Aguiar
O Globo

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro, do PSL, teve a alimentação oral suspensa, segundo boletim médico do Hospital Israelita Albert Einstein divulgado na manhã desta quarta-feira. Na terça-feira, os médicos iniciaram uma dieta leve, a que Bolsonaro teve boa tolerância, sem apresentar náuseas ou vômitos. Da noite de terça para quarta, no entanto, surgiu uma distensão abdominal. A alimentação endovenosa permanecerá exclusiva até a próxima avaliação.

Sem indicar previsão de alta, a equipe médica informou ainda que Bolsonaro permanece estável, sem febre ou outros sinais de infecção. Na última terça-feira, ele deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a unidade de cuidados semiintensivos.

GRAVAR VÍDEOS – Com a melhora de Bolsonaro, a expectativa é que nos próximos dias ele comece a gravar vídeos de dentro do hospital para manter ativa sua campanha nas redes sociais.

A facada sofrida por Bolsonaro, durante ato de campanha em Juiz de Fora na última quinta-feira, atingiu a artéria mesentérica, que leva sangue da cavidade abdominal para o intestino, provocando diversas lesões na região. O quadro de evolução intestinal é parcial. O candidato segue com uma bolsa de colostomia e levará mais algumas semanas para se recuperar totalmente.

Os relatórios médicos de Bolsonaro só são publicados após aprovação da família. Desde a última sexta-feira, eles são assinados pela equipe médica responsável pelo candidato (o cirurgião Antônio Luiz Macedo e o cardiologista Leandro Santini Echenique) e Miguel Cendoroglo, diretor superintendente do hospital.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Como o boletim médico é controlado pela família, não se sabe ao certo o estado de Bolsonaro. Mas somente o fato de estar sem febre e sem sinais de infecção já é bastante animador. A distensão abdominal é relativamente comum no pós-operatório, especialmente em operações abdominais, com líquidos e gases se avolumando no estômago e intestinos. Outras causas: imobilidade do paciente no pós-operatório, traumatismo cirúrgico intestinal no transoperatório. O tratamento inclui fisioterapia no leito. Os sintomas mais clássicos incluem: abdome de volume aumentado, sensação de plenitude como se estivesse com o estômago cheio, dor abdominal tipo cólica, dificuldade respiratória pela pressão sobre o diafragma, o que pode ocorrer em casos extremos. (C.N.)

14 thoughts on “Bolsonaro tem problema pós-operatório e só se alimenta pela via venosa

  1. Mas, segundo as “divinas autoridades morais” da esquerda chulé, o atentado contra o candidato foi fake!

    Diante desse esgoto moral e dessa campanha mentirosa e histérica contra Jair Bolsonaro, não ficaria surpreso se me dissessem que tem algum zumbi amestrado pela imprensa esquerdopata atentando contra a vida do Capitão em pleno hospital!

  2. Última notícia: Bolsonaro voltou ao centro cirúrgico para, segundo os médicos, retirar aderências na parede intestinal.
    Espero não estar assistindo de novo aquele filme horroroso protagonizado pelo Tancredo Neves…

  3. Pois é. Não é que o blog Liberto Prometheo está acertando nos acontecimentos!
    ____________________________

    Mourão, o sipaio que “resolve problemas”, não perde tempo…

    Aceitei há alguns anos que burrice não tem cura. Mesmo que expliques tudo a um burro, ele nunca vai chegar lá, a não ser num golpe da fortuna. Sei que entre os meus leitores está a família Bolsonaro, que acompanha não apenas o blogue Prometheo, mas também o meu mural na rede social Facebook. Se fossem espertos, poderiam ter aproveitado o que lá postei no dia 26 de Julho.

    Mas preferem dar ouvidos ao seu guru, Olavinho de Carvalho, o tal que nunca acerta em questões de política, mas aos olhos dos fãs tem razão… Daí que frisei num post anterior a razão pela qual nunca tive problemas em aprender com um inimigo, mas mesmo assim vocês não quiseram perceber! Portanto, Bolsonari, não digam que eu não avisei:

    Facada nas costas: Mourão entra na Justiça para substituir Bolsonaro sem consultá-lo

    De resto, vos sugiro que desistam da campanha e peçam asilo numa outra nação. É que o enredo não tem final feliz, ao menos para os senhores, e falo isso considerando a hipótese de vitória da vossa chapa…

    http://libertoprometheo.blogspot.com/2018/09/mourao-o-sipaio-que-resolve-problemas.html

    • “Eu acho um absurdo a idéia que tinham de entrevistar o Bolsonaro no hospital, como também a de gravar programas para a campanha.”

      -O cara está quase morto e os URUBUS preocupados com a campanha!
      -DANE-SE a campanha!
      -Ele deveria ser isolado e ficar alheio a todo o processo eleitoral até não correr mais risco de morrer! O próprio estresse da campanha já piora o sistema imunológico.
      -Sera que não tem um parente que se preocupe com isso?

      Valeu, Virgílio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *