Bolsonaro torce por uma radicalização, última alternativa da qual dispõe para continuar

Charge do Beto (Arquivo do Google)

Pedro do Coutto

Nas edições deste sábado, O Globo e a Folha de S. Paulo transcreveram a entrevista de Jair Bolsonaro à revista Veja que circulou na sexta-feira, quando ele recuou da contestação às urnas eletrônicas e diz que agora elas são confiáveis porque o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, incluiu as Forças Armadas na equipe de acompanhamento do processo eleitoral.

A justificativa, está evidente, é apenas retórica, funcionando como um meio dele explicar a desistência do voto impresso e a perspectiva de cancelar as eleições de 2022. “Vai haver eleição”, assinalou. “A arbitragem está assegurada. A chance de golpe é zero”, acrescentou, afirmando que não vai atuar por uma ruptura institucional. Claro que Bolsonaro chegou a esse posicionamento porque foi informado da impossibilidade de um golpe militar para torná-lo imperador, como foi assinalado indiretamente em seu pronunciamento no dia 7 de setembro.

CAMINHO DAS URNAS – Assim, só restou a Bolsonaro o caminho das urnas. Por enquanto, pois no fundo ele está torcendo para ser pessoalmente atacado e, ao revidar os ataques, tentar novamente uma radicalização. A meu ver não conseguirá. Mas isso não significa que não vá tentar novamente o apelo por um desfecho totalitário. Assim não fosse, não teria participado de manifestações na Esplanada de Brasília pedindo o fechamento do Supremo Tribunal Federal, do Congresso e até tolerando apelos nas redes sociais pelo sequestro e prisão de ministros da Corte Suprema, como foi o caso de Alexandre de Moraes e Roberto Barroso.

Estrategicamente, a oposição comandada pelo ex-presidente Lula não deve partir para o aprofundamento de uma ofensiva contra o Planalto porque  isso seria fazer o jogo do próprio Jair Bolsonaro. Inclusive, não está havendo necessidade de uma investida. Os fatos protagonizados pelo presidente da República, como foi o caso do discurso da ONU, são suficientes para isolá-lo politicamente.

A margem de vitória hoje delineada para Lula é muito grande, como registraram o Datafolha e o Ipec. Se as urnas fossem hoje venceria no primeiro turno. As duas pesquisas trazem consigo uma outra realidade: as fake news contém inverdades e ataques descabidos à pessoas, incluindo ameaças físicas inadmissíveis. Porém, não funcionam para fortalecer o governo ou a reeleição de Jair Bolsonaro. Se funcionassem, o índice de aprovação do governo seria muito melhor do que é e a sua candidatura teria alcançado muito mais apoio do que a fração de 23% das intenções de voto. A desaprovação do governo é de 53%, muito alta. As fake news assim podem ter efeitos destrutivos para os adversários, mas não apresentam conteúdo produtivo para o próprio presidente Bolsonaro.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO – Muito bom o artigo das advogadas Clarissa Gross, Laura Tkacz, Mônica Galvão e Taís Gasparian publicado na edição de ontem de O Globo defendendo que, se realizada a sabatina de André Mendonça para a vaga de ministro do STF, os senadores devem exigir dele uma manifestação mais clara e mais concreta a respeito do seu posicionamento quanto à liberdade de expressão. Afinal de contas, acentuam, André Mendonça quando ministro da Justiça atacava a liberdade de expressão no que se referia às manifestações, inclusive nas redes sociais contra o governo. Mas usava o argumento em sentido oposto para justificar investidas dos bolsonaristas contra os setores de oposição.

Essa dualidade é estranha, revelando, penso, um comportamento político no caso incompatível até com o princípio constitucional. Agora, é preciso distinguir liberdade de expressão e pensamento do apelo e incentivo às ações criminosas. O incentivo às ações criminosas não configura, a meu ver, a liberdade de expressão, porque a liberdade de expressão, conforme citei, diz respeito ao pensamento, à opinião. Não pode se estender ao incentivo às ações criminosas que colocam em risco a liberdade e a vida das pessoas.

O direito à opinião é assegurado. Mas incentivar a ruptura quanto à opinião dos outros levando correligionários ao crime é outro assunto. Não se trata de desenvolver uma crítica ou uma análise. No caso de sequestro de ministros do STF é uma questão policial.  Não se pode, sem dúvida, ficar em silêncio diante do incentivo a sequestros, assassinatos e outras violências, sobretudo contra os seres humanos.
 
INFLAÇÃO  – Reportagens de Carolina Nalin, O Globo, e Leonardo Vieceli, na Folha de S. Paulo, destacam que a taxa de inflação deste ano vai superar a faixa de 11%, o que ocorre pela primeira vez desde 2016. O IBGE, por exemplo, achou 9,6% para o IPCA no período de setembro de 2020 a setembro de 2021, e o INPC de 10%, também acumulado em 12 meses, o que assinala uma confluência entre metodologias esquecidas pelo governo Bolsonaro sobre a atualização dos salários dos trabalhadores particulares e dos funcionários públicos.

Com isso, o consumo só pode baixar ou o endividamento das famílias crescerá ainda mais, uma vez que não existe outra saída para os 100 milhões de brasileiros e brasileiras que precisam viver de seus vencimentos derrotados pelos índices inflacionários. Esse processo repete-se de ano para ano, mas agora atingiu maior velocidade, tornando impossível, por exemplo, que 25 milhões de pessoas que já vivem sem condição de se alimentar corretamente possam se livrar de mais esse emparedamento social. Em setembro, de acordo com o mesmo IBGE, a inflação vai fechar o mês com 1,14%  de aumento no custo de vida.

Os aumentos da gasolina, do óleo diesel, da energia elétrica incentivam fortemente o processo inflacionário. Nem poderia ser diferente. Essa velocidade terá inevitavelmente que se estender à taxa Selic porque 6,25% ao ano está abaixo dos 10% de inflação. Em tal quadro, os bancos e os fundos de investimentos que adquirem papéis do governo colocados no mercado para rolar os juros da dívida interna, em R$ 6 trilhões, estariam fazendo aplicações à base de juros negativos. No Brasil, juros negativos só para os assalariados.

17 thoughts on “Bolsonaro torce por uma radicalização, última alternativa da qual dispõe para continuar

  1. Com essa gente no Poder hoje, o amor é um luxo. O negócio deles é dinheiro e enriquecimento ilícito. Mas, eles mentem dizendo que não há corrupção. Há sim, e muito.
    O escândalo da Prevent Senior, empresa que administrava o Hospital Santa Margiori, em São Paulo, aonde 70 idosos morreram por causa do tratamento do Kit Covid( Cloroquina, Azitromicina e Ivermectina), inclusive o médico Negacionista da vacina, Anthoni Wong, que antes de morrer, aplicaram nele ozônio pela via retal. A mãe do empresário periquito verde Luciano Gang também morreu, após tomar o kit e o ozônio. Ali, praticou-se homicídios em série contra os idosos. O caso só veio a tona, porque alguns médicos se rebelaram, ainda bem.
    Vários idosos morreram com essas medicações, inclusive entregues por médicos do SUS no interior do Estado. No Amazonas, fizeram um laboratório em Manaus, com a complacência do ministro Pazuelo e aplicação dessa trinca de remédios inúteis contra a Covid. Só no Brasil, que num assassinato em série como esse, nada acontece.
    Vivemos e escrevo isso com profunda tristeza, num faroeste cabloco, sem xerife e infestado de bandidos em busca de ouro/ dinheiro público, as custas do óbito de seu povo.
    E ainda tem gente, que apóia isso daí. A loucura vai se generalizando, em parcelas da sociedade.

    • A mãe do Hang, não fez tratamento preventivo.

      Ele desmentiu você e os outros esquerdistas da teta publica.

      “”– Qual é o limite para a maldade humana, para a falta de caráter, de escrúpulos? Quando não têm argumentos, partem para o ataque da honra, da família e da própria mãe. Não vou aceitar tanta canalhice quieto. Fiz tudo o que podia pelos meus pais a vida inteira. O que construí foi para dar a eles uma vida melhor e mais justa. Dois trabalhadores de chão de fábrica, pessoas honestas e maravilhosas, que eu tanto amei. Fomos muito felizes juntos e agradeço imensamente a Deus por ter compartilhado meus dias com eles. Como qualquer filho, quando minha mãe ficou doente, eu fui para a guerra com todas as armas que eu tinha. É esse o meu crime? Minha mãe tinha 82 anos, fazia parte do grupo de risco, ficava em casa e mesmo assim pegou a doença. Ela era cardíaca, tinha diabetes, insuficiência renal, sobrepeso e outras comorbidades. Tomava dezenas de medicamentos diariamente, por isso não fizemos tratamento preventivo, aquele realizado antes de contrair o vírus. Quando os sintomas apareceram levamos para São Paulo e a doença evoluiu rápido. Lutamos com ela por mais de um mês, nesse tempo o Covid passou, mas ficaram as complicações por conta das comorbidades e, por isso, infelizmente ela se foi. Tenho total confiança nos procedimentos adotados pela Prevent Senior e que tudo que era possível foi feito. Deixei claro a causa do falecimento de minha mãe em várias manifestações públicas e nas redes sociais, nunca foi segredo. Lamento que um assunto tão delicado seja usado como artifício político para me atingir, pelo simples fato de eu não concordar com as ideias de alguns membros que fazem parte dessa CPI. Medem os outros pela própria régua. Só quem perde uma mãe sabe a dor que é – rebateu Hang.””

  2. Não acredito nesse recuo de Bolsonaro na linha Lula paz e amor, em entrevista a Revista Veja. Ele está sempre pintado para a guerra.
    Ocorre, que estava pegando muito mal no sistema que o elegeu, principalmente junto ao Empresariado, a sua corrida para implantar uma ditadura sob o comando do Mito, melar as eleições, aposentar os ministros do STF, tudo na mesma linha autoritária do presidente de El Salvador.
    Essas tentativas de forçar a ruptura não obteve sucesso, pelo pouco apoio das forças vivas da nação.
    No entanto, é preciso ficar alerta, porque o presidente não é figura que aceita recuo ou derrota.
    Todos os golpes na República foram metodicamente planejados e executados na surdina, na calada da noite, sem muito alarde. Nenhum deles foi anunciado pela imprensa.
    No golpe de 1964, o general Olímpio Mourão, se precipitou, ao rumar com suas tropas de Minas para o Rio para derrubar Jango. Seu gesto, foi fortemente reprovado pelos golpistas O castigo da cúpula militar dado a Olímpio Mourão: Chamado de vaca fardada, suas tropas foram confinadas no Maracanã e ele não teve nenhum posto relevante no governo de Castelo Branco. Saiu da vida e não entrou na História.
    O golpe que o general ministro do Exército da linha dura, Silvio Frota iria deflagrar contra o general presidente Ernesto Geisel, foi sustado pela ação inteligente do general Hugo de Abreu, chefe de gabinete de Geisel, que em seguida, lhe deu um presente de grego: passou o brilhante militar para a reserva, nomeando João Figueiredo para quatro estrelas dando carona ao número 1, Abreu, também com três estrelas.
    Triste com Geisel, Hugo de Abreu escreveu o livro devastador, ” O Outro Lado do Poder”. Deveria ser leitura obrigatória, nos dias de hoje.

  3. Concordo plenamente com a análise de Pedro do Couto. As oposições não podem fazer o jogo do Golpismo, partindo para a radicalização nos comícios marcados para outubro. É preciso olhar para as lições da história e me refiro ao final do governo João Goulart, um presidente empenhado nas Reformas de Base ( Agrária e Urbana ) além da Lei de Remessa de Lucros, que desagradaram o Capital, os Latifundiários e os especuladores imobiliários, que se uniram para derrubar o Presidente.
    Esperaram então, o momento de fraqueza do governo para desferir o golpe anunciando, que veio após paralisações de trens, ônibus e desabastecimento de gêneros alimentícios. Jango perdeu o controle do país e ainda, mal aconselhado foi participar do fatídico comício no Automóvel Clube do Brasil, no dia 13 de março de 1964, onde discursou inflamado para seus apoiadores. Foi a senha para a tomada do Poder no dia 31 de março de 1964, pelos Militares com apoio dos civis representantes do sistema empresarial.
    O recuo de Bolsonaro é estratégico e lhe foi soprado, por quem entende de estratégia militar, não tenham dúvidas.
    Nas passeatas dos Movimentos Vem para a Rua e do MBL contra a presidente Dilma Roussef, a partir de 2013, o sistema, inconformado com o governo, infiltraram nas passeatas elementos, que quebraram vidraças de instituições bancárias, incendiaram ônibus, simulando o caos para depois darem o bote.
    Simples assim, como diz Carlos Newton.

  4. E são os assalariados, os que mais sofrem com a alta da inflação, pois não têm tido aumentos salarias, que estão congelados. Sobra salário no fim do mês. Muitas famílias tem dormido com fome. E os mais pobres e desempregados, vivendo de favor e da caridade alheia. Bolsonaro e Guedes não estão nem aí, para essas pessoas e ainda acham que com 500 reais de auxílio a vida vai melhorar. Bem, para quem falou, que um dia todo mundo vai morrer e que a Economia vem primeiro do que vacina e que pobre e filho de porteiro não deveria ter direito ao financiamento da Educação superior e também, que empregadas domésticas viajando para a Disney com as patroas era um escárnio, não gostam efetivamente da classe pobre.
    O ministro da Educação, incrivelmente declarou, que as crianças com comorbidades não deveriam se misturar com as crianças saudáveis. Não sei, com que cara de pau esse pastor ministro, enfrenta o púlpito da sua Igreja para pregar. Eu teria vergonha de ouvir depois do que ele disse.

  5. 1) Licença… pensamento do dia:

    2) “Quando o povo passa fome, isso acontece porque os fortes e poderosos cobram impostos em demasia” – Tao Té King (século V antes de Cristo, livro clássico da Filosofia Chinesa), pág. 114, editora Pensamento.

  6. O empobrecimento do povo brasileiro é visível, sem a necessidade de estatísticas e dados para esta comprovação.

    Sem um centavo de reajuste há oito anos, os servidores públicos do Executivo estadual do RS sofrem a ação destrutiva da inflação sobre seus parcos vencimentos

    O salário mínimo sequer é corrigido pelos números inflacionários, enquanto aumenta o desemprego, a fome, a miséria e estamos beirando os 600 mil mortos pela pandemia!

    Muita tragédia para um só país!
    Muitos e graves problemas para um só povo!

    Bolsonaro não moveu uma palha com relação às questões sociais.
    Jamais comentou sobre os desvalidos, entendendo, na sua mente obtusa e limitada, que condenar milhões de dependentes à caridade alheia – o engodo do Bolsa Família -, ele está resolvendo o problema!

    Bolsonaro INSTITUI O COMUNISMO no Brasil!!!!

    Empobrecendo a classe média, ao nivelá-la com as mais humildes, o Brasil está deixando de ser capitalista, e ingressando numa economia de Estado, onde a intenção é uma só:
    manter as castas, elites e poder econômico intocáveis, e imunes às crises neste setor!

    Se tivemos péssimos presidentes durante esse período republicano, o atual se reveste de uma imensurável crueldade, desprezo pelo povo, corrupção, incompetência, insensibilidade e ânsia pelo poder, como nunca antes se viu neste país!

    E dizer que um indivíduo desclassificado como Bolsonaro tem apoiadores, sectários, robôs, seguidores e admiradores, rumamos inexoravelmente à “venezuelização” do povo e do país!

    • Segundo os STF, governadores e demais esquerdistas; Agora é hora do “fique em casa, a pobreza a gente vê depois”.

      Segundo os governadores, eu (e muitos outros) só vou poder voltar a trabalhar nos estádios de futebol, em outubro ou novembro.

  7. Como disse Caca Diegues, hoje no Globo, também há tempos não tinha tanto medo.
    Os bolsonaristas são inconvenientes, sem ideologia, não é esquerda nem direita, grosseiros, sem projeto nenhum para o país, que está a deriva.
    Ele estica a corda, quando lhe contam as consequências, ele recua, para depois esticar de novo a corda. Estresse desumano.

  8. Caro Chicão,
    Assino!
    Por concordar com o que dizes e por mostrar uma sensibilidade ímpar em relação a vida humana e consequentemente com o nosso combalido povo.
    Você é um exemplo neste Blog. Sempre fico feliz em ler os teus sensatos comentários e tuas excelentes Matérias que, deveriam ser em maior quantidade.
    Você merece uma moldura neste excelente Blog.

    Sempre repito o mesmo sobre este espaço:
    É O MELHOR É MAIS SÉRIO DO BRASIL.

    Chicão, caímos nas garras do mal!

    Eu nunca imaginei que depois de tudo o que tem sido demonstrado pela CPI que reverbera imediatamente na mídia, este maligno ainda tenha seguidores.
    Tem muita gente que é do mal neste país. E também, tem muita gente que se alia a esta insanidade que estamos vivendo por dinheiro, que não deve ser pouco.

    Não estou falando de robôs, nem de pessoas que participam neste Blog ou em outros.

    Também entendo que a CPI tem que terminar. Já está tudo mais do que visto e revisto. Há material suficiente para meter gente em CANA por vários anos.
    As provas colhidas são incontestáveis e irrefutáveis.
    É evidente que os governistas e outros, que estão próximos ao poder, tentam desmoralizar a CPI porque nela há corruptos de carteirinha tirando onda de probos. Todos nós sabemos disso. Mas é o que temos. Nada foi inventado na CPI.
    Os documentos desmoralizam completamente o bolsonaro e seus comandados.

    O mais importante é que saia um relatório consistente que possa ser utilizado pelas autoridades competentes. Espero que o relatório não seja jogado no lixo. Rezo pra que caia na banda boa da polícia federal.

    Quanto ao insano do presidente que nos dá conselhos “carinhosos” como por exemplo, tomar banho frio e evitar o elevador pra economizar energia, como se todos fossemos super- homens. Tem o seu futuro comprometido pela justiça. Não vai se salvar! Não ficará impune!
    Nem dá pra saber o que habita dentro do corpo desta pessoa. Mas te garanto que humano não é, porque alma não tem.

    É um martírio insuportável ter que escutar as sandices deste desclassificado.

    Chicão tô topando qualquer um que apareça na terceira via, voto de olhos fechados, mas estes dois que querem meter as próximas eleições no bolso, não podem voltar a comandar o País.

    Nunca foi tão fácil ganhar uma eleição, é só arranjar um nome.
    Só não gostaria que esse nome tenha um viés de déspota.

    Acho que o povo, já tão maltratado, precisa de alguém que o afague, que demonstre preocupação por todos os brasileiros.

    Veja que pedimos sempre o mesmo: Honestidade, Saúde, Educação e Segurança e ironicamente, é o que cada vez mais piora.

    Vamos aguardar… tenho boas sensações pra que um novo nome que nos conduza com tranquilidade.

    Um forte abraço e muita paciência pra aturar toda esta loucura.

    P.S. Os corruptos que comandam a CPI, (tem gente boa, também) terão que pagar pelos seus erros. Não tenho bandido de estimação, mas no momento, agradeço pelo seríssimo trabalho desta CPI.

  9. O Imperador Bolsonaro Primeiro está deixando muita gente arreliada.
    Sua dinastia vai ser grande, a Laurinha vai ser a ultima imperatriz.
    Zé Dirceu não vai concretizar o projeto de cinquenta anos.
    Mas, a médio e longo prazo estaremos todos mortos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *