Bolsonaro vai ‘amaciar terreno’ para aprovar Previdência em agosto, diz Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão durante entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto — Foto: Guilherme Mazui/G1

O vice Mourão está confiante no prestígio de Bolsonaro

Andréia Sadi
G1 Política

Assim que se recuperar da cirurgia que retirou a bolsa de colostomia, o presidente Jair Bolsonaro vai chamar as bancadas e líderes de partidos para discutir os ajustes finais da reforma da Previdência. Segundo o blog apurou com ministros do governo, o presidente quer uma “conciliação” na questão da idade para a aposentadoria.

A expectativa do Palácio do Planalto é a de que o presidente tenha alta no final desta semana.

RÁPIDA RECUPERAÇÃO –  O vice-presidente Hamilton Mourão disse ao blog que conversou com o presidente e se surpreendeu com sua “rápida recuperação”.

“Até brinquei com ele que estava indo a um churrasco e ele: ‘Poxa! Assim você acaba comigo, eu aqui no hospital!'”, afirmou Mourão.

Sobre a reforma da Previdência, Mourão disse que, quando o presidente conversar com as bancadas, o gesto dará uma “amaciada no terreno” para a aprovação da reforma. Na previsão dele, se houver uma “concertação” com os políticos, a Previdência estará aprovada em agosto – na Câmara e no Senado.

INGREDIENTES – “Precisa ter a articulação política e uma comunicação eficaz – não só para a população, mas para os congressistas, para aqueles que não entendem a realidade. É um problema de todos, a bomba está armada. Todo mundo precisa ajudar”, disse Mourão ao blog.

Quanto à tramitação, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse à reportagem que ainda não há definição do relator da reforma da previdência na Casa.

3 thoughts on “Bolsonaro vai ‘amaciar terreno’ para aprovar Previdência em agosto, diz Mourão

  1. Não é de hoje esse assunto:

    ” “Nós estamos envelhecendo mais e morrendo menos. Nossa expectativa de vida nos últimos anos aumentou talvez de forma bastante significativa, em torno de 4,6 anos. Isso implica que é muito difícil você equacionar um problema. Não é possível que a idade média de aposentadoria no Brasil seja de 55 anos. Para as mulheres, um pouco menos”, declarou. A norma em vigor para aposentadoria no Brasil, sancionada por Dilma em novembro de 2015, varia progressivamente de acordo com a expectativa de vida da população.”

    http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/11/dilma-sanciona-novas-regras-para-aposentadoria.html

  2. Tiram 30% de DRU, da receita da Previdéncia, para pagamento de juros a banqueiro. Deixam uma quantidade absurda de imóveis se deteriorando. Nao se sabe se toda arrecadaçao está sendo contabilizada corretamente, através de uma conciliacao bancaria satisfatoria. Durante décadas utilizaram grana previdenciaria para construirem Brasilia, Ponte Rio-Niteroi, Transamazonica, etc.

    Depois entregam a reforma da Previdência a um tal de Guedes, cuja unica função é arranjar dinheiro para pagamento de juros de uma dívida totalmente duvidosa. O cara é um JUROSCONSULTOR. Sua especialidade é CIT/100

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *