Bolsonaro volta a criticar isolamento social e ataca a imprensa: “Não vou perder para esses urubus”

Bolsonaro ignora o mundo e repete ataques às ações e protocolos

Ricardo Della Coletta
Folha

Em mais um ataque à imprensa, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira, di 3, que não chegou à presidência da República “para perder para esses urubus aí”. Bolsonaro deu a declaração ao responder a uma apoiadora, que disse a ele que “Deus é o senhor do tempo” e que o melhor da vida do presidente ainda está por vir.

“Eu não cheguei aqui… pelo milagre da facada, e a eleição também, para perder para esse urubus aí”, respondeu o presidente, ao gesticular em direção ao grupo de repórteres que diariamente acompanha a sua entrada e saída do Palácio da Alvorada.

DISTÂNCIA – Ao descer do comboio presidencial, Bolsonaro pediu que seus simpatizantes se juntassem mais próximos da portaria do Alvorada, para que ficassem longe dos jornalistas —que aguardam em local separado.

“Vamos vencer essa guerra, pessoal”, também disse o presidente na ocasião. A um apoiador que afirmou “só estamos esperando a tua voz”, Bolsonaro respondeu: “Vai chegar a hora certa aí”.

ISOLAMENTO – Ele não se dirigiu em nenhum momento aos jornalistas. Aos apoiadores teceu novas crítica às ações de isolamento social tomadas por governadores. Ele disse que a sociedade brasileira “não aguenta ficar dois, três meses parada”. “Vai quebrar tudo”, declarou o presidente.

“Vocês sabem do meu posicionamento: não pode fechar dessa maneira, e atrás disso vem desemprego em massa, miséria, fome, vem violência”, disse Bolsonaro, ao ser interpelado por um simpatizante que se queixou de medidas do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), que determinou o fechamento de comércios e a suspensão de aulas.

“CHUVA”  – “Esse vírus é igual a uma chuva. Vai molhar 70% de vocês. Isso ninguém contesta. Toda a nação vai ficar livre da pandemia depois que 70% for infectado e conseguir os anticorpos. Desses 70%, uma pequena parte, os idosos e quem têm problema de saúde, vai ter problema sério e vai passar por isso também.”

“O que estão fazendo [com o isolamento social] é adiar [a transmissão do Covid-19] para ter espaço nos hospitais. Mas tem um detalhe: a sociedade não aguenta ficar dois, três meses parada. Vai quebrar tudo.”

DEMAGOGIA – Em outra referência a governadores e prefeitos que determinaram políticas de restrição de movimento nas ruas, ele acusou ainda “algumas autoridades” de praticar “demagogia”. “A opinião pública aos poucos está vindo para o nosso lado. Os políticos têm que ouvir o povo. Sabemos que vai ter morte, não negamos isso. Morre de gripe comum, morre de H1N1”, concluiu.

Bolsonaro tem sido criticado por governadores e especialistas em saúde pública por suas declarações em que minimiza o impacto do novo coronavírus e faz apelos pela volta da normalidade. O argumento de sanitaristas e infectologistas é que o isolamento social é efetivo para a redução da velocidade de proliferação da Covid-19.

 

36 thoughts on “Bolsonaro volta a criticar isolamento social e ataca a imprensa: “Não vou perder para esses urubus”

  1. TI corre lá, Bolsonaro foi denunciado por crime contra humanidade. Vamos colocar a reportagem, agora dá impeachment. Descobriram que foi ele quem criou o vírus e quer culpar a pobre da China.

    • Esse seu comentário, Antônio, demonstra seu desespero.

      Isso, pra mim, não se trata de defender uma posição, mas, sim, defender seu emprego de bobo da corte dos Bolsonaro.

      A que ponto chega o ser humano

      • Estava sentido a sua falta Tião Patético. O que vc fala nem mais considero, a graminha está verdinha, o pasto está em isolamento horizontal aguardando-o. Não fica com raiva e leva na brincadeira. E o Lulão, já garantiu a marmita do mês?

  2. Fora de tópico:

    “Empresa chinesa cancela compra de 600 respiradores contratados para a Bahia e o Ceará
    Bahia ficaria com 400 equipamentos, e o Ceará, com 200. Fabricante não deu explicações sobre o motivo do cancelamento. Casa Civil da Bahia diz que está buscando novos fornecedores.”
    https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/04/03/empresa-cancela-compra-de-400-respiradores-para-bahia-e-200-para-ceara.ghtml

    -Os produtos foram vendidos para a matriz. Os colonos que se danem!

    “Compra em massa dos EUA à China cancela contratos de importação de equipamentos médicos no Brasil, diz Mandetta. “-Hoje os Estados Unidos mandaram 23 aviões cargueiros dos maiores para a China, para levar o material que eles adquiriram.”

  3. -Se não morrerem um milhão de pessoas no Brasil até o final de agosto, conforme anunciou o virologista, muita gente boa e honesta, ao invés de ficar alegre, ficará triste… Decepcionada!

  4. Pois é, ainda bem, que nossos médicos que estão no campo da batalha são inteligentes. Não precisa deixar a pessoa entrar em um estado sem volta. O remédio tem e deve ser aplicado antes, os médicos não são bobos. Só não comentam para não contrariar o Mandetta, mas estão aplicando antes.

      • Viva Tião Patético! Pois é, Tião Patético, isto são os médicos que estão falando, mas para vc é bobagem. Vc é uma mula incorrigível, a graminha está verdinha.

      • “… isto são os médicos que estão falando…”.

        Que médicos, Antônio?

        Se estão dando o tal de “sal de Quinino”, certamente estarão dando, também, outros medicamentos.

        Porém, se estão dando, certamente o ministro deve ter conhecimento, como médico que é, mas não precisa fazer alarde, propaganda.

        Isso é matéria comprada para queimar o ministro. Já checou quem é um dos colunista de site? É o terraplanista Olavo de Carvalho. É confiável?

        Deixa de ser influenciável, Antônio, ou, tendencioso.

  5. Como é que o sistema político podre conseguiu chegar a esse ponto de desmoralização, de permitir que um picareta do baixo clero de um congresso mais sujo do que pau de galinheiro, salvo exceções, charlatão, com cerca de 30 anos de mamação, se passasse por um “salvador da pátria” ? “Vale a pena assistir na integra a entrevista do FHC, até porque, afinal de contas, gostem ou não gostem, trata-se um intelectual e político de vasta experiência que ocupou diversos cargos importantes na República, entre eles o de Presidente bem-sucedido, por dois mandatos, que ousou bater de frente contra o monstro da inflação, mantido sob controle até os nossos dias, ainda mais difíceis, por conta do famigerado coronavírus que esperamos seja debelado o mais rápido possível, porque viver plenamente, se possível, é a melhor coisa da vida. FHC deu um passeio na vida política da nação, e até reclamou da falta de espaço político e midiático para o surgimento da nova liderança que encarne a esperança de dias melhores para o Brasil, com luz própria, projeto próprio, discurso próprio e rumo próprio, capaz de descortinar os novos horizontes necessários em direção a um possível novo Brasil de verdade, de futuro, principalmente face o clima que ai está de terra arrasada. https://www.youtube.com/watch?v=-AtEF9P6BP0&feature=emb_share&fbclid=IwAR1yMUl5W9s2uUxHj7EwovaZ9FQ2H69n9VGeLveADnqkgoKJct5tJwQ9_vo

    • Che, que coleção de disparates e asneiras publicadas, credo!

      “A culpa é mesmo do Bolsonaro que trouxe esse vírus da honestidade ….”

      “Vírus da honestidade”, depois dessa só falta acreditarem que Bolsonaro é o Messias que o mundo cristão aguarda para a sua salvação!

      A vida me reserva ainda muitas surpresas, mesmo eu tendo a idade que tenho!

  6. Em 2018 morreram 405.000 pessoas de malária no mundo segundo a suprema OMS.
    Se o coronavirus não matar pelo menos o dobro o biólogo Tedros da OMS tem que ser impeachado por espalhar pânico.

    • Aranha, acho que fui na mesta fonte que apuraste os 405 mil mortos pela Malária:

      “A malária é uma infecção parasitária que afeta os glóbulos vermelhos do sangue. É uma doença evitável, detectável e tratável, que se apresenta mais comumente em regiões pobres.”

      Apesar de a minha mente ser dotada de poucas luzes, e eu pertencer à plebe ignara, acho que há uma diferença enorme entre um protozoário e um vírus!

      • Existe hierarquia para se morrer por uma doença causada por vírus ou protozoário?
        O que conta é que a malária mata MUITO e não se faz alarde, Principalmente por que a maioria, 380 mil, morreram na África.
        Já a Covid-19 é grife da OMS. Made in China e exportada para Europa e EUA!
        Doença que mata e faz sofrer tem que ser analisada com a mesma seriedade por um órgão que se propõe a ser mundial.

        “A malária começa como a gripe, com os primeiros sintomas surgindo entre nove e 14 dias após a infecção. Os sintomas incluem febre (podem ocorrer ciclos típicos de febre, calafrios e suor em grande quantidade), dor nas articulações, dores de cabeça, vômitos frequentes, convulsões e coma.”
        Fonte: MSF.org.br

  7. Instituto Mises Brasil
    15 h ·

    Por que a esquerda sempre faz uma oposição histérica quando surge algo ou alguém tido como “reacionário”?

    A resposta é evidente.

    A esquerda é, em sua essência, “progressista”, o que significa que ela acredita, à moda marxista, que a história consiste em uma ‘inevitável marcha ascendente’ rumo à luz, rumo à utopia socialista. A esquerda progressista acredita que a história está marchando inexoravelmente rumo a este objetivo.

    Por causa desta sua crença, ela sempre se sentiu um tanto desconfortável com a ideia de revolução, preferindo muito mais a “evolução” gradual produzida pelas eleições democráticas. E também por isso, ela sempre preferiu a estratégia de aparelhar o estado com intelectuais partidários e simpatizantes, de modo a garantir a continuidade da longa marcha gramsciana da conquista das instituições culturais e sociais do país.

    Na visão de mundo tanto de comunistas quanto de social-democratas, a mais alta moralidade é se mostrar não apenas um defensor, mas também um entusiasmado fomentador da ‘inevitável próxima fase da história’. É ser a “parteira” (na famosa expressão de Marx) desta fase.

    Da mesma forma, a mais profunda, se não a única, imoralidade é ser “reacionário”, ser alguém dedicado a se opor a este inevitável progresso — ou, pior ainda, alguém dedicado a fazer retroceder a maré, a restaurar costumes enraizados, a “atrasar o relógio”.

    Por isso, o que causa uma enorme histeria na esquerda progressista é quando ela percebe uma reação, uma ameaça de haver uma pequena reversão nessa sua Inevitável Marcha da História. Ela se torna histérica quando visualiza alguns empecilhos e, principalmente, retrocessos nesta sua inexorável marcha ao poder total — retrocessos estes que sempre são rotulados, obviamente, de “reações”.

    Oferecer uma reação ao avanço das idéias da esquerda progressista é o pior pecado de todos, e tal reação gera todo este frenesi justamente porque qualquer retrocesso bem-sucedido colocaria em dúvida aquele que é o mais profundo e o mais inquestionavelmente aceito mito “religioso” da esquerda progressista: a ideia de que o progresso histórico rumo à sua Utopia é inevitável.

    A esquerda progressista não se importa muito com pequenos revezamentos de poder: uma década de governos abertamente progressistas, nos quais a agenda esquerdista é avançada, seguida de alguns anos de governo “oposicionista” ou “conservador”, no qual há apenas uma consolidação ou simplesmente uma redução na velocidade do avanço.

    Mas o que ela realmente teme é a perspectiva do conservadorismo se tornar “reacionário”, no sentido de realmente fazer retroceder alguns ganhos “progressistas”. É isso que a apavora.

    Ameace retroceder privilégios obtidos por grupos credenciados pela esquerda, e você verá o que é uma fúria progressista.

    Entenda, no artigo abaixo, as raízes de tudo o que ocorre agora no Brasil.

    https://www.mises.org.br/article/1292/progressistas-reacionarios-histeria-e-a-longa-marcha-gramsciana?fbclid=IwAR0yc12EptzETvCMlFrKG2eJkMwjodHE_hPunos1gccX4e2UGEEgIrp51dc

  8. Caro CN … já passei vivo (sic) por 2 isolamentos (ou Castigos???) kkk KKK kkk

    da passeata dos cem mil em 68 até a abertura de 74.

    do fim do MDB em 1979 até 2017 (quando me refiliei no PMDB)

    agora entro em novo isolamento … visto que não é aceita a Cidadã … e falar em Castigo desagrada o Bendl e não bate com as orientações do Magistério … que desde São João XXIII valoriza a Misericórdia.

    Um aceno de mão.

    Salve Nossa Senhora da Graça.

        • O arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, avisou que vai pedir uma investigação sobre a lágrima que teria brotado do olho direito de uma imagem de gesso de Nossa Senhora da Conceição, na Igreja dos Santos Anjos, no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, durante uma celebração no último sábado, segundo reportagem do jornal “O Dia”.

          A lágrima foi vista por um grupo de crianças. Uma delas teria dito ao padre Marcos Belizário, que presidia a celebração, que a imagem estava viva. O fenômeno foi presenciado por cerca de 40 menores e alguns adultos.

          De acordo com assessor de imprensa da Arquidiocese, Adionel Carlos da Cunha, um relatório com fotos sobre o acontecido já foi enviado a três bispos pelo pároco Marcos Belizário. O fenômeno já atraiu uma romaria de fieis para Igreja.

          • https://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0510201126.htm … 05 de outubro de 2011

            ‘Santa que chora’ atrai a atenção de católicos em igreja do Leblon

            Fiéis vão ver imagem que, segundo crianças e padre, chorou

            DIANA BRITO
            DO RIO

            Uma imagem em gesso de Nossa Senhora da Conceição, de cerca de um metro de altura, tornou-se objeto de devoção em uma igreja do Leblon, na zona sul do Rio.
            Um grupo de crianças, alunas do curso de catecismo da paróquia, participava da cerimônia de coroação da imagem no sábado quando, afirmam, viram uma lágrima escorrer de seu olho direito.
            “O pessoal ficou arrepiado. No início, pensei que era mentira, nem acreditei. Depois, eu vi a água escorrendo no rosto dela. Fiquei muito emocionado”, contou à Folha João Victor, 11, um dos primeiros a ver a lágrima.
            A notícia se espalhou entre os moradores da Cruzada São Sebastião, pequeno conjunto habitacional onde moram as cerca de 40 crianças com idade entre 8 e 11 anos que participavam da cerimônia. Chegou, também, a outras residências do Leblon, bairro nobre da zona sul. A igreja é vizinha ao shopping Leblon e fica próxima à Cruzada São Sebastião, que foi construída nos anos 50 com apoio de dom Hélder Câmara, então arcebispo do Rio, para abrigar moradores de favelas da região.
            “A filha do porteiro da minha filha disse que viu a santa chorar. Todo o cortejo viu. Estou muito emocionada”, disse a aposentada Wilma Maria Vasconcelos, 80.
            Moradora do Leblon, ela não conteve as lágrimas ao chegar à igreja ontem. A secretaria da igreja diz que, na segunda-feira, dia em que a missa não costuma atrair muitos fiéis, a igreja ficou cheia. Alguns vieram de bairros distantes.
            Ontem, mesmo sem missa, era possível ver fiéis tocando e tirando fotos da santa. Muitos sentaram-se de costas para o altar para orar para a imagem, no fundo da igreja.
            “[O choro] É um sinal de Deus para que o povo se aproxime para orar pelas crianças”, disse a técnica de enfermagem Maria Alice Barbosa, 46, moradora da Cruzada São Sebastião, que foi ver a imagem ontem. O momento em que as crianças, espantadas, perceberam a lágrima, foi registrado pela catequista Paula Brasil. Um fotógrafo que acompanhava a celebração também fotografou a cena.
            O padre Marcos Belizário encaminhou as fotos e um relatório a três bispos. A arquidiocese do Rio disse que irá investigar o caso. João Victor voltou à igreja ontem pela manhã, acompanhado da mãe, Creozimar Ferreira, 40. Ela contou que o filho chegou em casa muito assustado, contando que tinha visto a santa chorar.
            De acordo com a secretaria da igreja, assim que ouviu a história, o padre Belizário pediu que todos rezassem uma ave-maria. Ainda de acordo com a secretaria, não há goteiras no local onde a imagem estava, nem havia água benta sendo aspergida. Ontem o padre estava de folga e não foi à igreja.

  9. Sebastião eu não vi este procedimento em site terraplanista. Tem depoimento de um médico para um jornal no youtube e já haviam me falado reservadamente que estavam usando o opara não deixar a infecção evoluir. Quando fala Mandetta me refiro ao Ministério da Saúde que só autorizou o medicamento em casos terminais. E mais acho que Bolsonaro está erradíssimo em expor o Mandetta. E o Mandetta está errado em não considerar a desmobilização parcial em localidades que os números assim permitir.

Deixe uma resposta para Francisco Bendl Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *