Bomba! Bomba! Estratégia dos advogados de Rosemary surpreende o Planalto, o PT, o instituto Lula e o próprio ex-presidente…

Carlos Newton

Analisamos anteontem o ataque cerrado do Planalto contra a ex-chefe do Gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, companheira de Lula em visitas oficiais a 32 países (na ausência da primeira-dama Marisa Letícia, é claro. A ofensiva – verdadeiramente implacável – foi desfechada em várias frentes.

Numa semana, surpreendentemente, o Planalto anunciou que a Comissão de Ética da Presidência iria apurar as implicações da Operação Porto Seguro. Na outra semana, o governo então vazou a informação de que

Rosemary Noronha já tinha sido objeto de uma investigação solicitada pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que, ao ler o relatório, não hesitara em determinar a instauração de um processo administrativo contra a ex-funcionária, recomendando também que o Itamaraty apurasse o episódio, vejam como de repente o Planalto passou a ser rigorosíssim com a corrupção…

Demonstrando a clara intenção de detonar Rose (e levar Lula de roldão, é claro), o Planalto também vazou a informação de que, com apoio da Controladoria-Geral da União, “técnicos do governo apuraram que a ex-chefe do Gabinete da Presidência da República não foi a Roma a trabalho”, quando se hospedou na Embaixada com o marido.

E para completar, a Presidência divulgou também que os tais “técnicos” até recomendaram que Rosemary fosse investigada por suspeita de enriquecimento ilícito.

FOGO CRUZADO

Em meio a esse implacável fogo cruzado, Rosemary (é claro que não é ela, mas os “políticos” que a apoiam, digamos assim) decidiu contratar dois grandes advogados, especialistas nesse tipo de embate jurídico e político – Fábio Medina Osório e Aloisio Zimmer Junior.

O Planalto não esperava o contra-ataque de Rosemary. E o pior é que a dupla Osório e Zimmer joga pesado, na forma da lei, e não se intimida com a força dos adversários. Interessante destacar que Osório e Zimmer estavam do outro lado do campo político, pois foram eles que defenderam a então governadora tucana Yeda Crusius e impediram que ela sofresse o impeachment reivindicado pelo PT.

Contratados por Rosemary, os dois advogados agiram com incrível presteza. Em apenas uma semana, inverteram o jogo e colocaram o Planalto na defensiva, ao convocar algumas personalidades para prestar depoimento em defesa da Rosemary, como o ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência (e considerado como representante de Lula no Planalto); Erenice Guerra, ex-ministra-chefe da Casa Civil e ex-braço direito de Dilma Rousseff; Beto Vasconcelos, secretário-geral da Casa Civil (de onde partem os ataques a Rosemary); e Ricardo Oliveira, ex-vice-presidente do Banco do Brasil, muito ligado a Rose, que trafegava com tranquilidade pela cúpula do BB.

Com essa surpreendente estratégia, Osório e Zimmer embaralharam o jogo e mostraram que, se Dilma quer realmente destruir Rose (leia-se Lula), vai receber resposta à altura.

Como dizia o genial Miguel Gustavo, o suspense é de matar o Hithcock…

(artigo publicado a pedidos, devido ao “apagão” do Blog)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 thoughts on “Bomba! Bomba! Estratégia dos advogados de Rosemary surpreende o Planalto, o PT, o instituto Lula e o próprio ex-presidente…

  1. Esse governo do PT tem a proeza de reunir mensaleiros, gatunos, larápios, metalúrgicos uma infinidade de parasitas profissionais.
    Todos mamando nas tetas da viúva.
    Fora PT. Fora os comunistas.

  2. O PT FOI O PIOR CÂNCER QUE INFECTOU O BRASIL. ISTO, PARA NÃO FALAR DE FHC E LULA, DUAS PÚSTULAS QUE ENLAMEIAM NOSSO PAÍS. O PIOR DE TUDO É QUE NÃO TEMOS SOLUÇÃO À VISTA: OS DEMAIS CANDIDATOS SÃO TÃO RUINS QUANTO OS DIRIGENTES ATUAIS. A SOLUÇÃO SERIA UM DITADOR PLENIPOTENCIÁRIO JUSTO E HONESTO. MAS ISSO NÃO EXISTE. MELHOR ANULAR O VOTO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *