Braga Netto já tem data marcada para se explicar na Câmara — a audiência será dia 17 de agosto

Elias Vaz (PSB-GO) aprovou o pedido para ouvir Braga Netto

Deu no Correio Braziliense
(Agência Estado)

Pivô de mais uma crise envolvendo ameaça às eleições, o ministro da Defesa, general Braga Netto, deverá apresentar suas explicações à Câmara dos Deputados no dia 17 de agosto. A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados já tinha aprovado, na semana passada, um convite para que o general explicasse uma nota do Ministério da Defesa com ataques aos trabalhos da CPI da Covid.

Agora, depois de reportagem do Estadão revelar que Braga Netto mandou recado ao presidente da Câmara, Arthur Lira, através de um interlocutor político, avisando que não haverá eleição se a PEC do voto impresso não for aprovada, o assunto será incluído na audiência da Comissão.

DIZ O DEPUTADO – “Aprovamos na semana passada a ida do ministro à Câmara e também iremos cobrar explicações sobre mais essa ameaça. A democracia está acima de tudo e deve ser respeitada”, afirmou o deputado Elias Vaz (PSB-GO), autor do requerimento que pediu a realização da audiência na Comissão.

Esse compromisso já pré-agendado não impede que outras comissões do Congresso também aprovem convites e pedidos de convocação para o general. A própria CPI da Covid analisa essa possibilidade e alguns deputados entendem que a Comissão de Constituição e Justiça pode aprovar também um chamado para que Braga Netto se explique.

É importante lembrar que a proposta original de Vaz na Comissão de Fiscalização era pela convocação do general. Num acordo com os líderes do governo Bolsonaro, ficou acertado que, num gesto de cortesia, a convocação seria transformada em convite. A diferença entre as duas modalidades de audiência é que autoridades convocadas são obrigadas a comparecer às comissões do Congresso. Num convite, não há penalidades por um eventual não comparecimento.

PODE VIRAR CONVOCAÇÃO – Mas existe um acordo político dentro da Comissão de Finanças prevendo que, se a autoridade faltar ao convite, será aprovado imediatamente o pedido de convocação, tornando obrigatória a sua presença.

Na semana passada, Vaz apresentou o pedido de explicações para Braga Netto ao entender que a nota do Ministério da Defesa tinha afrontado e ameaçado as atividades e autonomia do Congresso para fazer suas investigações dentro da CPI. A nota assinada por Braga Netto e pelos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, causou mal-estar entre os parlamentares.

Um trecho que incomodou em especial dizia que “as Forças Armadas não aceitarão ataque leviano às instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro”.

2 thoughts on “Braga Netto já tem data marcada para se explicar na Câmara — a audiência será dia 17 de agosto

  1. Basta de raposa$, urubu$, hiena$ e afin$. Agora é Leão. Vem comigo Brasil, simbora para o futuro, rumo ao novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. Basta. Chega dos me$mo$, Fora todo$. LULA E BOLSONARO SÃO DOSE PRA LEÃO, porque o resto é puxadinho dos me$mo$. Tem uma pitadinha de ironia no bordão mas o fato é que ele é absolutamente sincero, verdadeiro, trata-se da constatação da nossa realidade, sem dourar a pílula, por mais que ele desagrade e fira os melindres dos apaixonados pelo bolsonarismo, o lulopetismo, o demotucanismo, seus puxadinho$ e afin$. Verdade seja dita, justiça seja feita, não é nada sábio seguir os que estão perdidos e que não sabem nem sequer para onde ir e nem por onde caminhar tendo em vista inclusive os cadáveres que não param de chegar, e que, até por isso, nos atolaram no pântano que ai está no qual nos afundam cada vez mais, a cada novo golpe ou nova eleição, impostos pelas ditaduras partidária, militar, sindical, midiática e econômica em permanente estado de guerra tribal, primitiva e insana por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para as patotas dela$ e o resto que se dane com os ônus. Nesse sentido, o bolsonarismo e o militarismo têm que ser apeado do poder mas o lulopetismo e o demotucanismo, seus puxadinho$ e afin$ não podem voltar porque senão nada de fato irá mudar de verdade neste pais, para melhor, até porque, como confessa o próprio Armínio Fraga em seu artigo abaixo, que está batendo na tecla certa, um dos Czares da economia demotucana, seguida que foi pela economia ptmdbista-agregados (centrão sempre a bordo), com o Lula Meirelles da Silva pisando fundo no acelerador da dita-cuja que afundou ainda mais o país e o povo no endividamento a perder de vista, que tb deu com os burros no mesmo pântano, ou velho mar de lama constatado por Getúlio Vargas, cada vez mais amplo e mais profundo, face ao qual Bolsonaro é o passageiro da agonia da ora, sucessor do Temer, parça do Lula e do FHC, que, por sua vez, à vista da tragédia nacional, pediu pelo amor de Deus uma “ponte para o futuro”, mas operou apenas em favor de uma pinguela para o passado, com todos se comportando como cavalo velhaco diante da verdadeira Mega-Solução que os continuístas da mesmice enxergam como uma espécie de mata-burros, valendo destacar, no caso, o desprendimento, a humildade e a dignidade do Harmínio ao dizer que tb não sabe para onde ir, mas que, infelizmente, o conjunto da obra continua empurrando o país e o povo para o mais dos me$mo$, que é para onde não devem continuar indo, até porque, em sã consciência, a sobrevivência no pântano dos me$mo$ que há muito tempo já está na raia do insuportável, continua evoluindo no rumo errado já muito próximo do impossível pelo menos sobreviver assim. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/arminio-fraga/2021/07/para-onde-queremos-ir.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compfb&fbclid=IwAR0_tB_0MkNQYfjjI7QI8J_TSVeA_57-yM00X0Db4Aj4UplFc3_y0zMLb-M

  2. Sinais de mau funcionamento da Câmara é o fato de que quem convocou foi a “Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara” quando seria de ser esperar que fosse a de “Constituição e Justiça” ou até da “Segurança Pública”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *