Brasil está mesmo descendo a ladeira e muitos eleitores já não acreditam em mais ninguém

TRIBUNA DA INTERNET | Aliança recorre a parcerias com igrejas evangélicas e  cartórios para tentar sair do papel

Charge de Myrria (A Crítica)

Roberto Nascimento

As igrejas estão aos poucos tomando conta do Estado, aliadas ao Centrão. Em vez de Ditadura da Toga ou Militar, os fatos descritos nas reportagens do Estadão, depois seguidas por toda a mídia, mostram que estamos vivendo a Ditadura dos Pastores. E Bolsonaro incentiva essa situação, por causa dos eleitores evangélicos, que costumam votar sob orientação dos pastores.

No entanto, com esses graves fatos vindo à tona, de forma impressionante, muitos evangélicos já perceberam que esses pastores políticos não são melhores do que os políticos profissionais e também entraram no esquema do toma lá dá cá.

INFLUI NA ELEIÇÃO – Esse caso escabroso, com dois pastores intermediando verbas públicas do Ministério da Educação (MEC), que é dirigido por um ministro também pastor, será cobrado na campanha eleitoral.

A surpresa é aterrorizante e demonstra que a corrupção continua, embora esse governo tenha sido eleito com a promessa de mudar. E os novos fatos vêm numa sequência assustadora, inclusive envolvendo membros do movimento de jovens do MBL, com o deputado Arthur do Val e o coordenador Renan dos Santos apanhados em sonegação de impostos.

Dá para acreditar nesses novos políticos, que se dizem diferentes? Na verdade, eles parecem querer tirar quem está lá, para roubar mais ainda. E assim o Brasil vai aos poucos descendo a ladeira e muitos eleitores não estão acreditando em mais ninguém.

LULA E ALCKMIN – Entendo que o objetivo maior agora seja derrotar o governo mais obscurantista da História do Brasil. Nesses três anos, nós retrocedemos muito em termos políticos, sociais e criminais, com claro apoio dos três Poderes.

Apesar disso, uma chapa pura, com Lula e um candidato do PT na vice, causaria nova vitória de Bolsonaro no segundo turno, de lavada.

Alckmin, por óbvio, foi escolhido porque agrega votos do campo conservador, principalmente no interior de São Paulo, votos que foram determinantes para a vitória de Bolsonaro em 2018, então apoiado pelo candidato a governador do PSDB, João Doria, também vencedor com o slogan “Bolsodoria”.

CRIADOR E CRIATURA – Foi um caso da criatura trair o criador, e Doria enfraqueceu Geraldo Alckmin no PSDB, para se tornar o cacique único do tucanato.

Mas não deu certo a manobra de Doria, pois o PSDB está dividido nos principais redutos, principalmente no Rio Grande do Sul e em Minas. Tanto que Doria não cresce nas pesquisas, amargando 2%, quase na lanterna, apesar de ser governador de São Paulo, algo jamais visto.

Então, diante dos fatos expostos, não vislumbro nenhuma coerência, pois política é convergência, conversa e alianças. Por que digo isso? Porque o povo, sabiamente, não dá maioria para ninguém governar.

DIZIA BRIZOLA – Essa lição sobre convergência política ouvi presencialmente do governador Leonel Brizola, no Aeroporto do Galeão, quando chegava de viagem ao Uruguai, e lhe perguntei sobre as razões de ter convidado membros do PMDB para seu secretariado.

O grande líder trabalhista, que mais construiu escolas no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, um feito que deveria constar do Guinness Book, então me explicou: “Sem apoio no Legislativo, não se governa e fui eleito para melhorar a vida do povo, dos mais pobres”. Foi o que Brizola fez, indiscutivelmente, ao construir 500 CIEPs com o educador Darcy Ribeiro.

Assim, com as escusas e desculpas, não concordo com a tese de que Lula errou nessa escolha de Alckmin para vice na sua chapa para Presidência. Na minha opinião, Lula tem errado muito, mas desta vez acertou em cheio.

MOURÃO E CIRO – Por que digo isso? Porque os adversários de Lula estão contra, conforme as declarações do general Mourão, vice de Bolsonaro, e do próprio Ciro, ambos criticando a aliança de Lula e Alckmin.

Por falar em Mourão, o presidente Bolsonaro não quer nem ouvir a voz do general, que o mito considera um traidor. No entanto, Mourão nem liga, faz cara de paisagem e vida que segue em meio à ebulição mundial.

É preciso haver alianças. Não custa lembrar que Ciro Gomes foi apoiado pelo cacique baiano Antônio Carlos Magalhães na sua candidatura presidencial em 2002. E agora tem conversado com ACM Neto, do União Brasil, para encabeçar a terceira via, expressão que Ciro odeia pronunciar.

34 thoughts on “Brasil está mesmo descendo a ladeira e muitos eleitores já não acreditam em mais ninguém

    • Valeu Antônio Rocha.
      Ainda é cedo, para definição dos candidatos que irão ao segundo turno.
      Muita água, ainda vai rolar debaixo dessa ponte.
      Bolsonaro está em plena campanha. No evento de filiação ao PL, do presidente, de Ministros e dos deputados, hoje em Brasília.
      Discursou por 30 minutos, atacando os adversários. Evidente que inaugurou antecipadamente a campanha eleitoral.
      Atacou Lula, atacou a esquerda, atacou as urnas e até disse que o Comunismo estaria voltando, caso Lula vença a eleição.
      Essa será a rede de mentiras e falácias narrativas, que Bolsonaro usará para convencer corações e mentes de olho na reeleição e na permanência no Poder.
      Todo mundo quer essa boquinha, além de todos os privilégios, o mandonismo, as viagens, tem um componente afrodisíaco. O Poder, estimula o ego e a testosterona do mandatário.
      Se pudessem, jamais deixariam o Poder. Alguns, só saem, quando morrem: Hitler, Stalin, Mao, Fidel, Salazar, etc…

      • A política brasileira sempre como cultura, conchavos políticos visando não o interesse mas os interesses particulares e neste pacote entra pastores, empresários, banqueiros ou seja por isso vivemos em uma eterna crise.

  1. Republiqueta de bananas , com milicos e pastores no comando , sob as benção de um energúmeno incompetente e aplausos do gadão que não pensa. Irã , espere por nós!

    • Charge:
      Abrólhos! Porquê seria denominada e reconhecida como a ecumênica “Meretriz do Apocalipse”?!?!?!?
      Eis, a principal resposta!

  2. Basta. CHEGA DOS ME$MO$, até porque, no frigir dos ovos, mais dos me$mo$ significa apenas mais pepino$ para o Brasil e o povo brasileiro, mais frustração, mais perda de tempo e mais tempo perdido. DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS. O Putin não pode cuidar do seu próprio entorno, do seu quintal, mas o Biden Tio Sam pode dominar o mundo inteiro, até o quintal do Putin, com a sua engenhoca enganosa apelidada de dólar, um papel pintado vendido a peso de ouro para um mundo pra lá de otário, pode inclusive instalar até arsenal nuclear no quintal da Rússia capaz de destruí-la por inteiro em questão de minutos apenas com o acionamento de um simples botão. Conte agora aquela do papagaio Tio Sam. O seu discursinho manjado, tipo blá-blá-blá, “Deus, Pátria, Liberdade” até que é bonitinho, mas como capturado pelo nosso inolvidável Cazuza, o Diabo é que a sua piscina, ou plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia (geradora de pobreza em profusão e, em contrapartida, de psicopatas, oportunistas, populistas, mentirosos, charlatões, aproveitadores, loucos por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus, e, por conseguinte, endividamento público impagável e a condenação do futuro das nossas crianças), fantasiada de democracia apenas para ludibriar a tola freguesia, tb está cheia de rato$. E a escassez de democracia na Rússia, ou na China, compensada pela qualidade de vida do povo russo e chinês, por si só, não justifica a adesão daqueles povos à desastrosa plutocracia putrefata norte-americana que, aliás, como demonstrado pelo furação Trump, tb transpira decadência terminal por todos os seus poros , inclusive porque um erro não justifica outro erro igual ou pior. O ideal, a meu ver, é todos, Rússia, China, EUA e o resto do mundo, evoluírem rumo à Democracia de Verdade, Direta, com Meritocracia, como propõe a brasuca Revolução Pacífica do Leão, que projeta o Brasil como vanguarda democrática do mundo civilizado, que peca apenas por ser obra de uma vida inteira de um homem dedicado desde a mais tenra idade a encontrar solução perene para o seu país e o seu povo, que pugna pela redenção da política, do seu país e do seu povo, por isso, um cara cancelado pelo sistema apodrecido e pela mídia do dito-cujo, mas que se fosse um tarado de rua, ou um corrupto e mafioso do sistema apodrecido, já estaria estampado em todos os “veículos de comunicação” do Brasil como um Herói Nacional, há muito tempo. Portanto, gostem ou não gostem, com o Leão no Comando, o Brasil terá o seu próprio lado, propositivo, diferenciado, vanguardista, que será o lado da evolução democrática do Brasil e do mundo em prol do avanço civilizatório da Humanidade. E é por tudo isso que lhes digo que Lula e Bolsonaro são dose pra Leão, porque o resto é apenas mais dos me$mo$, apenas mais blá-blá-blá, gogó, trololó e nada de borogodó. https://www.cartacapital.com.br/mundo/russia-reage-aos-eua-e-diz-que-nao-cabe-a-biden-decidir-quando-putin-deixara-o-poder/?fbclid=IwAR1x5shBVzTkyCILDVq9BErBKwm_GxYpX5EV8DXQ33VephxwQL4MTPKEifo https://www.facebook.com/metropolesdf/videos/7115606891843281

  3. Maravilha de artigo; leve e certeiro.
    Eu só quero saber é como vou controlar meu rebanho sem o voto impresso como antigamente.
    Como os milicianos vão controlar os votos das comunidades que dominam e os bispos de araque vão de seus rebanhos.
    É por isso que eu reclamo e se não tiver voto impresso é porque houve fraude.

    • Jose Pereira Filho
      Bolsonaro e Lula tem milicianos!
      Bolsonaro ganhou com estas urnas. Lembra?
      O que me preocupa é o voto-lixo que colocam nela!
      A imensa maioria dos eleitores não votam no Brasil, votam em seus líderes!
      Como disse, muito bem, Lima Barreto: O BRASIL NÃO TEM POVO, TEM PÚBLICO!
      Fallavena

  4. Não gosto de generalizar, mas basta ter um pouco de inteligência para perceber que a grande maioria destes pastores e bispos são tão caras de pau que acham que conseguem enganar à Deus!
    E atualmente com o uso da Televisão e milhares de rádios pelo Brasil a fora quem sabe teremos uma “teocracia tupiniquim”?

    • Continuas agredindo a língua portuguesa, esta velha senhora. Deus é um substantivo masculino, portanto não pode ser antecedido por crase Seria: enganar a Deus, simplesmente, somente antecedido pela preposição ‘a’, já que não pode ser antecedido pelo artigo feminino ‘a’. Crase é a fusão de artigo feminino ‘a” com a preposição também ‘a’. De nada.

  5. Para determinadas seitas religiosas temos de dar razão a Lenine: Essas religiões são o ópio do povo.
    Quem passa pela Avenida Suburbana vê a grandeza do templo da IURD e, se entrar no templo vai notar uma grande ostentação.
    Bolsonaro para se reeleger, haja vista que é a salvação dele e da família, partiu para o toma lá, dá cá com o centrão e o toma lá, dá cá com alguns pastores goelas largas por dinheiro. Isso é a pior corrupção que leva o país ao fundo do poço e à desmoralização.
    Como dizia ACM, política é como as nuvens mudam de figura a cada instante. A sete meses das eleições, achar que só Lula ou Bolsonaro podem ganhar às eleições é defender essa polarização para induzir os eleitores à um dos dois.
    Nada contra as alianças para ganhar às eleições, desde que, quem compõe as alianças defendam os mesmos projetos de governo. Aí esta o problema entre alianças heterogênicas.
    Se, Ciro Gomes fizer aliança com ACM neto, com certeza vai exigir apoio aos seus projetos.
    Quanto ao Lula, não sei se vai manter a coerência. Não podemos esquecer a “Carta aos Brasileiros” do Lula.
    O resultado das pesquisas muito antes da eleições só interessa à quem paga pelas pesquisas para manter os candidatos que são a favor desse sistema corrupto na frente.

  6. Prezado Nelipo
    Me explique, por gentileza o significado de “Quanto ao Lula, não sei se vai manter a coerência.”
    Qual a coerência de lula?
    Abraço
    Fallavena

    • Caro Falavena,
      Quando a coerência de Lula, me referi à coerência do seu discurso de esquerda. Na prática Lula não tem nada a ver com a verdadeira esquerda democrática
      Como dizia o Brizola: Lula cacareja para esquerda, mas põe os ovos para direita
      Um bom domingo

  7. A coerência do molusco é negar a verdade até que a falsidade/mentira que ele é seja aceita como verdade.
    O stf já entrou nessa.
    Abraço Fallavena.

  8. DEPOIS QUE O LULA SENTOU NO COLO DO MALUF E DO CENTRÃO, acusado até pelo Maluf de ser de extrema direita, depois de entregar a vice de Dilma para o Temer (e, por conseguinte, o país para o Bolsonaro), depois de entregar a Petrobras para o PP do Ciro Nogueira e do Mussi, que de tão esperto$ tomaram até o PP do Maluf, e agora com o PSOL sentando no colo do Lula que sonha voltar a sentar no colo do famigerado centrão, acabou a autoridade do lulismo e seus agregados para questionar quem quer que seja neste país em termos de ideologia e decência política porque direita, esquerda e centro se acomodaram na mesma e velha vala comum do sistema apodrecido. E o erro do Ciro Gomes, de novo, pela quarta vez consecutiva, é continuar tentando se passar por novidade, por diferente, porém de rabo preso com o continuísmo da mesmice do sistema podre dos me$mo$ de modo que assim agindo continua sendo membro da mesma família da turma do mais dos me$mo$ que, no caso, significam apenas mais pepino$ para o Brasil e o povo brasileiro. E , a meu ver, caso Ciro Gomes queira de fato ser diferente do resto da turma do mais dos me$mo$, resta-lhe apenas uma saída, que é romper com o continuísmo da mesmice dos me$mo$ e, por conseguinte, corajosamente, abraçar a Revolução Pacífica do Leão, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, cedendo-lhe a cabeça da chapa presidencial e ajudando na liderança da Revolução fazer o Bicho pegar no Brasil inteiro, de cabo a rabo, do Oiapoque ao Chuí. Diz aí, Cirão, vai encarar ou vai amarelar em prol do continuísmo da mesmice dos me$mo$ ? É pegar ou pegar, vc decide. https://www.brasil247.com/brasil/juliano-medeiros-do-psol-aponta-desespero-de-ciro-gomes-e-lembra-do-seu-passado-com-acm

    • O Ministro pastor, Milton Ribeiro, ao invés de perder tempo precioso recebendo Pastores, unicamente preocupados em vender bíblias com dinheiro do MEC e pedirem verbas para atuarem como lobistas para prefeitos, o senhor ministro deveria cuidar da gestão do MEC, que está abandonada.
      Há, 3500 escolas públicas com obras atrasadas, contratos cancelados, um desperdício de 21 milhões, por falta de fiscalização.
      E aí, ministro Milton Ribeiro, sua excelência vai desmentir o Editorial do O Globo, deste domingo?
      Só 7% dos estudantes têm tablet e acesso a Internet, só tem 48% de escolas.
      Nas escolas particulares, todos os alunos estudaram de maneira remota, já os estudantes da rede pública ficaram os dois anos da Pandemia, sem estudar, por falta de Internet e de computadores.
      Isso é uma vergonha, Pastor Milton Ribeiro. O Estado tem o dever de assegurar o ensino das ferramentas da Tecnologia da Informação para os jovens da Rede Pública.
      A administração do MEC é um verdadeiro desastre, e o pastor Milton o culpado junto com o presidente Bolsonaro.
      Com essa gestão pastoreira, as crianças pobres não conseguirão vaga no mercado de tecnologia de última geração, ficando condenadas a procurar emprego de segunda classe. Isso é um crime. Uma vergonha, um desastre de grandes proporções.
      Isso é tão absurdo, que fica parecendo ser uma política voltada para esse nefasto resultado do que simplesmente incompetência da gestão.
      Afinal, Sr. Pastor Milton, vossa excelência deseja esse cruel destino para as crianças pobres?
      Devo- lhe informar, que nas Igrejas evangélicas, há milhões de famílias, que matriculam seus filhos em escolas públicas.

      • Prezado Roberto Nascimento
        Quando falam em escola pública, me bate uma tristeza, que chega quase ao desânimo!

        Após mais 30 anos acompanhando de perto e participando da vida de nossa escola pública, te afirmo que, o estado não tem capacidade para oferecer ensino que resgate pobres e classe média! As cotas são as provas disto!

        Só os pais/mães e/ou responsáveis pelos alunos, poderiam garantir/exigir uma melhor qualidade de ensino aos seus filhos. E oferecer educação, principalmente.

        Políticos usaram, durante décadas, discursos demagógicos e sem fundamentos. O magistério, por sua maioria, não possuem mais a qualidade que a “tal da escola que os pobres precisam”. Parcela do magistério não tem compromissos e nem qualidade para o trabalho.

        Brizola, bem sei pelo muito que li e vi, construiu estruturas condizentes com a proposta, mas falhou nos recursos humanos! Professores são 80% da escola.

        O magistério, por seus sindicatos e lideranças, permitiu que usassem seus fundamentos e valores mais caros, para a politicagem. A maioria, calou, aceitou e se omitiu. Assim, a escola não consegue mais oferecer o que deveria, o que a sociedade precisa!

        Este debate precisa ser travado, com clareza e verdades!

        O MEC tem servido como cabide emprego, para todos os partidos por que passaram. A esquerda o aparelhou, desde o governo Fernando Henrique. A direita, incompetente, acredita que só teorias bastam. E o centrão, quer passar mão!

        No fundo, para viver melhor e com mais tempo, em alguns momento gostaria de não saber muito sobre escola, ensino e administração pública.

        Cada vez que escrevo, recordo do meu irmão Vicente e sua sentença: “Brasileiro que tem consciência, sofre muito!” E é verdade! O ignorante não conseguindo enxergar, vive mais feliz do que aqueles que sabem e gostariam de ajudar a mudar, mas não tem por onde!

        Tomara, um dia desses, possamos promover um grande debate sobre escola e educação familiar. Poderemos abrir portas e janelas que se encontram trancadas, escondendo muito do que há por fazer em nosso País!

        Muita saúde ao amigo.

        Fallavena

  9. Elio Gaspari, no Globo de hoje, conta que o ministro da Saúde Marcelo Queiroga defende a criação de um sistema de Saúde Aberta, que trata da troca de informações entre os Planos de Saúde, das informações financeiras e médicas dos clientes. Isso é um escárnio, uma vergonha. Ao invés de melhorar o SUS, Queiroga está preocupado com os empresários das Operadoras de Plano.
    Esse é o governo Bolsonaro, tudo para o andar de cima e sufoco para o andar de baixo. Seus ministros tocam esse bumbo com eficácia canina. É a marca Bolsonarista e seus negócios. Queiroga, Milton Ribeiro, Onix, Tarcísio Unidos num objetivo comum, usar a coisa pública nesses negócios estranhos.
    Uma vergonha dantesca.

  10. Em vez de ficar com essa conversa de cerca Lourenço, Roberto Nascimento deveria revelar o seu lado na disputa entre Bolsonaro, com a restauração nacional, e Lula, com a retomada da criação do narco-estado materialista.

    Eu reafirmo o que venho comentando aqui: a esquerda “progressista”, incluindo o CangaCiro, vai se abraçar ao ladrão condenado e chefe do PT (Partido dos Traficantes).

    • Essa é boa, me chamar de cerca Lourenço. Sr. Vander Merwe, em respeito ao leitor, vou responder, mesmo com essa agressão gratuita. Não sou seu adversário, somente temos visão diferente do mundo e da política. Não leve para o pessoal, divergências pontuais.
      Bem, vamos lá: Não tenho lado, quando se trata de disputa política, nem político de estimação. Meu espírito é livre, portanto, crítico tanto Bolsonaro quanto Lula.
      Por que, crítico tanto, o Bolsonaro? Porque ele está no Poder é claro e produz notícia todo dia.
      Como você é novo, nos acessos ao Blog, não sabe, que também criticava Lula e Dilma e FHC batia nele diariamente.
      Quando o Mito deixar o Poder, não escreverei mais nada sobre ele, pela simples razão, de que deixará de ser notícia.
      Espero ter atendido as suas espectativas.

      • Atendeu sim, Sr Roberto Nascimento. Esclareceu o que fora dito, vagamente, no artigo: “o objetivo maior agora seja derrotar o governo mais obscurantista da História do Brasil”.

        O que interessa é derrotar o “obscurantismo”.

        Grato.

  11. A gente continua não votando em ideias. Isso é péssimo.

    O único candidato que as expões é Ciro Gomes. Seu estado, Ceará, é aquele que tem os melhores índices de educação porque houve continuidade e de ideias.

    Mas insistimos em salvadores da pátria, gente que não tem nenhum plano, não sabe de nada, mas em algum momento foi contra aqueles nossos inimigos (pensamento induzido por diversos meios de comunicação). E assim vamos, na mesmice.

  12. Caríssimo Dr° Roberto Nascimento,uns dos esteios dessa Tribuna.

    Causa -me espécie o ilustre querer induzir e direcionar os votos ao Lulapetismo.
    Pois,a Democracia corre risco com
    a reeleição do Bolsonaro..

    É o mesmo escolher menos pior,entre Marcola X Beira Mar.

    Lula foi contra constituinte,contra as diretas já,tentou impeachment do Itamar, além de ser um serviçal dos militares-agente barba sempre dividiu pra reinar..
    A Beth Mendes, Airton Soares, Wladimir Palmeira,que o digam…

    Por derradeiro o Governador BRIZOLA,tinha aliados ocasionais.
    Mas,o MDB do gato angorá,dos empresários de ônibus,da Globo,e da burguesia carioca, sabotaram o PDT do BRIZOLA,diuturnamente.

    • Prezado Luiz Fernando
      Não mencionei nenhuma deselegância de sua parte apenas mera discordâncias pontuais.
      A deselegância partiu do Vander, com a alcunha de cerca Lourenço.
      Mas, não ligo para isso. O importante é que o Vander comentou e fico imensamente agradecido a ele por isso. Estendo meus agradecimentos a todos que comentaram.
      Saúde e paz para você, Luiz.

  13. Prezado Luiz Fernando Souza

    Na resposta anterior, ao leitor Vander, uma parte, responde a sua indagação sobre indução ao voto em Lula.
    Cada um vota como quiser, é um direito Constitucional.
    Essas dicotomia, do bem contra o mal, conforme discursou o presidente Bolsonaro hoje na festa do PL e você repete com a dicotomia do crime, remetendo a Marcola ou Beira Mar, simplifica demais o conceito mais amplo da Política, como a concebeu o filósofo Platão, como a arte de governar os povos.
    Afinal, o segundo turno ainda é uma incógnita. Pesquisa não ganha eleição, pode ocorrer uma surpresa. Se, não for possível escolher o melhor, estaremos diante da Escolha de Sofia.
    Eu gostaria de ver no Planalto, o gaúcho Leonel BRIZOLA, mas, o povo não quiz. E daí, o eleitor é soberano. Minha preferência por esse ou aquele candidato, não tem peso quase nenhum.
    Preciso analisar, escrever, pensar, sem compromisso com nenhum candidato, mas respeito imensamente a opção de cada um.
    Nós, somos os senhores dos nossos destinos.

  14. Max Vênia,ilustre Nascimento.

    Senhor como formador de opinião e com ampla bagagem acadêmica,e cultural.

    A meu ver, Vossa Senhoria, apresente idéias, planos de gestão,e quem conduzirá essas metas aos fins colimados.

    De outra banda,o Senhor fez alusão ao CIRO GOMES,por ter aceno do ACM.

    Parece que o CIRO GOMES,cometeu algum pecado..

    Lula faz acordo com Golbery,Lula é o Barba do SNI,Lula faz acordo com MALUF, Lula faz acordo com FHC e depois da uma rasteira no príncipe.

    Lula faz loteamento das estatais,e distribui”dividendos”com o CENTRÃO.
    Ainda é venerado pelos”intelectuais”.

    Afinal,qual a diferença mesmo do FlaFlu.

    Por questão de coerência.
    Da reforma estrutural da economia-política econômica.
    Da ética,moral e filosófica,prefiro o CEARÁ na final..

    CIRO GOMES,agora é 12.

    PS:
    Claro,cada um faz sua leitura democraticamente…

    FHC ” esqueçam que escrevi”.
    Essa frase do príncipe ,
    Voltou estar em cartaz desde da “absolvição” do Lula.

    • Minhas escusas Luiz Fernando

      Em política não tem Santo, todos são pecadores, em menor ou maior monta.

      Nada tenho contra Ciro Gomes, um excelente candidato, aliás. Citei o ex Ministro da Fazenda de Itamar, como exemplo de busca de alianças ao Centro, assim como Lula está compondo com ALCKMIN. Faz parte da política, senão fica difícil governar.
      A resistência de Dilma em compor seu governo com a classe política, custou o mandato dela, assim como no Rio de Janeiro, com o governador dissidente do Bolsonarismo, Wilson Witzel.
      Bolsonaro se abraçou ao Centrão e ao Valdemar para barrar um processo de Impeachment.

      O povo, mais do que nós, tenho certeza, irá escolher a opção que lhes convier, e pagará o preço da escolha, até acertar. Não foi o que a sociedade brasileira praticou desde a democratização?
      Quando um governo trabalhou mal, foi rifado. Simples assim.
      Se escolherem Bolsonaro de novo, é porque estão gostando. Sempre a maioria é quem decide.
      Não posso nem reclamar do povo, pois não tenho esse direito. E no mundo todo, os erros do eleitor são ainda maiores. Na América elegeram o Trump e na Rússia o Putim. Os alemães votaram no Hitler.
      E esse Biden horroroso, pouca coisa melhor do que Trump.
      Excelente semana Luiz Fernando.

  15. Ilustre Roberto Nascimento,

    Boa tarde.!!!

    Peço que releve a minha deselegância,
    Apenas fiz contra razões do FlaFlu-voto Útil antecipado.

    A minoria aqui dessa tribuna, Nélio,Vidal Sandoval,e outros,estamos preocupadíssimos com as fisuras,rachadinhas e infiltrações,na estrutura chamada BRASIL.

    Até agora,o melhor PROJETO apresentado para refundar as estruturas do Brasil é do mestre CIRO GOMES.
    Subescrito sem dúvida nenhuma pelo Engenheiro Leonel de Moura BRIZOLA.

    Muito obrigado.!!
    Senhor Roberto,
    Saúde e paz..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.