Brasil já tem 600 mil ONGs, que atuam sem o menor controle governamental

Gelio Fregapani

Pelos cálculos feitos ainda em 2007, já dava para perceber que o Brasil tinha se transformado, de vez, no paraíso das ONGs. Naquela época, o número de organizações não governamentais girava em torno de 250 mil, com aportes financeiros federais da ordem de mais de R$ 3 bilhões. Hoje, as estimativas indicam que há perto de 600 mil ONGs atuando no país, recebendo mais de R$ 18 bilhões por ano em repasses federais e verbas de valor desconhecido vindas de fora, inclusive de governos estrangeiros.

Não possuímos registros confiáveis sobre os reais serviços prestados por essas ONGs, onde atuam de fato e como atuam. Além das denúncias de corrupção, sobram informações de ingerência dessas entidades em assuntos de interesse do Estado, inclusive em questões de Segurança Nacional.

A maior parte das ONGs tem atuação na Amazônia e são direta ou indiretamente vinculadas a organismos internacionais, seus objetivos são claros para qualquer analista de Inteligência – o controle das jazidas minerais consideradas de extremo interesse estratégico.

DEMARCAÇÕES

Nos oito anos do FHC foram 145 áreas demarcadas; nos oito anos de Lula, foram 79; nos três anos e meio de Dilma, mais 10. Segundo a Funai, 65 áreas já reconhecidas como indígenas aguardam a homologação da presidente e o Conselho Indigenista Missionário, talvez o mais perigoso inimigo da nossa nação, se queixa da morosidade do governo nas demarcações, que visam, à primeira vista, proteger a cultura dos povos indígenas, para logo que possível os separarem do nosso País, de modo que possam controlá-los efetivamente e dispor dos imensos recursos naturais.

Sem uma resposta efetiva por parte das autoridades, que consideram essas ameaças coisa de ficção ou história de caboclos perdidos na selva é claro que nossos problemas se agravarão.  Felizmente, o período em que a Funai agia com superpoderes acabou. Nosso povo começa a tomar consciência da malignidade do uso do meio ambiente e do indigenismo para nos manter no subdesenvolvimento, impedindo a construção de hidrelétricas, a expansão da agricultura e até o asfaltamento de estradas. De senhores do país, os ecoxiitas estão passando a repudiados. Veja-se a Marina Silva, que pensava ter 20 milhões devotos cativos e hoje faz o Eduardo Campos perder votos de protesto que teria.

Estamos aprendendo.

18 thoughts on “Brasil já tem 600 mil ONGs, que atuam sem o menor controle governamental

  1. Caros CN e Gelio Fregapani … Bom dia.
    De maneira muito correta, CN nos presenteia com mais um texto de nosso maior Geopolítico atual. Honrando sua condição de Coronel, está aí defendendo a Integridade Territorial do nosso Brasil.
    De minha parte, considero o Nacionalismo e o Internacionalismo como nefastos … História nos ensina MAL que fizeram às Nações e à Humanidade … PATRIOTISMO faz bem a todo mundo.

  2. BINGO!

    PF DESCOBRE BANCO DOS PETISTAS EM PORTUGAL.

    1)Lula- Malote de Rose
    2)Lulinha- Malote de Rose
    3)Dirceu-Malote de Rose
    4)Parlamentares petistas
    5)Costa Neto
    6)Costa-Petrobras
    7)Diretores da Petrobras
    8)Caixa 2 de empresários
    9)Caixa 2 de empreiteiras

    A Cia, FBI & Interpol sabem tudo sobre isso. Só faltava Brasil. Entrada de grana para ser depositada na Suiça. Tem mai baco Português metido nisso. É só investigar fundo.

    Os candidatos petistas, terão dificuldade em captação de recursos para campanha a partir de agora. Lula, a partir desta descoberta ficará em completo silêncio em plena campanha de Dilma. Aguardem!

  3. A Justiça nossa de cada dia acaba de nos encher de orgulho, ao conseguir aprovar na Assembleia Legislativa do Paraná, um auxilio aluguel para os magistrados, que custará em torno de 40 milhoes por ano. Enquanto isso o governador do Paraná queria vender nossas reservas florestais para fazer caixa, nao conseguiram, mas a partir deste mes conseguiram colocar um aumento no “ralo” do paranaense, a energia eletrica fara a alegria dos governantes, dos magistrados e dos deputados eleitos para defender o direito do povo paranaense. Isso foi aprovado em regime de urgencia para que ninguem tivesse tempo de discutir, e olha que é tempo de eleiçao, imagino o que eles aprontam naquela Assembleia em tempos normais com seus “atos secretos”.

  4. Nacionalismo implica em se considerar que sua nação seja superior às demais … Maior exemplo é o nacional-SOCIALISMO de Hitler … em que se teorizava e se aplicava uma política de supremacia.
    Hitler e seus admiradores tiveram seus inspiradores … já não Antiguidade os derrotados costumavam deixar seus deuses e adicionavam os de seus vencedores … Assim como o rei derrotado geralmente se tornava vassalo.

  5. Internacionalismo também foi maléfico … MarxLeninismo tentou praticar teses socialistas, em que todas as nações precisavam deixar o capitalismo … para isto, o primeiro país comunista exercia o Centralismo Democrático de Moscou.
    No entanto, os sentimentos naturais das nações afloraram … Tito e Mao continuaram iugoslavos e chineses … Guerra China com Vietnã mostrou o fracasso do INTERNACIONALISMO.

  6. Caro Gelio Fregapani,

    Muito bom Post

    Acredito que o titulo certo seria:
    “No Brasil já tem 600 mil ONGs, que atuam sem o menor controle governamental e a maioria destas ONGs vivem as custas do Contribuinte”

  7. Prezado, Gélio Fregapani, seu artigo é de suma importância, demonstra
    o nocivo aumento de ONGs, que infestam o Brasil, principalmente
    o Amazonas. ONGs nacionais, dão margem a corrupção e as de ONGs estrangeiras,
    são verdadeiras espiãs. Um governo sério, defensor dos interesses nacionais,
    proibiria a existência de ONGs no país. O que uma ONG faz, que o governo não pode faze? O nacionalista defende os interesses de sua pátria, consequentemente, tem amor
    a sua pátria, é um patriota.

  8. Já houve CPI das Ongs. No que deu? Parece que nem pizza!
    Existem milhões de ongs no Brasil. E neste mar de entidades/papel se escondem as que devem ser, em primeiro lugar, sofrer investigação. Quais são? Aquelas que recebem verbas públicas, nos três níveis: municipais, estaduais e federal.
    O país está tomado pela vigarice. Também pudera: se as autoridades maiores praticam os grandes “malfeitos”, deixam os pequenos cometerem os “malfeitinhos”. Assim, quem denunciará quem?
    Só com mecanismos de fiscalização, INDEPENDENTES, poderão recolocar as coisas nos lugares. Mas precisarão de INDEPENDÊNCIA TOTAL, de composição séria e com todos os dados a disposição.
    Se deixar pelos atuais fiscais, ou por falta de tempo ou de CREDIBILIDADE, tudo terminará em PIZZAZINHA.

  9. Agora sim general, você acertou na mosca. O país já está dominado, como sempre aqui, mas não por americanos e sua gigantesca máquina de guerra, mas por essas ONGs, que se dizem defensoras do povo, de esquerda, que infestam organismos sociais e políticos.
    O Stédile mesmo, parece com o Cabo Anselmo. O agro-negócio argentino, americano e canadense devem estar dando algum a ele para destruir aquilo que no Brasil ainda funciona: a agroindustria, que diga-se de passagem envolve pequenos, médios e grandes produtores.

  10. …e o greenpeace pedindo ‘contribuição’ aqui em botafogo/rj, hein? Fui abordada por uma preposta e tive a oportunidade de falar o que penso à respeito dessa ecotropa à serviço dos interesses estadunidenses!

  11. Caro Jornalista,

    Por falar em ONG, veja parte desta reportagem da Voz da Rússia:

    “A organização ambientalista Greenpeace, conhecida por salvar baleias e tigres, está envolvida em especulações na bolsa de valores e desvio de doações de cidadãos comuns.

    Os repórteres omnipresentes do jornal britânico THE GUARDIAN conseguiram acesso a documentos internos da organização e aprenderam muito novo. Descobriu-se que um dos oficiais “esbanjou” nem mais nem menos que 4 milhões de euros tentando jogar em taxas de câmbio.
    A versão oficial do sucedido é a seguinte: o empregado estava jogando na bolsa de valores para o benefício da organização. Dizia que a maioria das doações vêm da Europa e depois é preciso trocar os euros por outra moeda. E, aparentemente, para isso é preciso jogar na bolsa.
    Há que notar que os ambientalistas, para evitar mais escândalos, rapidamente se livraram do empregado negligente. Só é uma pena que a Greenpeace não pode fazer o mesmo com o seu diretor geral, que, como se descobriu, é um ávido viajante.
    Pascal Husting voa várias vezes por mês: do escritório em Amsterdã para sua esposa e filhos em Luxemburgo. E tudo isso à conta da organização. Ele já “voou” várias centenas de milhares de dólares. E uma quantidade de emissões enorme. E sabe-se que aviões causam 10 vezes mais dano à natureza do que trens.

    Artigo Completo: http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_06_25/Fraudadores-verdes-4444/

  12. ONGS – organização NÃO governamental. Portanto, nada tem a ver com o governo. Seu controle é feito por ela própria – associados, receita federal (declarações), cartórios de registros especiais *atas, estatutos, etc), ministério do trabalho (empregados, declarações) entre outras. Mas não tem nada a ver com governos.
    Em princípio, deveriam representar pessoas (associados) – forma de organização da sociedade. Suas finalidades são muitas. Infelizmente, por distorções e por necessidades, a grande maioria é criada para atender deficiências em áreas/setores nos quais o estado não cumpre, integralmente, com seu papel. E assim começam os problemas, a utilização/solicitação/recebimento de verbas públicas.
    Resumidamente, é isto.
    É preciso que haja um fiscalização forte e permanente, notadamente junto aquelas que “mexem” com recursos públicos (repassados nos tres níveis da administração).
    Existem denúncias do favorecimento e de enriquecimento de algumas (e de seus dirigentes), principalmente nos últimos anos.

  13. como professor e administrador, acredito em uma solução para o caso de ONGs no Brasil. um PEC. municipalizando as ONGs. cada prefeitura teria de apresentar através de relatórios anuais os objetivos, programas e realizações das ONGs sob sua juridição. certamente acabaria com a farra dessas ONGs que todos anos sangra os cofres públicos em 18 bilhões. a forma mais simples de controlar esse mostro. mas, os politicos corruptos não fará isto, infelismente , o povo tem de exigir de seus representantes.

  14. Na maioria absoluta dos comentários aqui expostos são das poucas pessoas de extrema direita que não têm o menor compromisso com a situação social da população brasileira.

    • Poxa!!!!.os esperto recebem bilhões do governo , não prestam conta.muitos dão até endereço falso. São bilhões roubado e isso é a favor do povo.? ONG tem de ser municipalizada. Sem controle fica mais fácil para os ladrões do povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *