Brasil virou um imenso Carandiru, com 200 mil mortos, e Bolsonaro culpa a imprensa

Mídia NINJA - O HOMEM QUE QUEBROU O PAÍS – Uma das mais... | FacebookVicente Limongi Netto

Bolsonaro assistiu ao filme “Carandiru”, focinho e unha do Brasil. “Não consigo fazer nada. O Brasil quebrou. A mídia potencializa a pandemia” – brada o chefe da nação, chorando pitangas e tolices. Patético país. O governo é um Carandiru. O Brasil é o próprio Carandiru. Ninguém se entende. Não há sintonia entre autoridades. Bolsonaro e áulicos batem cabeça. Enchem os ouvidos da população com bobagens. Botam a culpa em governos anteriores e na imprensa.

Time de incompetentes. A vacina, coitada, virou “Conceição”, a canção de Jair Amorim, canção imortalizada por Cauby Peixoto. “Ninguém sabe, ninguém viu”. A quadra brasileira é dramática. A politicalha grassa e emporcalha o Brasil. O ano novo chegou anunciando para breve o assustador recorde de 200 mil mortos pela covid.  Amarguras e decepções do ano velho insistem em perdurar em 2021.

MEU AMIGO GÉRSON – Com 76 anos, em toda minha longa vida de boleiro, ainda me garanto jogando duas “peladas” por semana. Suspensas por causa da pandemia.  Sei o perfume que a bola gosta, vi grandes jogadores atuando. Destaco cinco deles, a meu ver craques extraordinários, eternos e inesquecíveis: Gerson, Pelé, Garrincha, Nilton Santos e Maradona.

Gerson Nunes, o cerebral meia-armador que encantou o mundo jogando com personalidade, objetividade e inteligência, completa 80 anos de idade, no próximo dia 11. Uma segunda-feira com céu estrelado. Corais de anjos saudarão o formidável Gerson. Niterói em festa.

O “Canhotinha de Ouro” antevia as jogadas. Antes de receber a bola já sabia o que fazer com ela. Seus passes longos e precisos foram fundamentais para a conquista do Tri, no México.

DEPOIS DE DIDI – Há 50 anos Didi, outro fantástico jogador, com quem Gerson aprendeu muito, passou o bastão de meia-armador para ele. Há 50 anos! Hoje, incrível, Gerson ainda não encontrou substituto. Não encontrou tanto nos clubes, nem na seleção pentacampeã do mundo.

Gerson, também conhecido como “Papagaio”, enxergava o jogo como ninguém. Dentro de campo, com maestria, alterava o posicionamento de determinado companheiro, para fugir da forte marcação homem a homem do adversário. Facilitando a penetração e a alternância de jogadas de outros colegas. 

GRANDE COMENTARISTA – Gerson tinha visão de jogo e conhecimento tático. Hoje, como comentarista da rádio Tupi, analisa o jogo com igual precisão. Tem canal no Youtube e página no Instagran. Critica e elogia com autoridade e respeito.

Aliás, seus elogios e críticas servem de forte estímulo para todo jogador que se preza. Gerson é personalidade sempre ouvida e consultada por todos que atuam no futebol e gostam do bom jogo. É cidadão exemplar. Dedicado chefe de família.

Os que conhecem Gerson e convivem com ele sentem orgulho de ser seu amigo e admirador. Entre os quais me incluo, com honra, alegria e prazer. Forte abraço, mermão! Muita saúde e vacinas. A galera da “pelada” “Amaralzão” também te saúda.

ANALFABETO POLÍTICO – Por fim, o jornalão Folha de S. Paulo publicou meu comentário sobre um artigo publicado na seção Tendências/Debates, na segunda-feira, sob o título “Por uma nova Constituição”. Dei a seguinte opinião e não mudo uma vírgula:

“Só mesmo amestrados políticos, como Ricardo Barros (PP-PR), têm o descaramento de defender tal sandice”.

8 thoughts on “Brasil virou um imenso Carandiru, com 200 mil mortos, e Bolsonaro culpa a imprensa

  1. e os anos de DEsgovernança do PTrambiqueiros NÃO CONTA, Foram apenas 16 anos. Mais alguns anos nas mãos deles a nossa bandeira, Verde, amarela, azul e com estrelas azul teriam mudado de cor para pagar a lambança . Qual a cor desta bandeira? Talvez, como “jornalista” saiba responder.
    Em relação ao numero de mortes no ano de 2020, deveriam antes de publicar qualquer numero verificar no anuário do IBGE o quantitativo dos anos anteriores.
    2015 = 1.231.400
    2016 = 1.274.630
    2017=1.277.579
    2018 = 1.283,496/
    2019 =1.317.292
    2020 = 1.439.351
    NASCIMENTOS = 117.186.915
    Os números mão mentem
    Tem um detalhe importante nos números por morte do MADE IN CHINA muitos hospitais / clinicas virão a ser questionadas na justiça pelo o óbito .

  2. Também concordo com você Limongi. Uma nova Constituição para que? Para tirar os direitos sociais da Constituição cidadã. Somente falar nessa excrescência, já me provoca arrepios.
    Maus brasileiros com objetivos maldosos, interesseiros e pecuniários insistem na mudança da Carta Magna de 1988.
    É preciso desmascarar a picaretagem em curso.
    Se não bastasse profusão de PECs, que vão desfigurando aos poucos o espírito do legislador da Assembleia Constituinte, querem agora destruir o que a CF de 1988, tem de melhor.
    Esses canalhas não se emendam. Só mudam para piorar o que tem de ruim nas suas almas fétidas.

    • CONSTITUIÇÃO FEDERAL
      1 – os constituintes seriam eleitos;
      2 – Folha corrida limpa; a ser periciada pela PF;
      3 – Ilegível por um período mínimo de 12 anos;
      4 – 03 constituinte por estado;
      5 – Período 02 anos para a nova CF;
      6 – Ouvidoria em todos os estados para que a população possa se manifestar;
      7 – Meios eletrônicos para opinar;
      8 – Salario o mesmo de um senador, sem mordomias ( ajuda de custo, moradia, etc, etc )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *