Brasileiro se degradou completamente na prisão da Indonésia

Marco durante um dos momentos descontraídos na cadeia, quando fingia ser mulher.  (Foto: Rogério Paez / Arquivo pessoal)

Marco andava de sunga e ficava até nu na cadeia

Carlos Newton

Em entrevista a Janaina Carvalho, do site G1, o brasileiro Rogério Paez, que durante cinco anos foi companheiro de prisão de Marco Archer, fez um relato impressionante sobre a degradação moral do traficante fuzilado este domingo na Indonésia. Para suportar a longa pena de oito anos de prisão, Paez se tornou budista e abandonou as droga, mas seu amigo Marco continuou se drogando dentro da prisão, usando cristal de metanfetamina, chamado na Indonésia como shabu-shabu. É uma poderosa droga sintética, que substitui a cocaína e tem efeito semelhante e muito mais devastador. Devido ao sistemático uso da metanfetamina, Marco perdeu quase todos os dentes e estava nitidamente envelhecido.

O pior é que se degradou na prisão e passou a se prostituir para conseguir dinheiro e comprar drogas. “Marco ficava usando aquele negócio lá, a tal da metanfetamina, que é a praga das prisões, e ficava falando a noite toda, contando piada, ficava nu, pegava comida dos outros. No final, ele virou um personagem da prisão. Na hora da contagem todo mundo perguntava: ‘Cadê o Marco?’ Simples, conta um a menos. Ele está em alguma cela” – revelou Rogério Paez, na entrevista à repórter Janaína Carvalho.

As fotos que Paez fez na prisão da Indonésia mostram a degradação de Marco Archer, que andava de sunguinha pelas dependências da penitenciária, fingindo ser mulher.

O uso da metanfetamina fazia com que se mantivesse sempre aparentando alegria e mostrava não acreditar que seria executado. Cinco dias antes do fuzilamento, deu entrevista por telefone a Rodrigo Gallo, da Folha, e disse ter certeza de que seria libertado: “Olha só: quando eu sair daqui, vou até São Paulo e a gente se encontra“, disse ele, que tentava viver  num mundo diferente, espalhando otimismo. Mas a realidade era outra.

7 thoughts on “Brasileiro se degradou completamente na prisão da Indonésia

  1. Quem foi o culpado de tudo?

    Segundo depoimento do Marco, o culpado por toda essa miséria ter acontecido na vida dele não foram as drogas, nem o estilo de vida errado, nem a falta de responsabilidade e de visão de futuro.
    O CULPADO FOI O POLICIAL que o revistou no aeroporto e encontrou a cocaína. Ou, conforme ele mesmo disse, com tom de desprezo pelo policial que, embora fosse pobre,levava o seu trabalho com seriedade: “Meu mundo caiu por causa de um GUARDINHA DESGRAÇADO”.

    Se não fosse pelo guardinha, ele estaria vivendo milionário e se aposentaria com 3,5 milhões de dólares no bolso. -Maldito guardinha!

    Abraços.

    Resumo da vida dele no comentário abaixo.

    http://tribunadainternet.com.br/fuzilamento-do-brasileiro-marco-archer-na-indonesia-este-sabado-viola-pacto-universal-que-aboliu-a-pena-de-morte-no-mundo/#comments

  2. Desculpe-me, CN, mas esse tipo de matéria que, infelizmente, já está sendo explorada exacerbadamente pela nossa “imprensa”, é tudo que esta porcaria de governo deseja: “DESVIAR O FOCO” . Por quê? Porque a “PATIFARIA” continua, nos bastidores, a todo o vapor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *