Brizola, Agnaldo Timóteo e o racismo no Brasil

Antônio Santos Aquino

No primeiro governo de Leonel Brizola, Agnaldo Timóteo teve uma votação espetacular: 600 mil votos. E logo após tomar posse, Brizola fez uma reunião em que analisou os acontecimentos, dizendo de maneira didática como pretendia governar e atender alguns pleitos dos eleitos, no decorrer de seu governo.

Timóteo antecipou a Brizola o que queria: financiamento de 100 mil dólares para montar uma gravadora de discos e 30 empregos para seus cabos eleitorais. Brizola disse que tivesse paciência que ele estava chegando ao governo e não podia entrar em cogitação esse empréstimo.

Timóteo, como todos sabemos, abriu o verbo: “Eu tive 600 mil votos, porra, e exijo o que tenho direito” e mas alguns impropérios. Neste momento, Brizola teria lhe dito: “Fica calado, seu boca suja”. Agnaldo disse a imprensa que Brizola o teria chamado de “crioulo boca suja”. Verdade ou não, é uma tremenda frescura achar que isso é racismo. Se dissesse “crioulo filho da puta”, seria uma ofensa, mas não racismo.

O racismo está na cabeça das pessoas. Mulato, crioulo, sarará, saruê, curiboca, cafuso são expressões usadas pelo povo há séculos. Usos e costumes fazem parte do “direito costumeiro dos povos” e não podem ser confundidos como racismo, no nosso caso de povo miscigenado.

NA CONSTITUIÇÃO

Desde a proclamação da República, nossa Constituição não consagra o racismo. Racistas são os EUA e a África do Sul, principalmente, que em suas constituições estabeleceram o Apartheid, tiveram Ku Klux Klan, Harlem, Cotas Raciais e proibição de casamentos entre brancos e negros.

Se disserem que o “Estado” brasileiro” está longe de dar a seus filhos um tratamento justo eu concordo. Porém acho um exagero essas comparações. Quantos negros tem no Supremo? Isso é outra frescura. Quantas mulheres tem no Congresso? Mais uma frescura. Como é que você vai meter na cabeça de alguém que ele deve ser juiz ou que as mulheres devem ser políticas.

O que deve ser dito é que nossa Constituição, uma das mais adiantadas do mundo, não proíbe nada. Em um país capitalista, não é crime ter dinheiro. Barbosa não é o primeiro negro no Supremo. Em 1902 o primeiro negro foi nomeado para o STF, em 1912 outro. Nilo Peçanha, presidente da República, era mulato.

Exemplo recente: Benedita da Silva, hoje deputada federal, nunca perdeu uma eleição parlamentar. Quando elegeu-se senadora derrotou Saturnino Braga, um renomado político do Rio de Janeiro. Paim, que chama o povo brasileiro de racista, é um mulato que se diz negro (negro é o ministro Barbosa), nunca foi derrotado em eleições em seu estado (RGS) de maioria branca. O resto é frescura.

55 thoughts on “Brizola, Agnaldo Timóteo e o racismo no Brasil

  1. Aquino, certa vez ouvi o Agnaldo Timóteo falar que Brizola perdeu para Lulla a chance de ir para o segundo turno com Collor, pq o deputado pedira para todos os seus eleitores não votarem no Brizola. A diferença de votos entre o segundo e o terceiro colocado no pleito de 1989 fora de pouco mais de 400.000 (quatrocentos mil) votos. Timóteo disse isso lamentando que teria ajudado a tirar da presidência deste país quem realmente estava preparado para a função. Com isso, acrescidos os artistas globais capitaneados pelo Chico Buarque da esquerda caviar, o mollusco farsantis realizou o sonho de Collor de não enfrentar Leonel Brizola em debates públicos. Saudações brizolistas

  2. Bom você voltar a escrever no blog do Francisco Bendl, prezado Aquino. Não diria que só ele que escreve. Mas não perde uma, dando seu longo palpite em todos os temas, a dupla conservadora Bendl, dona Hebe, e maios seu Mauro Julio. Sequestraram o blog para divulgar suas ideis anti-trabalhadores, já que sistematicamente atacam o Partido dos Trabalhadores, ao invés de investirem contra as pessoas desonestas que foram se abrigar no PT.
    Concordo plenamente com seu texto.
    Agnaldo Timóteo, Cesar Maia, se aproveitaram da boa fé do saudoso Governador Leonel Brizola, para depois exibirem sua natureza de traíras.

  3. Wilson, na época do PDT de Brizola, eu até achava graça nesse seu (dele) humor. A realidade é que sem o Brizola, o PDT já não é mais o mesmo. Agora, dos trabalhadores mesmo, só o PT.
    Nunca votei no PT. Sempre votei no Brizola. Mas hoje, não existe outra alternativa para combater a direita fascista, entreguista, representada pelo maldito PSDB, partido do famigerado FHC. A não ser a guerrilha estilo Fidel Castro.

    • PSDB direita? Conta outra…Por que a esquerda insiste em não esquecer, após mais de uma década, o seu legítimo representante socialista FHC? Agora Fidel Castro sim era de direita, mas depois que tomou o poder e eliminou as divergências virou a casaca. Viu que seria mais fácil se manter no poder ($$$) e subjugar os cubanos adotando o comunismo.

      • O Sultão de Higienópolis, lambão que nunca trabalhou na porta da vida, bon vivant que vive ás custas de dinheiro da corrupção de seu -desgoverno se tivesse nascido em Cuba daria um bom prato ao Pelotão de Fuzilamento.
        Seria fuzilado em Praça Pública por TRAIÇÂO E CRIMES DE LESA-PÀTRIA.
        Quem o defende é mil vezes pior que ele…..

  4. Saudações ao ilustre Sr. ANTONIO SANTOS AQUINO, antigo Escritor e Comentarista de nossa boa TRIBUNA DA INTERNET. Concordo plenamente com seu artigo “BRIZOLA, AGNALDO TIMÓTEO E O RACISMO NO BRASIL”. Do ponto de vista Legal, o que vale é o que consta da Constituição Federal. Onde há Apartheid via LEIS, há RACISMO, onde nunca houve como no Brasil, poderá haver DISCRIMINAÇÃO SOCIAL, mas nunca RACISMO LEGAL.
    Discordo do Colega Sr. PAULO SOLON sobre as críticas que fez aos ilustres Escritores/Comentaristas Sr. FRANCISCO BENDL, Sra. HEBE e Sr. MAURO JÚLIO, por serem Conservadores e escreverem frequentemente. Que bom que escrevem bem e frequentemente. Oxalá, o nosso bom T I onLine, tivesse centenas mais desses bons Colegas.
    Eu por exemplo sou Liberal-Democrata NACIONALISTA, da velha linha do Gov. CARLOS LACERDA, defendo um CAPITALISMO DE MERCADOS BEM REGULADO e não vejo dificuldades em defender minhas idéias, criticar as idéias que acho erradas, explicitando ” o porque! “, sem ofensas Pessoais a ninguém.

  5. Sou seu inimigo, prezado “a mente mente”. Se você é da velha linha do Corvo, o governador Carlos Lacerda, conhecido incentivador do golpe de 1964, coveiro da Tribuna da Imprensa e famigerado delator (delatou o jornalista Samuel Wainer, que teve que fugir e fechar o jornal Última Hora), sou seu inimigo declarado.

  6. Engraçado é que se fala muito de direita e esquerda no Brasil. Então pergunto: Qual é o governo que proporciona o maior lucro aos bancos, que as empreiteiras adoram e que o maior plantador de soja do mundo é admirado e referendado? Sim, este é um governo representante da cruel extrema direita brasileira e que é liderado por um ex-presidente que delatava os seus companheiros durante a ditadura militar.

  7. Paulo Solon,
    Não sou sua inimiga, apesar de assim me julgar.
    Fica sendo uma inimizade unilateral.

    Concordo com Caio Efron quando ele classifica FHC como esquerda.
    Sim, ele é. E sequer acredita que o Don Lulone foi o ganso do Tuma, como relata Tuminha no seu livro catarse ou finge não crer.
    É também um grande acobertador do apedeuta, faz uma oposição tão soft que é quase nula. Sempre justificando as sandices de Lula como se fossem “peraltices” infantis e não canalhices de um burro velho…
    O ex-presidente em exercício já deveria estar fora de páreo não fosse aquela fatídica noite em que, a mando de Lula, Pallocci e Bastos foram procurar FHC para que colocasse panos quentes no movimento de impeachment que estava em andamento.
    Assunto muito bem documentado na internet e trazido à baila aqui mesmo na Tribuna por Jorge Brennand no dia 10 de maio de 2012… Se quiserem recordar é só clicar:
    http://www.tribunadainternet.com.br/?p=37710

    E também graças ao FHC temos a maldita reeleição que ajuda os esquerdistas a se manterem no poder, fazendo do primeiro mandato uma ante-sala de preparativos para o segundo.

    Fidel era tão de direita que recebeu apoio formal e explícito dos USA para tirar o ditador Fulgêncio Batista do poder. Temos fotos na internet onde ele aparece colocando flores no mausoléu de Lincoln, que odiava o comunismo, só para lembrar. Fidel Castro conduzia de maneira desenfreada a revolução e seus amores ( foto: Hulton Archive / Getty Images)
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/mao-tse-tung/

    Ele e o médico psicopata Che se odiavam cordialmente, qualquer um sabe disso. Ainda temos amplo acesso a esses documentos, por enquanto. É só buscar na internet.
    Obviamente para se perpetuar no poder muito melhor se tornar um esquerdista e receber apoio da URSS. E foi o que fez. Fidel queria o poder eterno e hoje, já senil, não larga o osso.

    Quanto ao apoio à ditadura já coloquei aqui no blog que todas as manchetes de jornais do Brasil, inclusive a da Tribuna da Imprensa, teciam loas à ação dos milicos e chamavam Goulart de golpista comunista dentre outros adjetivos mais depreciativos.

    As manchetes já foram por mim publicadas, mas novamente cá estão neste link, para quem quiser ver. Todas publicadas pela própria esquerda:
    http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/As-manchetes-do-golpe-militar-de-1964/4/15195

    • Grato, senhora.
      Eu não tinha dito que sou seu inimigo. Mas como já tive sério atrito com o gaúcho, tendo ele ultimamente destorcido o que escrevi, resolvi não mais ser apenas seu adversário. O mesmo ladrão só me rouba uma vez.
      Apreciei seu gesto de conciliação. Muito grato. Entendo perfeitamente suas razões. Acho até que aprendo também com a senhora.
      Esclareço que sou um homem sem convicções. Considero toda convicção uma prisão. Já escrevi aqui que nem sempre concordo no dia seguinte com o que formulei na véspera. Se não sou submisso às minhas próprias ideias, fica difícil me submeter às dos outros.
      Com grande afeto, agradeço dona Hebe.

    • Quanto ao bravo Fidel Castro, jamais declarei que ele era bonzinho, santo, ou imaculado. Quebrou muita gente, é certo.
      Tenho uma amiga bibliotecária na Orange County Library, Flórida, que é cubana. Disse-me ela que Camilo Cienfuegos pereceu de um desastre aéreo. Que o desastre foi uma armação de Fidel. Não tendo base para arguir, ou contestar, apenas registrei a informação. Como registro agora as que a senhora Hebe envia.
      Afinal, existe um ditado segundo o qual “não se faz um omelete sem quebrar alguns ovos”. E outro que diz: “o povo aumenta, mas não inventa”.

  8. Seu Caio Efrom, o senhor dizer que Fidel Castro era de direita é exibir seu desconhecimento sobre a verdadeira história da Revolução Cubana.
    Fidel Castro foi educado em um ambiente rígido que incluía treinamento rigoroso no “Colegio de Belén”, dirigido por Jesuítas. Depois de se graduar com os Jesuítas, Fidel Castro se matriculou na Universidade de Havana, da qual obteve graduação em direito.
    Naquela época a supracitada universidade já era leito de reformas radicais e de socialdemocracia representada pelo Partido Ortodoxo, e logo o jovem Fidel começou a se destacar por sua eloquência e por seus discursos eletrizantes em oposição ao corrupto ditador Fulgencio Batista, que era apoiado pelos Estados Unidos.
    Não satisfeito com meras palavras de oposição, Castro liderou um assalto às barracas do exército de Moncada, quartel do governo, em 26 de Julho, 1953. O assalto falhou em se apoderar do armamento de Moncada, mas subitamente propeliu o jovem radical em direção à proeminência nacional. Preso, Castro foi processado por sua ação, declarado culpado, e sentenciado a 15 anos de prisão.
    Uma anistia foi dada em 1955, como parte da tentativa de Batista para se reconciliar com a ala esquerdista da nação. Castro, que pertencia a essa ala com grande proeminência, foi libertado após haver servido 2 anos.
    Castro era da esquerda desde seus tempos na Universidade de Havana. Ele não abandonou a ideia de liderar uma revolução, mas não era ingênuo para ser novamente preso por algum ato de futilidade. Assim, logo que foi solto, ele se mandou para o México em um exílio auto imposto. No México ele fundou o Movimento 26 de Julho, dedicando-se integralmente a criar revolução em Cuba.
    Eu gostaria de saber em que fase da vida de Fidel Castro falam essa besteira de que ele foi da direita.
    Enquanto Castro ainda estava no México, a Cuba de Batista se viu a braços com uma insurreição, culminando com grande vitória dos insurretos em Matanzas, logo a seguir, com grande dificuldade, suprimida pelas forças governamentais a 29 de Abril de 1956. Em novembro daquele ano, Castro e mais 81 seguidores, incluindo o carismático Che Guevara, seu irmão Raul Castro e Camilo Cienfuegos, se agruparam na província de Oriente, a 30 de Novembro de 1956. Castro fez circular a 2 de Dezembro a falsa notícia de que ele havia sido morto. Na realidade, ele e seus companheiros estabeleceram uma base nas montanhas da Sierra Maestra, o que foi considerado grande ato de estratégia. De Sierra Maestra, Castro planejou e articulou diretamente uma altamente coordenada e extraordinariamente bem sucedida guerra de guerrilha. Sua tática maoísta de atacar e correr estabeleceu contínua pressão ao crescentemente impopular governo de Batista, de 1957 a Outubro de 1958, quando Castro e seus seguidores abandonaram a guerrilha maoísta em direção a uma ofensiva muito bem coordenada.
    Castro conhecia o momento certo de agir. Ele não atacou até que soube que Batista estava enfraquecido. Tendo perdido drasticamente seu campo de ação, o ditador deixou o país no Ano Novo de 1959, e Fidel Castro ocupou Havana a 8 de Janeiro.
    A administração do presidente Eisenhower só então é que percebeu que o governo de Batista não mais era viável, resolvendo aderir à revolução cubana, que era de esquerda.
    Todos sabem o resto da história.
    Gostaria de saber quando o genial Fidel Castro foi da direita.

  9. Flavio José Bortolotto escreveu:
    “Eu por exemplo sou Liberal-Democrata NACIONALISTA, da velha linha do Gov. CARLOS LACERDA, defendo um CAPITALISMO DE MERCADOS BEM REGULADO e não vejo dificuldades em defender minhas idéias, criticar as idéias que acho erradas, explicitando ” o porque! “, sem ofensas Pessoais a ninguém.”

    Cresci numa família janguista e getulista. Sequer assistíamos ao programa do Flávio Cavalcanti, pois este era lacerdista. Via detalhes deste programa na casa do meu vizinho, cujo pai, um professor de Matemática e Desenho Geométrico, era defensor ferrenho do grande orador Lacerda.

    Minha irmã mais velha era lacerdista, dando motivos a amplas discussões políticas.
    Hoje, já adulta e amadurecida, percebo as maravilhas que Lacerda realizou em nosso antigo Estado da Guanabara.
    Quando passeamos pela bela Lagoa Rodrigo de Freitas, nosso cartão postal, nunca nos lembramos de agradecer a Carlos Lacerda. E tal espaço se tornou possível ao lazer público de hoje devido à visão de colina daquele homem. Não fosse ele, tomando medidas impopulares e impedindo a favelização da região, teríamos mais uma Rocinha.

    Conheci poucos lacerdistas, infelizmente, E aproveito o ensejo para parabenizá-lo por sua postura política corajosa e nada titubeante, Sr Bortolotto.
    Até hoje não foi feita justiça àquele grande jornalista e governador que tivemos, que se frustrou com a Revolução/Golpe ou contragolpe de 1964.

  10. Solon,
    Pensei que tu tinhas me enganado!
    Imaginei que havias mudado a tua forma de escrever, pois ultimamente mais sensato, cordial, aceitando os debates e, claro, seguindo as tuas convicções.
    Errei.
    Tu és o escorpião, aquele da fábula com o sapo que, mesmo te mostrando solícito, educado, aproveitas e picas os que te tratam com consideração, pois esta é a tua natureza, desgraçadamente!
    Deixei-me levar pelas circunstâncias, esquecendo o quanto és contra os militares, sendo um da reserva;
    Sempre disposto a pegar em armas, afirmando que és um nacionalista mas, certamente, desertarias se tivesses de lutar contra Fidel Castro;
    Detestas os Estados Unidos, mas resides naquele país;
    Enalteces os grandes genocidas da História confundindo-os como se fossem “líderes”;
    Abominas as ditaduras de direita, mas partidário das de esquerda e os crimes por elas cometidos ao longo da História;
    Conhecido como ateu em razão que assim te identificas, mas é aquele que mais escreve sobre o Deus;
    Defensor do comunismo, paradoxal e contraditoriamente resgatas a figura de Cristo, afirmando que Ele foi o seu fundador, então te tornas um crente;
    Recebes os abraços que gentilmente te envio e os manda de volta, para depois me ferroares deste jeito, de surpresa, mediante acusações falsas e destituídas de qualquer sentido;
    Teceste um comentário elogiando o autor do artigo, Amério Nunes, que escreveu, “É lamentável que alguém trate como “inimigo” quem dele discorde”,e, no entanto, a declaração que diriges ao Bortolotto é ode à contradição, ao contrassenso, além de exagerada e sem qualquer credibilidade;
    Acusa-me de ser antitrabalhador, uma infâmia, mas evitas propositadamente – ou seria covardemente? – que são nas gestões do Partido dos Trabalhadores, era Lula e agora da dona Dilma, que os bancos mais lucraram na sua história. Que temos a mais alta carga tributária do mundo. O Imposto de renda é insuportável para este mesmo trabalhador;
    Este partido que te alvoroças todo em defender, ofendendo gratuitamente a mim e alguns frequentadores deste espaço democrático, permitiu o AUMENTO DO ANALFABETISMO para aqueles que mentirosamente se diz representante: os trabalhadores;
    O Partido dos Trabalhadores, cujo governo é desta agremiação, oferece em holocausto os trabalhadores à violência urbana explícita, deixando-os à mercê de ladrões, traficantes, assassinos, bandidos, milícias, sem se preocupar com a segurança e tranquilidade no caminho de ida ao trabalho e vinda para suas casas;
    O PT se preocupa tanto com os trabalhadores, que não se importa como eles são transportados pelos coletivos, trens, os pontos de ônibus, as estações, se oferecem segurança e conforto aos usuários;
    A Saúde Pública é tão criminosamente negligenciada pelo Partido dos Trabalhadores, que morrem trabalhadores em filas à espera de atendimento;
    O Partido dos Trabalhadores é tão comprometido com os trabalhadores brasileiros, que investe bilhões em Cuba, proporcionando trabalho aos cubanos, enquanto áreas de fundamental importância no Brasil são postas de lado;
    Por outro lado, não sequestrei blog algum, pois não tenho o menor controle sobre o mesmo, e sabes disso;
    O primeiro parágrafo do teu texto é típico de quem ataca à espreita, à espera da presa, exatamente como os sequestradores do passado agiam, e que hoje alguns deles estão no…PT! Não tenho, portanto, este conhecimento específico;
    A tua última frase revela por inteiro quem és, Paulo Solon, que se diz partidário petista e o defende dos meus “ataques” no início do teu comentário, mas enalteces Brizola, que foi arqui-inimigo do PT, e não aos petistas, que o líder trabalhista definiu Lula de, “o sapo barbudo”.
    Conclusão:
    Levando em conta as tuas incoerências, contradições, falsidades, aleivosias, a tua especialidade está escancarada na tua própria natureza conforme defines Timóteo e Maia porque deles és um de seus companheiros:
    Tu és um TRAÍRA por excelência!

  11. Jé expressei sob minha concordância com o que Aquino escreveu.

    Obrigado Flávio José Bortolotto, mas sou liberal. Conservador até posso ser no que diz respeito às instituições que garantem a democracia.
    Nunca fui a favor do golpe, mas a Tribuna da Imprensa foi e não tenho certeza se já pertencia a Hélio Fernandes.
    Até copiei e colei a manchete da Tribuna apoiando a derrubada de Jango.
    Meu político preferido sempre foi Leonel Brizola.

    Quanto ao almirante que diz ser meu inimigo, está cometendo uma redundância, pois, se ele sempre se declarou a favor de ditaduras, logo é um inimigo da humanidade.

    Mas meu negócio mesmo é o ceticismo, que se fundamenta em “a mente mente”. Por essa e outras sou radicalmente contra aquilo que ela cria: ideologias ou religiões, principalmente aqueles que já se declararam que querem o poder absoluto no planeta.

  12. Sou teu adversário, Bendl. Apenas retribuo o abraço que envias.
    Não concordo com qualquer de suas ideias. Claro que não lutaria contra Fidel Castro. Saia um pouco do Brasil para arejar sua mente. Até o atual presidente dos Estados Unidos, país que amo e admiro, saiu de seu lugar para cumprimentar o Sr. Raul Castro, por ocasião do funeral do socialista Mandela. Amo os Estados Unidos, mas amo mais o meu Brasil.
    Foi aí no teu Sul, aliás, que surgiu o movimento separatista “O Sul é Meu País”.
    Continue amando “O Sul é Teu País”. Contra isto, eu lutaria! E mataria.

    • Explicas desta forma o teu ódio às FFAA:
      Devias ser detestado pelos teu colegas oficiais, que viam em ti a má educação, o desrespeito, a inveja e conceitos deturpados.
      Mais a mais tu não és inimigo de ninguém, finges, apenas, como tem sido os teus comentários, meramente textos sem sentido, demonstrando uma pessoa sem referências, princípios e valores, além de apelar desta forma infantil e condenável para um sexagenário e oficial da reserva, ofendendo a minha mãe, que não vale a pena eu me rebaixar a este ponto para te responder à altura, que não haveria, lógico, em razão desta baixeza.
      Por outro lado, escreveste que eu opinava em demasia e, no entanto, me copias?
      Que poço de contradição que és, Solon, perdido neste tiroteio a esmo que praticas, pois os teus cursos militares devem ter sido originados em brincadeiras com o Forte Apache, naturalmente americano, claro.
      E se tu tivesses a pequena tarefa de verificares os teus textos, verias o quanto declaras o teu ódio aos americanos e, agora, afirmas amar os Estados Unidos e o admiras!
      E matarias brasileiros, mas deixarias impune o genocida e assassino Fidel Castro!
      Paro por aqui porque estou gastando pólvora em ximango, como se diz no meu Sul nacionalista, brasileiro por opção, que significa eu desperdiçar esforços, sem proveito nenhum.

          • Olha, Solon,
            Quem dera que tu tivesses sido um subalterno como fui, e não este oficial da Marinha grotesco e que não valoriza o seu posto, ao contrário, o despreza e compromete a Arma que serviste dessa maneira abjeta, deplorável, e entreguista!

          • Quem tem a obrigação de cuidar da “tua velhinha” és tu.
            Nego-me a cumprir com a tua tarefa ou, por acaso, era assim que fazias na Marinha, transferindo tuas responsabilidades para outros?
            Vai lá, filho desnaturado, atender quem te trouxe ao mundo para hoje tu a estares insultando dessa maneira mal agradecida quem te deu carinho e atenção.
            Assim, cada vez mais fazes jus à definição que te dei de TRAÍRA!

  13. Pois então caro Solon, Castro era mais um “filhinho de papai” abastado que estudou no melhor colégio de Cuba, fez sua graduação em direito na Universidade de Havana, considerada, na época, de excelência e mantinha excelentes relações com os EUA até 1961 e grandes empresários cubanos patrocinaram sua guerrilha, como os Bacardi e Júlio Lobo. Seu irmão Raul e Che eram simpatizantes comunistas, não Fidel. O “grande amigo” de Fidel, Herbert Matthews, jornalista do New York Times, o descrevia como nacionalista e democrático (claro sempre existe a hipótese certeira do socialista ser um mentiroso contumaz ou mau-caráter). Dentro do próprio 26 de Julho, existiam anticomunistas. Palavras de Fidel sobre Fulgêncio: “Qual é o direito moral que o senhor Batista tem de falar em comunismo, quando ele era o candidato presidencial do Partido Comunista nas eleições de 1940, quando seus slogans eleitorais se escondiam atrás da foice e do martelo, quando meia dúzia dos seus atuais ministros e colaboradores confidenciais são importantes membros do Partido Comunista?” (Em 3 de julho de 1956). Em entrevista ao Matthews, palavras de Fidel: “Eu não concordo com o comunismo. Nós somos democráticos. Somos contra todo tipo de ditadores. É por isso que somos contra o comunismo”. Palavras de Huber Matos, um dos da Sierra Maestra: “O irmão dele, Raúl, e Che que eram marxistas. Fidel cedeu à influência deles porque percebeu que o comunismo era um bom meio de controlar o poder de Cuba e eliminar adversários.” O que era uma revolução democrática se tornou marxista-leninista, sem o aval do povo cubano, enganado mais uma vez! Ok, poderíamos dizer que ele não era de direita, mas para quem acha que o PSDB é de direita, como o sr., diante destes fatos Fidel Castro era um direitista-extremo!Se ler o excelente artigo do Hélio Fernandes (testemunha ocular) poderá se informar um pouco melhor: http://www.tribunadainternet.com.br/?p=11525. Por fim, o que se sabe hoje é que os Castro são os maiores capitalistas de Cuba…

    • Fidel não era idiota de se declarar comunista. Mas você não entendeu? Nem sempre a verdade deve ser declarada. Não entendeu que ele mandou espalhar que tinha sido morto? Você não entende que na guerra existem falsas informações?

      • Pois é, enganou os inimigos, os amigos (que o diga Hubert Matos e o “exportado” Che) e todo o povo da ilha, que acreditava que estava entrando em um democracia e virou isto que é hoje…

  14. Prezados,
    Sou conservadora.
    Conservo e não abro mão dos meus direitos democráticos.
    Adoro ter liberdade de ir e vir, de ler e me expressar.
    E não suporto ver venerados aqueles ídolos de barro, sanguinários, hipócritas – corruptos, corruptores, e/ou coniventes com a corrupção – que colocariam tudo isso a perder.

    • Também sou conservador, dona Hebe. Mas não dou muita importância à democracia, que é o meio que os bandidos possuem para ocupar o poder e roubar. Aliás, quando cursei a Escola Naval, o juramento não era para defender a democracia, mas defender o Brasil.
      Quanto à liberdade de locomoção, concordo com a senhora.

  15. Caio Efron obrigado: Você não comete nenhum erro ao dizer que Pedro Lessa e Hermenegildo de Barros Ministros do STF eram negros. Alguns escritores assim afirmam. Na realidade eram mulatos. Procurando nos anais é possivel constatar o que disse. Lamentavelmente não tenho na memória em qual livro de escritor famoso li. Mas, é possível que depois que eu me restabelecer, assim espero, possa encontrar o livro. É um livro antigo que eu devo ter lido há uns 50 anos. Vou mandar os meninos procurarem na bagunça que está lá em casa.

  16. Caro Bendl,
    Tenho um colega de turma, que mora e trabalha em Nova York há 25 anos.
    Ele era adventista do sétimo dia, extremamente rigoroso em seus dogmas.
    Depois mudou. Se envolveu no MR8, lutou, pegando em armas e teve que fugir.
    Conseguiu, através da influência de sua família adventista, fugir para os EUA.
    Hoje trabalha num hospital no Brooklin. Diz não ter amigos, que por lá é impossível fazê-los, pois só há negros (??!!) e sul americanos (?!) idiotas e desinformados por perto, que sempre se aproximam desconfiados etc e tal.
    Ama o Lula – mas não quer voltar para cá – diz ser o grande presidente que todos esperavam (o nosso salvador) e que tirou o Brasil do atoleiro (??!!).
    Acredite, ele diz toda essa baboseira. Difícil ouvi-lo.
    Com essa postura entende-se que não é fácil ser seu amigo nem aqui, nem em lugar nenhum no mundo.
    É um poço de contradição e ódio.

  17. Rodrigo de Carvalho, Timóteo é um cantor respeitável, vem de longe. Eu o conheço desde o tempo em que tinha o apelido de “Caratinga”. Vivia ali na Cinelândia e adjacências, até empregar-se como motorista de Ângela Maria e logo a seguir apareceu como cantor e foi para as alturas. Quando Brizola chegou do exílio, Timóteo era cantor consagrado. Então era o mais conhecido de todos os candidatos e elegeu-se com uma montanha de votos. Agora veja a realidade: Timóteo brigou com Brizola e saiu do PDT e foi disputar a prefeitura tendo como vice o deputado Rubens Medina. Teve míseros 50 mil votos. Quem tinha voto mesmo era Brizola. Se você disser que Brizola foi o político mais roubado nas eleições, eu acredito. É só lembrar que Golbery além de tomar-lhe a sígla do PTB, infiltrou muita gente no PDT para desestabilizá-lo, além das eleições roubadas e á tentativa de roubo no escândalo da Proconsult.

  18. Paulo Solon é mesmo muito infantil. Não sabe debater ideias, e portanto parte logo para ataques pessoais.

    Mas tais atitudes apenas depõem contra ele próprio, pois os comentaristas deste democrático blog percebem instantaneamente esses desvios.

  19. Paulo Solon tem um comportamento muito agressivo, destila ódio.
    Jamais debate ideias, parte logo para golpes baixos, atacando quem divirja de suas opiniões.
    Não me importo com o que ele pensa de mim. Não sou sua inimiga.
    Não os tenho, graças a Deus. Ele que cultive sozinho sua lavoura de “inimigos”.
    Mas sua postura grosseira com nosso querido Francisco Bendl é covarde.
    Ataca um dos mais brilhantes comentaristas da Tribuna – sempre digno e polido – que expõe suas ideias com clareza e objetividade, com rudeza e violência verbal.
    Abominável.

  20. Senhores,

    Pelos comentários, parece que os pensadores do Brasil ainda não saíram da década de 60.
    Parece que ainda tem gente mandando carta para a Alemanha Ocidental e outros para a Alemanha Oriental.
    Já pensou se os alemães tivessem o mesmo ponto-de-vista deste espaço? Até hoje estariam debatendo, ideologicamente, para qual lado do muro seriam derrubados os destroços de concreto! E o resto do mundo evoluindo…

    Vai ver não saíram mesmo, o que explicaria o nosso atraso…

  21. Cara Hebe,
    Li recentemente um artigo abordando o ódio que as pessoas sentem pelas outras através da Internet!
    Inexplicável e injustificável.
    Anos atrás, quando sequer se imaginava esta comunicação eletrônica – o telefone era raro alguém tê-lo em casa -, não se lia tantos impropérios nos jornais e revistas, os veículos de comunicação à época.
    As redes sociais,lamentavelmente, se tornaram fontes de raiva, invejas, ódios, palavrões, ofensas, intrigas, mentiras, falsidades, anonimatos, personalidades doentes, caráter deturpado…
    De certa forma reúne aquilo que o ser humano tem de pior: quando ele se mostra como efetivamente é!
    Na tentativa de manter este blog sadio, colaborar para que o nível se mantenha elevado, que seus leitores e frequentadores vejam o quanto é diferente da maioria, faço questão de elogiar o trabalho do Newton e dos textos da maioria dos comentaristas porque se enquadram neste objetivo de haver um espaço democrático e, ao mesmo tempo, de acordo com as pessoas que não querem dividi-lo com agressores, ofensores, mal educados, gente que desconhece urbanidade, civilidade e sociabilidade.
    Uma pena que elas não se deem conta do desserviço que pregam desta maneira, de como se expõem nos seus defeitos e limitações, e de suas irracionalidades.
    Uns e outros que me agridem não vão me tirar do blog, salvo decisão do mediador ou, então, a da maioria dos comentaristas que exigisse que eu saísse da Tribuna.
    Ora, na razão direta que eu não ofendo as pessoas e gratuitamente, não li até hoje alguém que escrevesse pedindo ao Newton que eu me retirasse ou fossem deletados os meus escritos, portanto, sigo na trilha que considero correta e porque se trata do meu pensamento.
    O comentário acima foi mais uma pedra no caminho, facilmente de ser contornada porque pequena, sem consistência, leve, inexpressiva. Mais um pedregulho que um paralelepípedo.
    Um abraço, Hebe.

  22. Caro Francisco Bentl,

    Este espaço tem uma coisa interessante: ao contrário da vida real, quando primeiro vemos a embalagem, aqui as pessoas se conhecem de dentro para fora… pelo avesso…

    Quando vemos a publicação de um dos participantes, quase que sabemos que ponto de vista ele defenderá. Se a leitora for dotada de certa “empatia” (as mulheres têm essa capacidade mais desenvolvida do que o homem), quase será possível dizer se o autor do texto se esqueceu de tomar o seu Lexotan diário!

    O LADO BOM é que não precisamos de máscaras.
    O LADO RUIM é que nem sempre o que temos atrás das máscaras é, necessariamente, mais bonito do que a máscara.

    Abraços.

    • Prezado Francisco Vieira, Brasília – DF,
      Certamente a grande facilidade de se escrever para um blog é que não somos vistos.
      As feições geram instantaneamente ao vê-las, simpatia, antipatia ou empatia.
      Em se tratando de textos, a característica dos frequentadores mais visível é a coerência, seguida de posições políticas, sociais e religiosas.
      A Tribuna da Internet possibilita que constatemos as pessoas que não se mantém em linha reta, que se desviam, usam de variantes, alteram o caminho original, e querem depois retomar a trilha e do mesmo jeito que a deixaram.
      Ledo engano.
      Uma vez perdidas, dificilmente vão se achar novamente no rumo da coerência, das mesmas posições que defendiam, a postura que haviam mostrado inicialmente.
      Temos tido alguns exemplos dessa inconstância no blog. Nada sério, mas desagradável.
      Hoje foi diferente:
      Agradável, mas muito sério!
      Agradável porque vimos mais uma demonstração explícita de revelação de uma personalidade a respeito do quanto ela se mantém presa, oprimida que, ao se rebelar, solta os seus demônios querendo ser ela mesma, autêntica, legítima, livre de suas frustrações, ódios e revoltas internas;
      Sério porque para conseguir expulsar seus fantasmas não encontra outra maneira que não seja menosprezando as demais pessoas, ofendendo-as, agredindo-as, como se fossem elas as suas inimigas verdadeiras, e não o próprio fustigado pelas suas assombrações e delírios, mente confusa e atribulada por uma vida ainda instável e carregada de ódio ao se defrontar com as naturais diferenças de idéias e conceitos.
      Sem argumentos convincentes e sabendo não ser dono da verdade e a razão lhe escapando por entre os dedos, perde a cabeça, e mostra exatamente como é, sem truques, sem maquiagem, apenas um indivíduo carente e isolado porque antissocial, autoritário, prepotente e arrogante.
      Definitivamente as guerras ou inimigos não são vencidos assim, mas por atitudes, coragem e valentia, e enfrentando-os cara a cara, e não por intermédio de recados ou mensagens desaforadas, tipo criança quando fica “de mal” com a outra, exclamando;
      – Não brinco mais contigo. Não falas mais comigo!
      Em parte salta aos olhos também a imaturidade, que não quer dizer que, mesmo entre os idosos, ela seja garantia de ser encontrada na velhice.
      Tivemos outro exemplo desta afirmação hoje e neste espaço.
      Um abraço, Xará.

  23. Parabéns ao Antônio Santos Aquino, pelo esclarecedor artigo. A maioria
    do povo brasileiro, é miscigenado, e acredito que daqui a algumas centenas
    de anos não teremos mais negros puro, devido a miscigenação crescente.
    Quem está criando a divisão de raças, é o PT criando cotas para negros, por ser
    mais barato do que investir em educação básica para todos.
    Um partido que tudo de ruim que FHC fez, deu continuidade e ainda acrescentou ,
    como: a entrega de grandes áreas de terras no Amazonas, a qualquer um (brasileiro
    ou estrangeiro), podendo ser explorado por 40 anos e prorrogado por mais 40 anos,
    a assinatura do acordo que dá as tribos indígenas autonomia política administrativa etc
    colocando em risco a segurança nacional, é um partido entreguista.
    O PT, enquanto dá uma esmola para o miserável, enquanto arrocha os aposentados,
    dá um banquete para os banqueiros e multinacionais. Não raro no PT, aparece denúncia
    de corrupção, chegou-se a 39 ministérios para dar emprego a companheirada e base
    aliada. A ideologia que o PT tinha, não mais existe. Hoje o PT é um partido de oportunistas.
    Na primeira eleição do Lula, eu cai na conversa do PT e votei no Lula. Errei.

  24. Prezado Sr. Aquino… Parabéns pelo seu “texto” formado por vc …direcionado somente a vc…
    com idéias sobre RACISMO e racistas malditos…com sua única visão unilateral deste assunto.
    Portanto meus parabéns pelo “texto primoroso” e pontual sobre o racismo nesta Sociedade.

    Pelo que notei ..és um ancião tens todo meu respeito pois minha mãezinha tb é uma anciã…
    por isso lhe respeito e jamais vou lhe dirigir palavras impróprias.

    Mas..lhe faço como venho fazendo questionamentos pontuais sobre a nossa sociedade
    Racista..Mas o nobre pelo que vejo vai sempre abraçar suas ” ponderações” do tipo que descrevo abaixo:
    …” racismo está na cabeça das pessoas. Mulato, crioulo, sarará, saruê, curiboca, cafuso são expressões usadas pelo povo há séculos. Usos e costumes fazem parte do “direito costumeiro dos povos” e não podem ser confundidos como racismo, no nosso caso de povo miscigenado…”

    ou, pérolas tipo:

    ” Desde a proclamação da República, nossa Constituição não consagra o racismo. Racistas são os EUA e a África do Sul, principalmente, que em suas constituições estabeleceram o Apartheid, tiveram Ku Klux Klan, Harlem, Cotas Raciais e proibição de casamentos entre brancos e negros.”

    Qual argumento que pode contrapor passagens tão “iluminadas de saber lógico” ?

    Como botar na cabeça de um ancião com mais de 70 anos que o pior Racismo ..não foi o que ocorreu
    nos EUA ..ou na Africa do Sul (apoiada pelos dólares e libras esterlinas da Grã Bretanha )… MAS
    O QUE OCORREU E AINDA OCORRE NA SOCIEDADE BRASILEIRA…Como enfiar uma verdade deste
    naipe na mente de um ancião que por pura bizarrice insiste em escrever pérolas tão pontuais que
    acima destaquei ?

    Será teimosa em não querer aceitar a dura realidade do racismo em nossa sociedade ?

    Existe uma adágio que diz : Contra a lógica não há argumentos. O Sr. Aquino, ACEITA este
    adágio..ou não…

    Mas lhe digo Sr. Aquino longe de querer lhe ensinar lógica…afinal a sua idade é pontual…

    Que é muito mais dificil lutar e derrotar um inimigo que não se pode ver… Ou vc pensa que
    Os precursores dos direitos civis dos Negros nos EUA … tinham lá um racismo como o nosso ?

    Não prezado..Lá o Buraco foi mais Visivél ..lá a situação foi mais às claras e portanto foi
    muito mais fácil lutar do que ficar “caladinho..aceitando em seus morros e favelas o que o sistema
    estava lhe dando para sambarem em sua inutéis escolas de samba e maracatus…” Como fizeram
    aqui no Brasil.

    Mas vamos em frente…com essa chaga..maldita em nossa sociedade que não vai acabar por que
    os NEGROS ..daqui ..estão muitos “satisfeitos” com a sua “miscegenação fabricada e induzida”
    com o apoio dos engôdos do tipo “ópio” que é as escolas de samba …

    é o que penso..

    YAHWE SEJA LOUVADO…SEMPRE …

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

  25. Prezado Paulo Solon,
    Acho que aqui todos sabem que você é uma pessoa inteligente, deve ter lido algumas centenas de livros, grande leitor até de obras complexas como Karl Marx (quantos leem e entendem O Capital?), grande leitor da bíblia, conhecedor do cristianismo, Islamismo e religiões orientais, grande conhecedor da história do Brasil (ao menos de Vargas até os dias de hoje), deve conhecer países do primeiro mundo e até arisco a dizer que você deve ter um bom domínio de todo o conhecimento humano. Enfim, Você é o cara!
    Mas, não sei se é minha impressão, talvez seja, sinto que você tenta demonstrar uma superioridade intelectual neste blog. É como se você fosse proprietário de uma Verdade e quisesse que ela valesse para todos.
    Ou então você só quer causar polemica para apimentar mais a sessão de comentários, porque quanto mais melhor.
    O Francisco Bendl não precisa da minha pessoa para defendê-lo, pois sei que sua inteligência e com seu conhecimento de causa sabe muito bem dar uma resposta à altura aos seus oponentes.
    Mas vou ter que dizer o seguinte: O Francisco Blend já publicou aqui que só estudou até o 2º Grau, mas nota-se que ele escreve bem, tem um grande conhecimento sobre os assuntos aqui abordados, sabe se defender sem ser rústico, tem argumentos para mostrar os erros que o Marxismo causou ao mundo etc.
    Tanto sim que, assim como textos e comentários do Paulo Solon vira post, o mesmo acontece com textos e comentários do Francisco B.
    Arisco a dizer que o Francisco B. está entre os 10 comentaristas deste blog que o C. Newton não gostaria de perder. Assim como o Flávio José Bortolotto, Paulo Solon e outros.
    Olha Francisco Blend, eu queria ter 50% do teu conhecimento geral.
    Principalmente este teu conhecimento sobre Capitalismo versus Socialismo, porque o socialismo não deu certo…
    Gosto quando você escreve sobre a decadência do socialismo e o mal que esta ideologia causou (100 milhões de mortes) ao mundo.
    Lembro-me que nos anos 80 nos barzinhos meus amigos socialistas de copo batia na mesma tecla: – Ah, mas na União Soviética ninguém passa fome, não existem analfabetos em Cuba, os EUA é o câncer do mundo…
    Nos dias de hoje (fora a ditadura soviética que não mais existe) eles falam coisas parecidas: – Os melhores médicos do mundo são de Cuba, Hugo Chávez fala grosso com os EUA, agora com Lula/Dilma o Brasil é um país respeitado…
    Não é um saco se ouvir estas bestagens a todo o momento?

  26. Caríssimo João (O mais Instruído de Todos),
    Fiquei emocionado com o teu comentário.
    As palavras que mais nos tocam são as simples e não as rebuscadas, muito menos as agressivas.
    Foste de uma felicidade ímpar ao escreveres de forma tão singela sobre os comentaristas deste blog incomparável, que são pessoas do teu nível, índole e estirpe, que determinam que este espaço democrático seja também assim reconhecido.
    Obrigado pelo apoio.
    Grato pela tua consideração à minha pessoa.
    Percebo que a minha limitada capacidade intelectual incomoda uns e outros que fizeram faculdade, dando a entender que este não é o meu lugar, em razão das agressões explícitas querendo a minha retirada, afora as calúnias e rótulos condenáveis.
    A minha mãe, morta em 1971, aos 42 anos, foi ofendida por um oficial da Marinha Brasileira no blog, e tendo curso superior, portanto, uma pessoa muito acima do meu nível, que tenho apenas o Ensino Médio e taxista!
    Olha, meu inteligentíssimo João, ler besteiras a respeito de políticos e políticas é uma coisa, agora, ler asneiras em defesa deles é absurdo!
    Muito pior são as ofensas pessoais, e dirigidas aos nossos familiares!
    Bom, que agiu dessa maneira torpe e desequilibrada, denomina-se “esquerdopata” e “petralha”.
    Não acredito que mesmos esses radicais agredissem a mãe de seus opositores, pelo menos em vários debates e discussões que tive com sectários petistas, JAMAIS QUALQUER

  27. As ofensas racistas a Márcio Chagas da Silva foram muito além das bananas encontradas pelo árbitro no seu carro , depois da partida entre Esportivo e Veranópolis, na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, na noite da última quarta-feira. Ele relatou em súmula uma série de ofensas proferidas pela torcida da casa antes e durante o jogo na Serra Gaúcha.

    De acordo com o texto redigido pelo árbitro, a conduta dos torcedores foi muito hostil desde a sua chegada ao estádio.

    – Estes (torcedores) proferiram as seguintes palavras enquanto nos dirigimos ao vestiário da arbitragem: “Volta para a selva, seu negro, macaco, ladrão safado, imundo. Temos que matar todos vocês, seus negros sujos. Márcio Chagas, tu é a escória do mundo, seu lixo, mal-intencionado” – diz um dos trechos do texto.

    Após os insultos racistas, Márcio Chagas se dirigia até o seu carro para deixar o estádio e encontrou bananas em cima de seu veículo, que também foi depredado.

    O procurador Alberto Franco ofereceu denúncia contra o Esportivo na última sexta-feira, e o julgamento deverá ocorrer ainda esta semana.

    com GloboEsporte

  28. Antônio Santos Aquino, já que ser chamado de negro, crioulo, entre outros adjetivos pejorativos relativos à cor de um ser humano não é ofensivo, não vais ficar ofendido se lhe chamar carinhosamente de asno, não é mesmo? Não fica ofendido não meu querido, pau- que- fere chico, fere francisco. Se o que escreves não é racista, é o quê?

  29. Não tem nada de ofensivo em se referir a um louro como louro, a um branco como branco e assim por diante.

    As ideologias estão aí para estabelecer a “verdade” e capturar os frágeis emocionais e culturais, que se tornam seus escravos, seus hospedeiros e transmissores. Daquilo que pretendem seus mentores e sacerdotes para facilitar a tomada do poder absoluto: o ódio entre as pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *