Caixa alta: doações privadas no valor recorde de R$ 255 milhões tiram PT do vermelho

Deu no jornal O Tempo
Graças a doações privadas no valor recorde de R$ 255 milhões, o PT nacional terminou o ano de 2012 com um superávit de R$ 8,4 milhões, o maior entre os grandes partidos do País.

Com isso, os petistas conseguiram saldar as dívidas acumuladas até 2011 e ainda ficaram com uma sobra de R$ 2,7 milhões – desde 1998, é a primeira vez que a legenda sai do vermelho em sua contabilidade oficial.

Segundo a prestação de contas divulgada no site do Tribunal Superior Eleitoral, o PSDB também obteve superávit, no total de R$ 7,9 milhões, mas o valor foi insuficiente para saldar dívidas de anos anteriores.

O saldo ainda ficou negativo em R$ 1,4 milhão. O PMDB arrecadou R$ 1,3 milhão a mais do que gastou em 2012, e ampliou sua folga de caixa acumulada para R$ 9,8 milhões. No ano em que conquistou a Prefeitura de São Paulo, a maior do País, o PT teve uma receita total de R$ 318 milhões.

Dos R$ 255 milhões de doações privadas, R$ 220 milhões (86%) bancaram campanhas de candidatos a prefeito e vereador.

É esse o valor total das chamadas “doações ocultas” – assim chamadas porque, quando o partido atua como intermediário entre doadores e candidatos, não é possível saber que campanha cada empresa financia.

O total de doações privadas supera em 28,4% o que o PT arrecadou das mesmas fontes em 2010, ano em que Dilma Rousseff foi eleita presidente.

A arrecadação de pessoas físicas e jurídicas, na época, foi de R$ 198,6 milhões – os valores, corrigidos pela inflação, não incluem os destinados para os comitês de Dilma e dos demais candidatos do partido.

Em 2010, a prestação de contas do PT mostrava um déficit de R$ 44,5 milhões (R$ 50,5 milhões, em valores de hoje). O rombo nas contas caiu para R$ 6,4 milhões em 2011 e se transformou em superávit no ano passado.

BANCADO POR EMPRESAS

Em 2012, a segunda maior fonte de recursos do PT foi o Fundo Partidário, bancado na maior parte por verbas federais, que destinou ao partido cerca de R$ 53 milhões.

A análise do caixa do PT mostra um partido dependente de recursos de empresas, mesmo em anos não eleitorais.

Em 2012, as doações de pessoas jurídicas – principalmente empreiteiras e bancos – representaram quase 80% do total arrecado. Em 2011, sem eleições, as empresas foram responsáveis por 45% da receita.

Outra fonte significativa de dinheiro para o PT são as contribuições de detentores de mandatos eletivos e cargos de confiança no serviço público. Foram R$ 10 milhões no ano passado. Dos filiados sem mandato e sem cargo, a receita foi de apenas R$ 20 mil.

Fora do Palácio do Planalto desde 2003, o PSDB obteve R$ 96,7 milhões de doadores privados em 2012. Isso equivale a cerca de 38% do valor obtido por seu maior adversário. O PSDB também serviu de “biombo” para ocultar as ligações entre empresas e políticos que concorreram nas eleições do ano passado.

O partido recebeu R$ 84 milhões de doadores privados e os repassou para seus principais candidatos a prefeito. No processo, apagou o rastro entre financiadores e financiados.

Apesar de ainda não ter conseguido zerar suas dívidas, os tucanos vêm melhorando suas contas ano a ano. No final de 2010, após a campanha em que José Serra perdeu a disputa presidencial, o déficit chegou a quase R$ 12 milhões (R$ 13,5 em valores corrigidos pela inflação).

Em 2011, o rombo caiu para R$ 9,3 milhões e chegou a apenas R$ 1,4 milhão no ano passado.

O PMDB, partido governista, fechou 2012 no azul. A legenda arrecadou quase R$ 119 milhões em doações privadas no decorrer do ano. É menos da metade do que os petistas obtiveram, mas cerca de 37% a mais do que os tucanos receberam.

As prestações de contas de partidos como PSB, PP, PPS e PDT não estavam disponíveis até terça-feira (14) no site do Tribunal Superior Eleitoral, apesar de o prazo para as siglas apresentarem os dados ter terminado no dia 30 de abril.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

12 thoughts on “Caixa alta: doações privadas no valor recorde de R$ 255 milhões tiram PT do vermelho

  1. É assim em todos os países de sistema capitalista. Nos Estados Unidos ainda é mais descarado, com lobistas de grandes bancos e corporações plenamente identificados a bancar a grande farsa da representatividade contra os 99% da população chamados detalhes (royalties para Zelia Cardoso de Mello), enquanto nos demais tal procedimento é hipócrita e enrustido. Até sionistas manjados compram políticos abertamente, como o magnata dos cassinos Sheldon Adelson que deu 100 mil dólares ao Newt Gringrich nas primárias dos republicanos apenas para declarar que os palestinos eram um povo inventado. Na França a bilionária dona da L’Oréal, Liliane Bittencourt, é famosa por bancar há anos socialistas e democratas enganadores do povão. Fundo partidário é apenas cosmético e para enganar os bobalhões que acreditam ainda em papai noel. Quem não está satisfeito, que trate de lutar para mudar o sistema ou pare de hipocrisia e falso moralismo.

  2. Não somos representados pelo poder. O poder está nas mãos dos bancos, das montadoras de veículo, da bancada ruralista e da bancada das grandes construtoras.

    Gostaria de saber como o povo luta contra isto! Sem hipocrisia!

  3. Deveria haver auditoria destes valores que o PT recebeu, que doações foram estas? Quais empresas fizeram estas doações? Foram empreiteiras?
    Acho que a receita federal, MP, ect…deveriam apurar cuidadosamente, estou especulando, mas e se for dinheiro público, aí a coisa é terrível.

  4. Se captou tanto dinheiro assim é porque boa parte do empresariado está com o governo, o que automaticamente desautoriza qualquer discurso da oposição quando se afirma que a economia vai de mau a pior na mão do PT. Ou o PSDB e companhia sentam a buzanfa na cadeira e queimam neurônios para traçar uma nova e verdadeira diretriz para o Brasil, ou Lula, Dilma e outros seguiram conduzindo a nação rumo aos interesses que lhes convêm. Para alguns vai ser duro admitir, mas capitalisa que é capitalista não põe dinheiro na roda para perder, compreende?

  5. O PT nunca foi vermelho no sentido de comunista. Sua coloração é como a do flamengo. Nunca pregou mudança do sistema econômico de economia de mercado. O PT é um partido político cujos fundamentos nada têm a ver com marxismo leninismo, e sim com o capitalismo. Deixe de ser idiota ou vá se criar com seus iguais que fedem a torturadores de presos políticos.

  6. O outro comentarista acima cita receita federal. Não entende também do sistema. Por acaso não leu que ontem o Obama demitiu seu chefe da receita porque o cara se intrometeu com poderosos? Alguém já viu a receita federal dar batidas nessas garagens de taxis do Rio de Janeiro que movimentam diariamente milhões de reais em dinheiro vivo SEM RECIBO de taxistas que pagam diária? Se fazem vista grossa aqui no Rio, no interior do país onde se compra e vende até esmeraldas e diamantes com grana viva, quer que investigue os que nomearam os chefetes? Acorde, porque a receita está é pra ferrar assalariados e pés de chinelo que recebem na folha e não podem fugir, como camelôs e taxistas.

  7. Quem tem peito de punir poderosos corruptores nesse país? Quem ousa é logo afastado. Estão esquecidos do Daniel Dantas. Deviam ter visto e ouvido o Antonio Ermírio de Morais numa de suas entrevistas no final dos anos 90 no programa do Jô dizer que resolveu seus “problemas” logo após a posse do Collor. Ele só faltou dizer o montante exato que pagou ao PC Farias. Alguém, por acaso, acredita que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica ajudaram o rombo do Ermírio de Morais no banco Votorantim e o Panamericano do Silvio Santos, respectivamente, sem que se tenham “falado os costumes”? Muitos aqui se enganam porque gostam.

  8. No interiorzão do país, quem não devolve as benesses de compromisso de campanha é morto por pistoleiros. É assim que acontece em nosso país. Sei de casos como este nas eleições municipais do Mato Grosso. Quem deu dinheiro para a campanha esperando o retorno do benefício – quando o candidato é eleito -, caso este candidato descumpra com o compromisso é morto por pistoleiros.

    Este país é uma desg…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *