Campanhas, debates e pesquisas se arrastando no tempo

Luiz Tito

Como tudo que tenha durado menos do que em verses anteriores, a eleio deste ano j se arrasta, demasiadamente, no tempo e nos seus incmodos. Verdade que os brasileiros estaro decidindo pela sua sorte nos prximos quatro anos e, justamente por isso, as campanhas deveriam ser mais propositivas, mais realistas e sobretudo mais respeitosas com o povo brasileiro.

Um pas com as demandas que tem o Brasil com as responsabilidades geradas pela sua importncia, decorrentes do tamanho da sua populao e das suas riquezas, e que abriga contrastes histricos que os prprios candidatos enxergam apenas como canteiros de votos merece que os postulantes Presidncia apresentem projetos exequveis, adequados capacidade de realizao.

Precisa de programas e no de falcias o Brasil que se compreende entre a exuberncia de suas regies Sul e Sudeste onde se concentram mais de 80% da sua economia e um Norte e Nordeste secularmente vitimado pelo seu clima, pela misria que envergonha, pela falta de perspectivas que se agrava pelo comportamento de candidatos como os que hoje temos como alternativa.

PT ATRASA SOLUO

O PT de Dilma tem programas e propostas que no resolvem, mas que aliviam as consequncias da misria extrema. Atrasam os efeitos desse quadro de carncias e igualmente atrasam sua soluo. Acio no revelou, em nenhum momento de sua trajetria, o que far para esse Brasil miservel, que migra do Norte e Nordeste e se instala no resto do pas, nas favelas e em outros espaos menos favorecidos. Decorrem da as diferenas que os dois candidatos tm no perfil de seus eleitores. Em Minas, para se enxergar essa dimenso, Dilma venceu Acio no norte do Estado e no Vale do Jequitinhonha.

A populao dessas regies, francamente mais pobre do que a do restante do Estado, no votou no choque de gesto, nos ndices que o PSDB apregoou em sua campanha de elevado padro da educao, da sade e da segurana. Votou, como sucedeu no Norte/Nordeste, na farta distribuio de bolsas de tudo, que uma soluo precria e que no pode se eternizar. No resolve, mas alivia.

CHEGA DE CONVERSA FIADA

At o prximo dia 26, duas semanas mais, os candidatos tero oportunidade para dizer o que pretendem, qual Brasil querem construir para entregar ao final de seu mandato. Chega de conversa fiada, de jogadas de marketing eleitoral, de pesquisas fraudadas e tendenciosas, de censuras cuja autoridade se questiona de quem as orquestra e vomita.

O eleitor quer propostas, quer projetos, quer seriedade e compromisso dos candidatos e no apenas essa desconstruo diria em que se transformaram as campanhas e os debates. Quatro anos so um sculo para um Brasil que tem problemas demais para resolver e um povo dbil que no suporta mais a riqueza confortvel de muito poucos. (transcrito de O Tempo)

5 thoughts on “Campanhas, debates e pesquisas se arrastando no tempo

  1. Tito,
    Estamos mal de candidatos para no dizer polticos, todos no tem propostas. um vazio.
    As fundaes dos partidos polticos, organismos destinados a elaborar propostas politicas de governo, no existem. Quando muito editam uns panfletos destinados a glorificar as nulidades que dirigem os partidos.
    Tinha razo o Carlos Lacerda quando dizia: ” o pecado da inteligncia no tem perdo quando a mediocridade detm o poder da deciso”!
    Estamos sendo governados por medocres e, para no cometer injustias, digamos que sem exceo!
    SDS
    Vitor.

  2. Luiz Tito, como que Acio vai dizer como resolver os problemas do Brasil, se nem a turma que est l metendo a mo sabe o que aprontou? preciso descobrir como est aquilo l. No adianta falar, prometer como se petralha fosse, se a coisa l pior, muito pior que mesmo os mais renomados economistas podem supor?

  3. Sntese: Dilma ganhou na Minas pobre. Eleitor da Dilma pobre e sem educao. Lembro ao senhor qiue no s o norte e o nordeste que migra, Minas tambm migra, porque a pobreza mineira, rural e urbana e muito grande.

    VIVA DILMA ! FORA ACIO !, porque Acio como mineiro e poderoso no conseguiu levar progresso para seu prprio estado, como esperar que Acio traga progresso para o Brasil.

    Acio mentiroso, no tem obra para desqualificar a Presidente como vem fazendo. Vai perder a eleio porque o povo na hora de votar vai se lembrar que Acio no passa de um fidalgo que nunca realizou nada.

  4. Perfeito Vitor. Gostei da lembrana.
    Lacerda foi um gigante. Que saudades daqueles tempos !
    Tnhamos Ulisses Guimares, Milton Campos, Gustavo Capanema, Juscelino Kubitschek, Leonel Brizola, mais e mais. E tantos outros . s vezes ingressavam na poltica, RICOS e saiam POBRES!!!
    E Hoje ? Ao contrrio !
    PIOR : apesar de ainda termos muita gente boa, capaz e honesta, infelizmente a grande maioria composta de pigmeus, quem chega l.
    Me lembro de um discurso de Lacerda, se no me engano, prestao de contas ao fim de
    seu governo na Guanabara. Segue abaixo, de memria :
    ”detesto, abomino, quase diria odeio, se eu fosse capaz de odiar alguma coisa; aquilo que erradamente em nossa terra, se faz com a poltica.
    Precisamente porque entendo a poltica como a mais alta , e a mais digna atividade que um ser humano possa exercer.
    A Poltica isto : a poltica o hospital, a poltica a escola, a poltica o tnel, a poltica
    o viaduto. A poltica a gua. A poltica a Justia. A Poltica inspirada no amor Justia, a prtica da Justia, por amor.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.