Candidato à presidência da Câmara, deputado distribui anéis banhados a ouro e prata

Candidato à Presidência da Câmara distribui anel banhado a ouro a ...José Carlos Werneck

Candidato à presidência da Câmara e presidente da bancada da bala, o deputado Capitão Augusto do PL de São Paulo está distribuindo dois modelos de anéis aos colegas, um banhado a ouro e outro de prata. Ele  afirma que pagará a oferta do próprio bolso e teve a ideia de entregar os presentes quando foi “muito elogiado” ao desfilar pelo plenário com adereço dourado, que carrega  a inscrição “Poder Legislativo” e o desenho arquitetônico  do Congresso Nacional.

Essa atitude de gosto para lá de discutível do parlamentar paulista foi publicada pela revista “Veja” e pelo jornal O GLOBO,a quem  o  deputado deu mais detalhes sobre o assunto. Empenhado desde janeiro na disputa pela sucessão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia , ele afirma que não há intenção eleitoral.   

DE PRESENTE – “No mandato passado eu tinha feita um anel para mim, personalizado, da Câmara dos Deputados. Ficou muito bonito mesmo. Um amigo meu faz esse tipo de anel. E aí, lá na Câmara, vários parlamentares viram e quiseram. Mas eu não ia cobrar deles. Então dei de presente para os meus amigos esses anéis”. 

 O parlamentar diz que distribuiu o modelo banhado a ouro a “uns dez deputados” , após pagar do próprio bolso, mas não viu até agora ninguém usando o presente. Já a versão de prata será distribuída a quem aderir à Frente Parlamentar dos CACS (Colecionadores, Atiradores e Caçadores). Ele calcula que serão mais de 80.

Eu pensei: vou fazer um anel (para os apoiadores dos CACS). Mas será só de prata, não é banhado a ouro. Mandei um e-mail para os deputados para que informassem a numeração dos anéis para poder presentear. Tem que ter numeração, não tem jeito. Anel apertado não serve.

OUTROS AGRADOS – Capitão Augusto costuma dar outros presentes aos colegas. Já distribuiu canetas em formato de arma e prendedores de gravata em formato de fuzil.

Vincularam (os anéis) à minha candidatura à presidência da Câmara. Me falaram assim: “Poxa, você está distribuindo anel”. Eu respondi: “Gente, se fosse tão fácil assim de ter voto com um simples anel de prata qualquer um seria presidente da Câmara”. Isso daí é só cortesia. É pela consideração pessoal com os deputados.

Perguntado sobre o custo do objeto, ele despistou: “Não vou falar nem a questão do custo porque é presente. Mas não é caro. É barato. É muito bonito, vou mandar uma foto para você porque é muito bonito mesmo”.

MAU GOSTO – Um dos que recusaram a “cortesia” do anel banhado a ouro foi Hugo Leal ,do PSD do Estado do Rio de Janeiro, que integra a Frente Parlamentar de Segurança.  “Essa oferta do anel já circulou na Câmara no ano passado, não me lembro se foi o Capitão Augusto que ofereceu. Mas declinei na outra ocasião e declinei de novo agora”.

Para o deputado Marcelo Freixo do PSOL  a cortesia de Capitão Augusto é de “”um mau gosto ético e estético”.

CASO ANTIGO – Realmente era só o que faltava. E o episódio me fez lembrar a frase de um famoso e poderoso coronel nordestino dos anos 1950 e 1960,pai de conhecidos políticos,que declarava em alto e bom som:

“Deproma prá meus fios eu só do de deputado federal e senador!  O fulano (referindo-se a um de seus filhos, que não gostava de política), só não tem porque não quer”.

8 thoughts on “Candidato à presidência da Câmara, deputado distribui anéis banhados a ouro e prata

  1. Como disse o jornalista Octavio Guedes, da Globo News, há um erro operacional.
    Os que ganharem os troféus de prata vão se perguntar: por que não ganhamos de ouro?
    Aí podem votar contra.

    Enfim, como disse o próprio Guedes, tudo isso lembra Odorico Paraguaçu, prefeito da cidade fictícia de Sucupira (a novela tem quase 50 anos e continua atual), .

    Vale lembrar algumas frases antológicas do Odorico (Paulo Gracindo):
    – Vamos botar de lado os entretanto e partir logo pros finalmente. …
    – Isto deve ser obra da esquerda comunista, marronzista e badernenta (ao se referir às maracutaias descobertas pelos vereadores de oposição à respeito de sua administração).
    Esta obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira e do país. …
    – Vamos dar uma salva de palmas a esta figura trepidante e dinamitosa que foi o Seu Nonô.
    – É com a alma lavada e enxaguada que lhe recebo nesta humilde cidade.

    • Na realidade me lembrou o Sinhozinho Malta que balançava o pulso para mostrar o relógio de ouro. Realmente o Brasil virou uma república das bananas. É não é no sentido figurado.

  2. O estatuto dos servidores públicos tem vedação expressa quanto ao recebimento de presente por servidores…
    Será que suas excelências se consideram diferente de servidores?

  3. Banhar anéis a ouro com dinheiro de lavagem, e ganho porque sofre da febre do ouro? No final de tudo vai levar fumo no anel de couro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *