Candidatura de Simone Tebet pode ser um retumbante fracasso para Baleia Rossi

Não queremos heróis fabricados', diz presidente do MDB ao lançar Simone |  VEJA

Baleia Rossi bancou Simone Tebet contra a vontade da maioria

Vicente Limongi Netto

O obscuro presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi, é quem vai pagar caro a conta se houver um retumbante fracasso da candidatura da senadora Simone Tebet à Presidência da república. A frágil candidatura de Tebet poderá levar o MDB a sofrer abalos eleitorais em alguns Estados. Baleia Rossi é figura inexpressiva na política nacional. Com cara de bebê mimado e chorão, Rossi perdeu feio para o deputado alagoano, Arthur Lira, na disputa para a presidência da Câmara.

Rossi coleciona derrotas e, agora, pavimenta mais uma. Desta vez ainda mais estrondosa, a de Simone Tebet, sem nada de relevante que a credencie para concorrer a chefia da nação, pelo grandioso MDB.

TRAIÇÃO EXPLÍCITA – Candidatura fantasiosa, sem eira nem beira. Pesadelo de uma noite de deslumbramento.  Ninguém esquece a traição explícita de Tebet ao senador Renan Calheiros, por ocasião da eleição para presidente do Senado.

Recorde-se que Renan Calheiros havia sido vencedor na reunião da bancada. No plenário, Tebet voltou atrás, puxou o tapete de Calheiros. Declarou-se candidata, mas foi derrotada por David Alcolumbre. Eleição fraudulenta que constrangeu o partido.

O MDB, ex-PMDB, tem história de memoráveis conquistas democráticas. Tem dois ex-presidentes em seus quadros, José Sarney e Michel Temer. Não pode ser ultrajado por uma candidatura que não tem consenso na agremiação, que não atrai nem cativa eleitores e atolou entre 1 e 3 por cento nas pesquisas.  

O MAIOR PARTIDO – O MDB é o principal partido político do país, com maior número de prefeitos e vereadores eleitos por sua legenda.

Quanto a Renan Calheiros, foi presidente do Senado e do Congresso por três mandatos. Sempre pautou suas ações por respeito às instituições e pela independência do Legislativo.

Foi ex-ministro da Justiça do governo Fernando Henrique Cardoso. Tem irmão deputado federal e filho, governador, caminhando para ser eleito senador. Como se vê, Simone Tebet e Baleia Rossi são desimportantes, perto de Renan Calheiros.

SEGUNDA SURRA – O ministro Nunes Marques pegou outra surra dos próprios colegas do Supremo Tribunal Federal(STJ), que restabeleceram a cassação de mandato de outro deputado, Valdevan Noventa, defendido por Marques. Pelo andar das trapalhadas do ministro indicado por Bolsonaro, resta agora a suprema corte votar a cassação do próprio Marques, por excesso de adulação ao chefe da nação. Sem direito de levar a toga para casa.

Finalmente, ufa, demorou, antes tarde do que nunca, aleluia. Os sábios, brilhantes e fantásticos analistas, a maioria deles do SportTv e da Globo, descobriram, depois de queimarem os neurônios, apelar para cartas, tambores,  búzios e flores no mar para Yemanjá, que o Palmeiras é o melhor time do combalido futebol brasileiro.

Ficam, então, restabelecida e salva a fabulosa credibilidade dos valorosos profissionais da crônica esportiva do Brasil varonil. Com direito a polpudo bônus salarial e entrada triunfal no céu. Francamente.

6 thoughts on “Candidatura de Simone Tebet pode ser um retumbante fracasso para Baleia Rossi

  1. Concordo com o articulista no tocante no tocante a Simone Tebet, é uma candidata inexpressiva.

    Quanto ao Nunes Marques, se a suprema corte tem que votar a cassação do ministro, por excesso de adulação ao chefe da nação como diz o articulista, o que deveria fazer a Suprema Corte com o Adv do MST que soltou o Ladrão o condenado em 3 instâncias, por 15 juízes?

    • Bolsonaro indicou dois e os outros nove foram indicados pelos inimigos de Bolsonaro.
      Então ficamos assim, os nove não tem deixado Bolsonaro governar.
      Provem que o que eu escrevi aqui é mentira.

  2. Com todo o respeito, mas Simone Tebet e Ciro Gomes juntos podem acabar vencendo o pleito que se avizinha. Bem, como não sou entendido….

  3. Mesmo contra a minha vontade, vou deixar aqui um comentário – e faço em resposta á headline, porque não me toquei o bastante para ir mais distante.
    Precisamos ser responsáveis e agir com decência – mais agora do que nunca antes. Mais agora porque temos que nos livrar de um presidente incompetente, rude e irresponsável. Ele gasta mais tempo lutando contra imaginários moínhos de vento do que tentando mudar a realidade do país para melhor. Como Dom Quixote, nosso presidente é doente e no momento precisamos de gente sã.
    O que segue na lista de incapacitados já foi processado e condenado por ter facilitado um gigantesco esquema de corrupção que chegou a comprar até gente de suprema posição (if you know what I mean!). O sujeito é incapaz e em termos de decência se iguala ao que atualmente ocupa o poder – só o odor os diferenciam.
    Tebet é preparada, bem intencionada, capaz de nos restituir o orgulho de ter nascido no maior país da America do Sul e atualmente esfacelado, desgraçado, desmoralizado: Temos 30 milhões de famintos e nossa classe política nada faz para mudar a sina do nosso povo infeliz.
    Alea jacta est: o dado está rolando.

    • “30 milhões de famintos e nossa classe política nada faz para mudar a sina do nosso povo infeliz.”

      O Bolsonaro já fez; denunciou quem foram os malandros que acabaram com a economia (fique em casa, a economia a gente vê depois).

      O Doria que foi um dos lideres desse movimento, de acabar com a economia para prejudicar o Bolsonaro, já mandado para o limbo da historia.

      E agora, só o Bolsonaro é capaz de impedir a volta do maior esquema de corrupção da historia da humanidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.