Capa da Time, Lula bate o pênalti para fora e repercute internacionalmente

Declaração de Lula foi considerada um tropeço pelos seus aliados

Pedro do Coutto

O ex-presidente Lula, candidato à sucessão deste ano, deu uma entrevista à revista Time, uma das mais importantes do mundo, e foi capa da edição desta semana da publicação. Foi destacada a sua importância como um líder político brasileiro e como aquele que recebe maciço apoio popular. É verdade.

Mas Lula da Silva conseguiu apagar a repercussão que o favorecia, afirmando à revista que no caso da Ucrânia, brutalmente invadida pela Rússia, o presidente Zelensky é tão culpado quanto Putin pela guerra e devastação de regiões inteiras ucranianas numa ofensiva que tem como objetivo depor o governo e, ao que tudo indica, arrasar o país.

MOBILIZAÇÃO  – A ofensiva russa está recebendo a condenação em cerca mais de 80% da opinião pública mundial, numa reação que se reflete na mobilização de uma série de países de apoio ao regime de Kiev. Lula da Silva com a sua declaração, projetando a sua atitude no panorama do futebol, desperdiçou um pênalti a seu favor, batendo-o para fora.

O pênalti a seu favor, na realidade, só pode ter sido contra Bolsonaro, o único rival que tem pela frente nas urnas. A declaração de Lula foi considerada mais um tropeço pelos seus próprios aliados e, na minha opinião, repercute contra a imagem do candidato do PT. Não ao ponto de causar a sua derrota nas eleições, mas sem dúvida abala a sua campanha.

 Lula terá que fazer um esforço ou se empenhar em uma nova versão para reduzir os efeitos negativos do que afirmou. Reportagem de Guilherme Caetano, Elaine Oliveira e Bela Megale, O Globo desta quinta-feira, focaliza detalhadamente o episódio e sua entrevista à revista Time.

ABSURDOLula lembrou que também havia criticado Putin, mas isso nada tem a ver com sua visão sobre a guerra da Ucrânia, e muito menos com a opinião de que o invadido Zelensky é tão responsável quanto o invasor Putin. Não há como explicar o absurdo, a não ser lendo o artigo de Malu Gaspar no O Globo de ontem, no qual ela indaga o que está acontecendo com Lula, pois com frequência vem fazendo afirmações em relação às quais no dia seguinte tem que tentar consertar.

O que favorece a candidatura de Lula é o fato de ser ele o único adversário de Bolsonaro nas urnas de outubro. A terceira via, como se constata seguidamente, não tem a menor condição de decolar, sobretudo depois do recuo do União Brasil da hipótese de uma coligação com Simone Tebet do MDB.

CORTINA DE FUMAÇANum comentário brilhante na tarde de quarta-feira na GloboNews, o jornalista Gerson Camarotti focalizou o tema Daniel Silveira, considerando-o uma espécie de cortina de fumaça que o Palácio do Planalto usa para colocar uma sombra política e eleitoral no caso dos pastores do MEC, dos preços dos combustíveis, na inflação e nas ameaças ao regime democrático. Perfeito. Essa deve ser a estratégia do governo.

O caso Daniel Silveira, porém, está tendo uma dimensão preocupante. Ele agora negou-se a assinar o documento sobre a entrega da nova tornozeleira e se recusou a usá-la, enfrentando mais uma vez uma decisão do ministro Alexandre de Moraes e do STF. Mais uma etapa da crise desencadeada pelo deputado.

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEISEm entrevista a Mônica Ciarelli e Denise Luna, edição do Estado de S. Paulo de quarta-feira, o novo presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro entendeu a questão dos preços da gasolina, do diesel e do gás de cozinha. Mauro Coelho destacou que Bolsonaro não lhe fez recomendação alguma sobre política de preços.

“Acho que o presidente já entendeu muito bem a questão do preço de mercado”, disse, deixando claro assim que os reajustes vão se suceder em função do preço do petróleo no mercado internacional e da taxa de câmbio.

Na minha opinião, esquece de levantar a hipótese de os preços recuarem. Se o preço do mercado vale para jogar os combustíveis para cima, vale também para reduzi-los. Afinal de contas, o reajuste não é obrigatório sempre para cima.

CRIME CONTRA MULHERReportagem de Paolla Serra, O Globo de ontem, destaca violências cometidas por companheiros contra a jornalista Luka Dias e contra a empresária Ive Dourado que causaram danos físicos aparentes. Trata-se de crimes covardes e hediondos que exigem penas severas, incluindo a proteção às agredidas.

A delegada Natacha Alves de Oliveira, titular da Delegacia de Copacabana, pediu que as vítimas de violência não deixem de comunicar as agressões, pois o silêncio só beneficia os agressores que praticam essas ações repugnantes.

14 thoughts on “Capa da Time, Lula bate o pênalti para fora e repercute internacionalmente

  1. A invasão da Ucrânia pela Rússia tráz muitas novidades.
    A primeira é a importância dada ao fato.
    Coreia, Vietnam, Camboja, Iraque, Afeganistão, Líbia entre muitos outros eram comparados a excursões exóticas! Nada de atrocidades, de civis mortos, de Guantanamo, etc.
    Lula, a China, a Índia, o Paquistão, e é claro o Bolsonaro estão errados?
    A guerra não é nossa, queremos o caviar, fertilizantes e trigo. Vendemos carne e grãos.
    Não compramos e não vendemos armas.

    • Seu Ronaldo, pelo amor do santo guarda, seja mais pé no chão, deixe de lado essa ideologia que soa mais como desvairada paixão.
      Pense, meu caro: Lula é ignorante, despreparado, um condenado libertado pela Segunda Turma desse STF que também nos envergonha. Quanto ao Bolsonaro, ele não está certo nem errado – ele simplesmente não pensa! não sabe o que faz! É um jumento contumaz.

    • Quanta falta de atenção aos fatos principalmente se tratando do sofrimento de um povo, onde todo tipo de covardia é atrocidades são praticados por Putin.

      Somente as mentes doentias apoiam Luiz Inácio e suas gangues de bandidos frouxos.

  2. 1) Garuda, o pássaro mitológico do Hinduísmo-Budismo, me disse que o Semipresidencialismo corre o sério risco de ser aprovado pelo atual Congresso. Não importa quem seja o eleito (a).

    2) Quem alegar que o mesmo foi reprovado na década de 1990, dirão que isso foi coisa do século passado.

    3) Como diria o canal de TV… “Semipresidencialismo vem aí”.

  3. Não sou eleitor do Lula, mas o que falou do Zelensky é verdade.
    Zelensky é o único judeu que tenho conhecimento de ter em seu exército um grupo de neonazista que forma o batalhão Azov. Como é aliado e segue as ordens dos EUA a mídia mundial subserviente está ao seu lado.
    Sem discutir os motivos da invasão Russa, não haverá paz

      • Se, ler meus comentários, saberia em quem vou votar. Se tiver de escolher entre Lula e Bolsonaro, votaria no Lula e deixaria o Bolsonaro para você.
        A sua pergunta é própria de bolsonaristas que gostam de fustigar quem é contra o Boso.
        Não tem o que comentar a favor do Bolsonaro, procure outro para discutir bobagem com você.

  4. O maior adversário de Luiz Inácio é ele próprio.

    Sua história lhe condena, seu cárcere é prova maior pois foi condenado por nove juízes, isso mesmo, nove juízes.

    Mas tem cego para tudo principalmente os que amam os bandidos que nem.precisam ser de estimação. Basta ser bandido para um esquerdista se apaixonar como uma prostitura se apaixona por que lhe paga.

    Is petistas não vão jamais confessar seus pecados, ainda mais em tempo de eleições.

    Petistas são petistas, mais desorientados que flamenguistas quando veem uma Cruz de Malta altaneira a brilhar.

  5. No caso da guerra na Ucrânia, há ao menos um chefe de estado que pensa como o Lula: O Papa Francisco. Não teria tanta pressa em descartar a opinião dele como algo sem fundamento.

  6. Um maciço apoio popular.

    “Foi destacada a sua importância como um líder político brasileiro e como aquele que recebe maciço apoio popular. É verdade.”

    Seu Pedro, o homem anda mais escondido que joelho de freira, quando aparece é escoltado por seguranças fortemente armados, metralhadora automática a tiracolo.

    https://www.youtube.com/watch?v=RkSVVQ7rXOo

  7. A invasão da Ucrânia foi um erro de Putin, isso está claro. Quem está surfando na guerra e o ex- ator, Zelenski, que aparece todos os dias nas mídias sociais. A exposição está tão descarada, que ele vencerá as eleições indefinidamente. Sem contar, que o Exército ucraniano e os mercenários nazistas do Batalhão Azov tem destruído tanques russos as dezenas e matado russos diariamente. Quatro generais já não estão nesse mundo. Os europeus e americanos estão enviando armamento pesado e tecnologia de Drones assassinos, sim, aqueles utilizados na Líbia com sucesso, enviados por Obama e Hilary Clinton.
    Lula fez um comentário equivocado, porque além de não acrescentar nada na sua campanha, nada que disserem contra Zelenski terá guarida no mundo ocidental.
    Bolsonaro também apoiou Putin, esteve em Moscou e ninguém fala mais nisso. Esqueceram?
    Os dois candidatos polarizados, Bolsonaro e Lula, não tocam nos pontos fundamentais para o Brasil: A inflação, o desemprego e a miséria crescendo a olhos vistos.
    Essa é a verdadeira guerra vivida pelo povo brasileiro, que está sendo abandonado pelos seus líderes, unicamente preocupados com a manutenção do Poder e seus privilégios.
    Que Rússia e Ucrânia resolvam seus problemas, que os nossos já são bem grandes e podem piorar, gerando o germe da explosão.

  8. Erra a avaliação.
    A crítica do Lula sobre o conflito Ucrânia e Rússia é totalmente pertinente e trouxe o debate para o campo civilizatório, pois até aqui a mídia ocidental faz vergonhosa cobertura pró-ucrania/estadunidense ignorando que o país passou por dois golpes 2004/14 derrubando governos eleitos por serem simpáticos ao governo russo e, depois do segundo golpe preparava suas forças para sufocar grupos, promover limpeza étnica nas regiões separatistas e retomar a Criméia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.