Caso Bin Laden: responsabilidade inútil

Helio Fernandes

A ONU quer saber da Casa Branca, o seguinte: “No assassinato (ela não usa a palavra) de Bin laden, foram respeitados os direitos do cidadão?” O órgão não está interessado no Paquistão, embora tenha mais do que certeza de que houve “colaboração”.

Praticamente com unanimidade, a UE (União Europeia) pretende EXIGIR (a palavra que manejam) do Paquistão: o que realmente aconteceu. Esse país pode até sair com “mesada” maior, mas sem o menor respeito ou credibilidade.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *