Celso de Mello compara Brasil à Alemanha nazista: “É preciso resistir à destruição da ordem democrática”

Decano diz que bolsonaristas querem ‘abjeta ditadura’

Mônica Bergamo
Folha

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviou mensagem a ministros da Corte alertando que a “intervenção militar, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e odeiam a democracia”, nada mais é “senão a instauração, no Brasil, de uma desprezível e abjeta ditadura militar!!!!”.

O magistrado, que é o decano da Corte, compara o momento vivido pelo Brasil com o da Alemanha sob Adolf Hitler.”Guardadas as devidas proporções, o ‘ovo da serpente’, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) parece estar prestes a eclodir no Brasil”, diz ele.

RESISTÊNCIA – “É preciso resistir à destruição da ordem democrática, para evitar o que ocorreu na República de Weimar quando Hitler, após eleito pelo voto popular e posteriormente nomeado pelo presidente Paul von Hindenburg como chanceler da Alemanha, não hesitou em romper e em nulificar a progressista, democrática e inovadora Constituição de Weimar, impondo ao país um sistema totalitário de Poder”, diz Celso de Mello.

Na semana passada, Bolsonaro compartilhou o vídeo de uma entrevista em que o jurista Ives Gandra Martins defende que as Forças Armadas podem agir como poder moderador, de forma pontual, quando houver impasse entre os demais poderes. Segundo ele, a hipótese estaria prevista no artigo 142 da Constituição, que trata do papel institucional dos militares no país.

O título do vídeo retuitado por Bolsonaro era “A politização no STF e a aplicação pontual da 142”. As falas de Ives Granda têm sido invocadas por defensores de uma intervenção dos militares nos outros poderes. Juristas de outras correntes dizem, no entanto, que a ideia defendida por Ives Gandra e Bolsonaro é descabida.

CONTRARIADOS – O presidente e seus seguidores passaram a levantar a hipótese depois que foram contrariados por decisões do STF, que apura a tentativa de Bolsonaro de influir politicamente na Polícia Federal. Num outro inquérito, militantes e parlamentares que apoiam o presidente são investigados por disseminar fake news e ameaças contra autoridades _entre elas, os próprios ministros do STF.

Celso de Mello relata o inquérito que investiga as acusações de Sergio Moro contra Bolsonaro sobre tentativas do presidente de interferir politicamente na PF.

###
CÓPIA DA MENSAGEM

“GUARDADAS as devidas proporções, O “OVO DA SERPENTE”, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) , PARECE estar prestes a eclodir NO BRASIL ! É PRECISO RESISTIR À DESTRUIÇÃO DA ORDEM DEMOCRÁTICA, PARA EVITAR O QUE OCORREU NA REPÚBLICA DE WEIMAR QUANDO HITLER, após eleito por voto popular e posteriormente nomeado pelo Presidente Paul von Hindenburg , em 30/01/1933 , COMO CHANCELER (Primeiro Ministro) DA ALEMANHA (“REICHSKANZLER”), NÃO HESITOU EM ROMPER E EM NULIFICAR A PROGRESSISTA , DEMOCRÁTICA E INOVADORA CONSTITUIÇÃO DE WEIMAR, de 11/08/1919 , impondo ao País um sistema totalitário de poder viabilizado pela edição , em março de 1933 , da LEI (nazista) DE CONCESSÃO DE PLENOS PODERES (ou LEI HABILITANTE) que lhe permitiu legislar SEM a intervenção do Parlamento germânico!!!! “INTERVENÇÃO MILITAR”, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e odeiam a democracia, NADA MAIS SIGNIFICA, na NOVILÍNGUA bolsonarista, SENÃO A INSTAURAÇÃO , no Brasil, DE UMA DESPREZÍVEL E ABJETA DITADURA MILITAR !!!!”

18 thoughts on “Celso de Mello compara Brasil à Alemanha nazista: “É preciso resistir à destruição da ordem democrática”

  1. Agora vamos ver a vagabundagem esquerdista apoiando o ministro do stF. Ele pode fazer a comparação do bolsonarismo ao nazismo, do jeito que ele quiser, que ninguém vai fazer nem cartinha, nem editorial reclamando.

    • Ele (Celso de Mello) pode comparar porque a representação (do nazismo) tem sido copiados (símbolos e comportamentos) pêlos integrantes da extrema-direita brasileira, que são fascistas, mas com alguns integrantes nazistas.

  2. Tributário falando besteiras.

    ‘Formação acadêmica

    Ives Gandra Martins formou-se em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (FDUSP), em 1959. Na mesma instituição, concluiu especialização em direito tributário, em 1970, e em ciência das finanças, em 1971.[2]

    Tornou-se doutor em direito pela Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie, em 1982.

    Advocacia

    Como advogado, atua principalmente na área do direito tributário.”

    WIKI

    • O Saulo Ramos definiu muito bem esta nefasta figura no STF.
      Pensar que pensamos que temos figuras ilustres no STF, o sujeito esquecido na vida quer aparecer no final de carreira. Como um Ministro STF não tem compostura e fala tanta besteira como essa invertida comparação. Quem segue os passos do terceiro reich justamente é o STF com esse inquérito ilegal, inconstituicional e ditatorial.

  3. Corretíssimo, basta assistir documentário sobre ascensão de Hitler, no canal history 2, não fica nada a dever, foi assim que começou e vejam aonde foi parar esta loucura, todos os procedimentos, discursos, estratégias de Hitler para tomar o poder de vez, se nada for feito, as instituições serão culpadas por ficarem omissas, veja a diferença da PM do RJ e a policia dos EUA, mataram o americano trabalhador e foram demitidos da polícia e o policial assassino, está preso, aqui são afastados e vão trabalhar na área administrativa, até esquecerem o ocorrido, isto não é polícia.

  4. KKK o decano da suprema corte agora se deu conta de que convocar generais para depor ” abaixo de vara” não foi uma boa. E de querer confiscar o celular do presidente da república ainda foi uma pior. É óbvio que o boçal está abusando da paciência de todos nós, como fazem os 11 excelsos da suprema corte. Este clima de confronto com certeza não acabará bem e, com certeza não a corda vai estourar no lado dos onze excelsos.

    • Que medo é esse dos homens de verde oliva.,?
      Sr. Ministro será que é pior do que os 40 anos dos comunista s da quadrilha do fh corrupto e lula ladrão?
      Fique tranquilo não vai doer nada.

      Vive lá France..

      • Os robôs do espaço, adoram caluniar os personagens e ignorar o conteúdo do assunto.
        Táticas primitivas, São claras quando citam Saulo Ramos, um personagem menor, pego em várias mentiras em sua biografia.
        Apoiam-se em mentirosos como os próprios.

  5. Celso Mello deveria ser preso por uma “abestalhada” declaração. Aí, pedem o fechamento de uma pocilga chamada stf…Estão equivocados? Parece que querem uma guerra civil, não? Pobre Brasil! Pobre gado brasileiro (um país de vários fazendeiros)!!

  6. Não pode mais haver no Brasil cizânias políticas. que dividam o povo e que separam o Brasil.
    Para ninguém esse direito foi concedido, de colocar frente à frente a metade da nação por conta de ideologias e tendências partidárias, gerando repúdio, aversão, preconceito e ódio contra esquerda ou direita.

    Da mesma forma, se o STF colhe comentários desairosos sobre si, precisa se questionar sobre as razões pelas quais o povo perdeu uma parcela substancial de confiança nos ministros togados.

    Por mais que tente ser imparcial, guardião da Constituição, sentenças isentas, a verdade é que algumas das tantas concessões que dispõe, o Supremo se mostrou não somente um tribunal superior, mas seus componentes superiores ao cidadão brasileiro, superiores até mesmo à espécie humana!

    O acinte, a afronta, o escárnio demonstrado contra o desempregado, a pobreza, a miséria, quando houve a licitação de iguarias e bebidas finas, onde cada refeição sairia quase dois mil reais, e o salário mínimo se encontrava menos de mil reais por mês, Suas Excelências hoje colhem o resultado dessa petulância, dessa soberba, dessa prepotência e descaso com o trabalhador, com o povo.

    A perda da autoridade moral por parte da Suprema Corte é um fato, por mais que seus ministros tentem mudar a situação, e não somente ocasionada por Bolsonaro e seus seguidores:
    Salários milionários;
    Mordomias;
    Regalias;
    Privilégios;
    Assessores em quantidade.
    Garçons;
    Motoristas;
    Carros;
    Indenizações de despesas pessoais;
    Auxílio moradia;
    Trabalho exercido por 12 dias a cada mês;
    Dois recessos ao ano;
    Inúmeros feriados … a casta do Judiciário colocou-se tão acima do cidadão brasileiro, que reclamar do presidente ou de campanhas de perseguição ou até do seu fechamento, chega a ser ridículo!

    Jamais se questionou a necessidade do Supremo Tribunal federal; indaga-se sobre a necessidade de os ministros se concederem tantas diferenças de tratamento, em níveis de paxás, com relação ao cidadão, ao trabalhador, àquelas pessoas que devem viver com um salário mínimo e, o mais grave, incompatível, e em total desacordo com a Justiça:
    Os ministros posicionados em patamares tão absurdamente superiores ao povo, julgar e condenar uma pessoa que roubou alimentos para sobreviver!

    Enquanto a magistratura não só recebe nababescos proventos, e suas refeições de altíssima qualidade são pagas pelo povo, serão esses os juízes que vão julgar, condenar e sentenciar à prisão quem tem fome, e roubou para comer, inacreditavelmente!

    O poder legislativo é até pior.

    Dito isso, enquanto não existirem reformas profundas nesses dois poderes, o país jamais irá se desenvolver, haja vista a diferença entre o cidadão, parlamentares e juízes, encontrarem-se em patamares inatingíveis quanto à necessária e imprescindível igualdade ética e moral!

    Ao povo, exigências, obediências cumprimentos de obrigações e responsabilidades, comportamento ilibado;
    Aos parlamentares e magistrados, cada vez mais concessões, privilégios, regalias, mordomias e salários milionários!

    Ao povo resta tão somente obedecer e outorgar poderes; às autoridades, uma nação a ser explorada, manipulada, e roubada despudorada e criminosamente.

    Jamais este país andará alinhado como deve!

    Quanto ao ovo da serpente, o ministro do STF, Celso de Mello, o seu decano, exagerou, viajou na maionese, conforme jargão popular.

    Jamais os militares conscientes, de mentes abertas, verdadeiros patriotas, irão admitir, quanto mais concordar, com sonhos e devaneios de Bolsonaro sobre implantar uma ditadura!

    Generais, almirantes e brigadeiros, têm pleno conhecimento das gravíssimas consequências que o povo e o país sofreriam com essa decisão, ainda mais agora, em meio à pandemia.

    Mais a mais, uma reedição de 64 não seria aquele “passeio” há 56 anos.
    Desta vez, haveria uma importante e substancial parcela do povo e oposição política, social e econômica, que se posicionariam contra tal ideia estapafúrdia e absurda!

    Se existe uma situação que podemos afastar é a intervenção militar nos moldes como querem os fanáticos e radicias defensores de Bolsonaro.
    Impossível a sua realização, a menos que as FFAA deixassem de ser a instituição em defesa desta nação, e se transformasse em um grande hospício, dotado de mais de 200 mil pacientes!

    Mello certamente usou o surgimento do nazismo com a situação atual, em resposta aos dois ministros deste atual governo, que usaram o nazismo como exemplo do que gostariam que acontecesse em suas obtusas e medíocres capacidades mentais!

    Mas, independente de quem se utiliza do nazismo como alusão a qualquer situação, comete erros crassos.
    O decano ministro do STF errou, exagerou, e foi infeliz!

  7. A verdade é que o Celso de Mello está apavorado com a ideia de que Bolsonaro vai nomear seu sucessor. E quanto mais novembro se aproxima, mais extrapola seus poderes. Capaz de se trancar em seu gabinete para não ser aposentado.

  8. Pois é … aí está a prova cabal de que esse ‘juiz de merda’ (© Saulo Ramos) odeia o Presidente da República. Não tem nenhuma condição de atuar como ministro do STF. Pela boca, destila peçonha; pelas ventas, ódio. Precisa ser recolhido ao manicômio, o mais rápido possível; debaixo de vara, se preciso.

  9. Todo esse mimimi do supremo, nada mais é do que uma saída honrosa da merda em que se meteram. Vão falar algumas bobagens , arrotarão palavras de ordem e vão ficar por aí. Já foram comunicados que não se irá tolerar mais suas agressões ao Estado Democrático de Direito. Suas Excelências de bosta, estão com o furico na mão. Vão ficar quetinhos em suas poltronas, pois sabem que o presidente já está reeleito em 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *