Celso de Mello manda PGR avaliar pedido de perícia em celulares de Bolsonaro e de Carluxo

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Márcio Falcão e Fernanda Vivas
G1 / TV Globo

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou para a Procuradoria Geral da República (PGR) três notícias-crime apresentadas por partidos e parlamentares que pedem novos desdobramentos na investigação sobre a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Entre as medidas solicitadas estão o depoimento do presidente, e a busca e apreensão do celular dele e de seu filho, Carlos Bolsonaro, para perícia. Em despachos enviados nesta quinta-feira, dia 21, à PGR, o ministro ressaltou ser dever jurídico do Estado promover a apuração da “autoria e da materialidade dos fatos delituosos narrados por ‘qualquer pessoa do povo’”.

APURAÇÃO DOS FATOS – “A indisponibilidade da pretensão investigatória do Estado impede, pois, que os órgãos públicos competentes ignorem aquilo que se aponta na “notitia criminis”, motivo pelo qual se torna imprescindível a apuração dos fatos delatados, quaisquer que possam ser as pessoas alegadamente envolvidas, ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado”, escreveu o ministro do STF.

Os pedidos chegaram ao STF logo após o ex-ministro da Justiça Sergio Moro deixar o governo afirmando que o presidente tentou interferir na PF e que Bolsonaro buscou informações de investigações em andamento na Corte .

INVESTIGAÇÃO DE BOLSONARO – É praxe que ministros do STF enviem esse tipo de ação para manifestação da PGR, que é responsável por propor investigação do presidente perante o STF. Celso de Mello é relator do inquérito proposto pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, que investiga os fatos narrados por Moro.

Aras já defendeu em outros pedidos feitos no mesmo inquérito por deputados que a competência para esse tipo de linha investigação cabe ao MPF. Celso de Mello enviou os casos para análise da PGR e ressaltou que compete ao PGR analisar os fatos colocados. Não há prazo para Aras decidir sobre os pedidos.

11 thoughts on “Celso de Mello manda PGR avaliar pedido de perícia em celulares de Bolsonaro e de Carluxo

  1. Advogado Rodrigo Ferreira preso nessa quinta-feira (21/05) no residencial de luxo Lake Side (DF), por divulgar mensagens ameaçando matar políticos e magistrados do DF, em vídeo solicita que “se estabeleça a obrigatoriedade do uso de rolha no ânus para todas as pessoas”.

    https://bit.ly/2zexzu2

    Que nível deprimente Jair levou o país.

  2. O General Heleno já respondeu aos crápulas do stf.
    O stf é uma pocilga, antro de corrupção , benesses, benefícios espúrios .
    Alguém contra ?
    Canalhas.

  3. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou notícia-crime apresentada pelo líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), que pedia o oferecimento de denúncia contra sete procuradores da força-tarefa da Operação Lava-Jato por supostos crimes praticados no curso da operação.
    Ao rejeitar o pedido, o relator assinalou que o Supremo não pode ser confundido com órgão de encaminhamento a outras autoridades penais de comunicações referentes a alegadas práticas delituosas.
    O ministro Celso de Mello assinalou ainda que o Judiciário não tem a prerrogativa para ordenar, induzir ou estimular o oferecimento de acusações penais pelo MP, pois essas providências seriam uma “clara ofensa” a uma das mais expressivas funções institucionais daquele órgão. “O monopólio da titularidade da ação penal pública pertence ao Ministério Público, que age, nessa condição, com exclusividade, em nome do Estado”, afirmou.

  4. Eu estou esfregando as mãos para que o Excelso de Melda mande apreender o celular do PR e de toda a sua família … coragem ‘juiz de merda’.

    Quiçá meu sonho se realize … assitir o fechamento do STF, com o posterior julgamento dos protetores e libertadores de ladrões e bandidos, inclusive chefões do PCC, que se escondem atrás das togas de ministros.

    • Deixa de ser burro, Policarpo. Quem vai analisar é o PGR. Vc sabe ler? O Celso de Mello apenas encaminhou um pedido para análise. E se vc quer fechar o STF, vai lá e fecha. Tem coragem pra isso, babaca?

  5. O decano está mesmo querendo aparecer, mostrar serviço agora que está de saída. O boçal não deve mostrar o celular para ninguém, nem para a mulher. É um absurdo o que o Judiciário está fazendo com o Executivo. Depois de mais esta intromissão do Judiciário na vida nacional os militares dirão sim, basta deste governo não eleito pelo povo querer governar o Brasil. Aviso importante: não sou bolsominion

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *