Celso de Mello vai relatar pedido de impeachment de Augusto Heleno, feito pelo PT

Em resposta após ameaças de Heleno, STF afirma que Celso de Mello ...

De repente, Heleno parece que não está mais agradando…

Raphael Veleda
Metropoles

A nota assinada pelo ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) na última semana, prevendo “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional” se a apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro fosse determinada já rendeu dois pedidos de impeachment do ministro militar protocolados no Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Celso de Mello será o relator de ambos.

O primeiro pedido de afastamento de Heleno por causa do tom de ameaça institucional da nota foi protocolado pelo advogado Ricardo Bretanha Schmidt na última segunda (25/05). Nesta terça, os deputados federais Célio Moura (PT-TO), Margarida Salomão (PT-MG) e Rogério Correia (PT-MG) apresentaram outro requerimento com o mesmo tema. Por isso, o sistema do Supremo entregou a relatoria do segundo ao ministro decano do Supremo, que já estava com o primeiro.

OS MOTIVOS – Na nota, publicada no último dia 22, o ministro diz que o pedido de apreensão do celular do presidente é “inconcebível” e “inacreditável”. O ministro diz ainda que a medida representaria uma “afronta” a Bolsonaro e “interferência inadmissível” de outro Poder na privacidade do presidente da República e na segurança institucional do país.

“O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República alerta as autoridades constituídas que tal atitude é uma evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”, diz trecho da nota do GSI.

A apreensão do celular de Bolsonaro, porém, nunca foi realmente determinada. Deputados que o denunciaram numa noticia-crime pediram a medida e Celso de Mello consultou a Procuradoria Geral da República, conforme determina a legislação processual, e assim o noticiário e as os debates nas redes sociais foram esquentados com uma medida normal de qualquer processo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Só não é pura perda de tempo porque o general precisa aprender como é que a banda toca. Suas duas notas à nação foram absolutamente dispensáveis. (C.N.)

7 thoughts on “Celso de Mello vai relatar pedido de impeachment de Augusto Heleno, feito pelo PT

  1. Não é senil.
    Foi um grande general, comandante da Amazônia, na Minustah, no pior período.
    Conhecer o assunto, para falar a verdade, tão somente.

  2. Na sua opinião CN, na sua tola opinião. Aí CN, vc que acredita tanto na ABI, pede para eles se manifestarem em relação aos jornalistas que foram violentados pelos atos do Moraes e do Tófolli ontem. Faça algo de útil pela sua classe, mesmo que alguns pensem diferente de você, afinal vocês comunistas não se dizem democráticos! Aguardo seu posicionamento a respeito.

  3. Mesmo com tanta necessidade de ovos de galinha no mercado, o nosso idoso general da reserva procura ter poder. Poder pra quê, pra depois morrer? Eu, hein, tem gente que não aprende – mesmo depois de velho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *