Celular de Márcia aponta que Queiroz ficou escondido em três endereços de Wassef

Mulher de Queiroz via família como marionete de Wassef, diz mensagens

Wassef continua mentindo e está se enrolando cada vez mais

Deu no Estadão e na Band

Dados do celular de Márcia Oliveira de Aguiar, mulher de Fabrício Queiroz, mostram que Queiroz passou por pelo menos três endereços, em cidades diferentes, ligados ao ex-advogado do senador Flávio Bolsonaro Frederick Wassef, segundo o jornal “O Estado de São Paulo”.

Segundo informações do Ministério Público do Rio às quais o Estadão teve acesso, Márcia e Queiroz foram até São Paulo no dia 18 de dezembro de 2018, dias depois da divulgação do relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf), que apontou a movimentação atípica de R$1,2 milhão em uma conta do ex-assessor de Flávio.

FICOU NO GUARUJÁ – No mesmo mês, segundo reportagem do Jornal da Band, Queiroz ficou hospedado por cinco meses em um apartamento na Praia de Pintangueiras, no Guarujá, que pertence à família do advogado Frederick Wassef.

Segundo a reportagem, Queiroz ficou no apartamento logo após ter sido submetido a uma cirurgia de câncer de colon. O apartamento, de 200 metros quadrados, fica no 10º andar do edifício e pertence à avó de Wassef.

A reportagem afirma que, segundo moradores do prédio, Queiroz teria chegado ao apartamento no fim de 2018 e pouco saía. Costumava apenas descer para pegar comida, que pedia por aplicativo. Quando saía, usava boné e óculos escuros. O advogado teria frequentado o apartamento algumas vezes durante o período em que Queiroz estava hospedado lá.

MÁRCIA O VISITAVA – Cerca de dois meses após chegar ao apartamento de Wassef, no fim de fevereiro de 2019, dados do celular de Márcia apontou que ela passou a ir até o local diversas vezes. Depois de quatro meses de registros de visitas da mulher de Queiroz no Guarujá, informações obtidas pelo MP mostram que eles foram para o sitio em Atibaia, em que Wassef mantinha um suposto escritório de advocacia. Os registros começam a aparecer em 27 de junho, quase um ano antes da prisão de Queiroz.

No dia 23 de novembro, uma mensagem de Queiroz para Márcia indica que ele o filho estavam no apartamento do “Anjo”, como era chamado Wassef nas conversas, no Morumbi, na Zona Sul de São Paulo.

DISSE O ADVOGADO – Naquele dia, o advogado Wassef estava em Brasília para o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a necessidade de autorização judicial prévia para o compartilhamento de informações sigilosas por órgãos de fiscalização e controle, como a Receita Federal e o antigo Coaf, rebatizado de Unidade de Inteligência Financeira (UIF).

Em nota ao Estadão, Wassef afirmou que Queiroz “nunca passou uma noite em imóvel meu em São Paulo capital”. Ele classifica as informações como “clandestinas”. “É criminoso este permanente vazamento de peças e informações de processo que tramita em segredo de justiça. As demais informações também são distorcidas da realidade e se transformam em mentiras”, escreveu o advogado.

“Nunca criei nenhum plano de esconder Queiroz ou alugar casa para que sua família se mudasse. Não é verdade que ele passou um período de 6 meses direto em Atibaia. Eu apenas autorizei o uso da propriedade para quando Fabrício Queiroz entendesse necessário.”

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Está mais do que claro que a família Bolsonaro mandou o advogado Wassel ocultar Queiroz. E todos sabem que quem não deve não teme. Portanto… (C.N.)

13 thoughts on “Celular de Márcia aponta que Queiroz ficou escondido em três endereços de Wassef

  1. Quem sabe foi por puro altruismo que Wassef escondeu o Queiroz. Tudo é possível, mas é muito provável que tenha sido por instruções diretas do rei de barro Bolsonaro.

  2. Um conceito, quando já está crônico e incrustado, no inconsciente coletivo, vã será toda tentativa de deletá-lo.
    Não é de hoje que se ouve: “Advocacia é a categoria que mais homizia canalhas por metro quadrado!”
    Em todos escândalos de grande monta há um advogado como agente ativo, sob quaisquer pretextos.
    Já passa da hora de o Congresso Nacional criar instrumentos, obtivando a trincar esse “bunker corporativo”, que dá refúgio a esses profissionais na arte de piorar o que já está ruim. Ressalvadas aqui, as microscópicas exceções.

  3. Trata-se de um questão de estado, e não interessa se Queiroz está foragido ou não, o que interessa é o seu relacionamento com o chefe de governo direta ou indiretamente, e as promiscuidades desse relacionamento.
    Bolsonaro pisa mais na bola que pé de chumbo quando se mete em pelada.
    Não tem capacidade de ser um homem público para comandar um país importante como o nosso.
    Tudo faz de errado, haja visto a reunião com ministros , onde ele parecia mais um gângster que um presidente.
    Vai cair logo que a pandemia passar por que todos sabemos que não se troca o timoneiro na borrasca, por pior que seja.
    Tudo tem feito para ser pior que luiz inacio, mas isso ele não conseguirá, pois é impossível, nem Dilma conseguiu.
    Mas de volta ao assunto em pauta, dessa ele.nao escapa.

  4. Trata-se de um questão de estado, e não interessa se Queiroz está foragido ou não, o que interessa é o seu relacionamento com o chefe de governo direta ou indiretamente, e as promiscuidades desse relacionamento.
    Bolsonaro pisa mais na bola que pé de chumbo quando se mete em pelada.
    Não tem capacidade de ser um homem público para comandar um país importante como o nosso.
    Tudo faz de errado, haja visto a reunião com ministros , onde ele parecia mais um gângster que um presidente.
    Vai cair logo que a pandemia passar por que todos sabemos que não se troca o timoneiro na borrasca, por pior que seja.
    Tudo tem feito para ser pior que luiz inacio, mas isso ele não conseguirá, pois é impossível, nem Dilma conseguiu.
    Mas de volta ao assunto em pauta, dessa ele.nao escapa.

  5. Ao apedrejar alguém usa-se a mão pudica dos Catões da ética e da moralidade.
    Mas o contraponto dos Catões ou dos Varões de Plutarco são os fariseus do templo que não se enxergam como sepulcros caiados.
    Arraigados no conceito que o presidente é a Geni do Zepelim.

  6. Ahh alguém mesmo acredita que Bolsonaro não soubesse do paradeiro do Queiroz esse tempo todo?

    Logo ele (Bolsonaro) gabousse numa reunião que sua rede particular de informações funcionava

  7. A impressão é a de que, no Brasil, até mesmo em muitas profissões, se vc não for corrupto, e não se imiscuir na politicalha, vc não se dá bem financeiramente, daí a escumalha se joga com ou sem paraquedas, e seja lá o que Deus quiser, e se a canoa não virar, ole, ole, olá, seu chego lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *