Centro-direita aguarda atos do 7 de Setembro para fechar reação conjunta contra Bolsonaro

Emenda de Kim Kataguiri causa polêmica em S.Bernardo - 12/08/2021 | Diário  do Grande ABC

“Nem Bolsonaro, nem Lula”, eis a proposta de Kim Kataguiri

Danielle Brant, Julia Chaib e Ranier Bragon
Folha

Partidos e grupos políticos que não estão alinhados à esquerda ou ao bolsonarismo adotaram um compasso de espera diante da mobilização preparada por Jair Bolsonaro e aliados para este feriado de 7 de Setembro.

A avaliação entre políticos do DEM, MDB, PSDB e PSD, a maioria de centro-direita e de direita, é a de que o volume das manifestações será considerável em São Paulo e em Brasília, devido à estratégia bolsonarista de promover caravanas para esses locais. Eles dizem, porém, ser necessário aguardar ainda o tom dos protestos e os recados que o presidente dará nesse dia.

TROCO NO DIA 12 – Como não há atos marcados pela esquerda, a reação mais palpável até o momento será o protesto contra Bolsonaro organizado pelo MBL e o Vem pra Rua para o dia 12.

Embora partidos digam que ela deve ser menor que o do bolsonarismo, integrantes do PSDB próximos do governador João Doria atuam para que a mobilização seja maior em São Paulo, ao menos, o que teria um peso simbólico relevante.

“A nossa expectativa é que a manifestação [do dia 12] seja grande, porque tem uma mobilização semanal que a gente está fazendo para divulgar, com adesivaço, e tem comparecido algumas centenas de pessoas, o que é uma mobilização que a gente nunca teve. Nas redes, também, a resposta tem sido muito boa”, diz o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), coordenador do MBL.

TERCEIRA VIA – De acordo com o deputado, diferentemente das manifestações de rua anteriores da esquerda, a liderada pelo MBL vai doer em Bolsonaro porque o foco são os eleitores de centro, centro-direita e direita.

“O nosso foco é o sujeito que não quer o Bolsonaro nem o Lula, que é o eleitorado com quem o Bolsonaro se importa porque ele sabe que é o que deu a vitória para ele na eleição e que ele está perdendo agora cada vez mais com o desastre da pandemia e com o desastre econômico também”, afirma Kataguiri, segundo quem o objetivo é “fazer a maior manifestação anti-Bolsonaro de todas” e já marcar as próximas.

Líderes do centrão, o grupo de siglas de centro-direta que dão sustentação a Bolsonaro no Congresso, dizem acreditar que o presidente da República não busca ruptura, mas um ato que consiga ao menos barrar seu derretimento político e eleitoral. Alguns lembram, porém, que não será nenhuma surpresa se, mais uma vez, Bolsonaro contrariar as orientações e expectativas de moderação do grupo.

GRITO DOS EXCLUÍDOS – Na esquerda, há divisões. Embora tenha realizado mobilizações de rua expressivas contra Bolsonaro em maio, junho e julho, alguns partidos orientaram sua militância a não ir aos protestos contra o presidente em 7 de Setembro para evitar conflito.

Apesar disso, nesse dia haverá manifestações da esquerda, entre elas o tradicional Grito dos Excluídos, que são as pastorais libertárias, sempre com o povo nas pautas do povo, por alimentação, por emprego, por moradia, azem no dia 7 de setembro suas manifestações.

“A Frente Brasil Popular e o PT estão reforçando essas mobilizações país afora, incluindo na reivindicação de pautas sociais também a pauta do ‘fora, Bolsonaro’, porque cada dia mais que ele está na Presidência mais gente morre e mais o país fica subalterno”, afirma o líder da bancada do PT na Câmara, Bohn Gass (RS).

17 thoughts on “Centro-direita aguarda atos do 7 de Setembro para fechar reação conjunta contra Bolsonaro

  1. Como pode um presidente já na segunda metade do mandato prescindir de apoio popular e ainda por cima “na marra”?
    Seja qual for o tamanho do movimento Bolsonaro está se afundando cada vez mais.
    Não existe saída pela violência.

  2. “”A avaliação entre políticos do DEM, MDB, PSDB e PSD, a maioria de centro-direita e de direita,”””

    PSDBando é de Direita???

    A Foice do Vampiro continua a mesma, mentindo e manipulando…..
    A que ponto chegou o jornalixo brasileiro….

  3. Nem Bolsonaro, nem Lula”, eis a proposta de Kim Kataguiri

    Todos nós sabemos com quem anda o Puxadinho do Todo Poderoso Chefão da Máfia Tucanostra….

    Demais da conta esse Kim Kataguri

  4. Vocěs estão perdendo a oportunidade de ficarem calados e ajudarem o nosso Brasil. Isso é a luta pelo poder. O Supremo se delicia com suas guloseimas a custa da misėria do povo.

  5. A DEMOCRACIA DIRETA, COM MERITOCRACIA, NÃO VAI ENTRAR NESSA ROUBADA NÃO. NÃO, NÃO E NÃO, porque a Democracia Direta, com Meritocracia, é a Mega-Solução, e não fará o papel de bucha de canhão de nenhum charlatão, quer seja de direita, quer seja de esquerda quer seja de centro, e só irá às ruas quando clamarem por Ela como prioridade da manifestação, com abertura total dos microfones à sua disposição, para dizer a que veio ao conjunto da população. Basta. Chega dos me$mo$. Portanto, a Democracia Direta, com Meritocracia, segue convicta de que não vale a pena CUTUCAR ONÇAS COM VARA CURTA, e nem procurar chifres em cabeça de cavalos, burros, jumentos e afin$. A Democracia Direta, com Meritocracia, veio para pegar o Capeta pelos chifres, espatifá-lo ao chão e, se possível, colocar Deus no lugar do dito-cujo. PORTANTO, a meu ver, se ao invés de irem às ruas à toa, só para fazer barulho e mais confusão, sob pandemia, que por si só já é uma grande estupidez, pior ainda só para ganhar visibilidade eleitoral, pensamos que Direita, Esquerda e Centro, seriam mais úteis ao país e ao povo brasileiro, caso se dedicassem à elaboração e apresentação de soluções, para a política, o país e a população, contra todos os malfeitos que ai estão, há 131 anos, com prazo de validade vencido há muito tempo. Portanto, voltaremos às ruas apenas quando for a hora certa para liquidarmos a fatura que se encontra aberta desde Junho de 2013, de modo que se não for nesse sentido, nunca iremos, porque não temos tempo a perder com besteirol político-partidário-eleitoral inútil, mas estaremos sempre prontos e de prontidão para reagirmos à altura, até mesmo com o empenho das nossas próprias vidas se necessário for, contra qualquer tipo de retrocesso em desfavor do Estado Democrático de Direito. E a nossa reação democrática será uma verdadeira Tsunami da paz e do bem, tenham certeza disso, nem que seja à moda dissolução da toda-poderosa união soviética, com a reação popular ao golpe militar nas ruas enquadrando o militarismo politiqueiro golpista, e, por conseguinte, a derrubada até mesmo da então indestrutível cortina de ferro militar enferrujada, como parece ser o caso do Brasil dos me$mo$ que tanto sofrimento tem causado ao povo brasileiro. https://veja.abril.com.br/politica/em-atos-pro-bolsonaro-estados-com-historico-de-motins-sao-foco-de-temor/?fbclid=IwAR1IFFhVbZo1D21Zl5dQDlGmV5GvS1uN6Xr-t6px3CdibmTSarV9vrURxrE

  6. Classificar o velho de guerra e os tucanos como de centro é mesmo de lascar. E o partido da boquinha e o DEM fazem parte do Centrão . O MBL se aliou ao Dória e vai pelo mesmo caminho do Novo, ou seja, para a extinção. A tão necessária terceira via não vai acontecer com o Dória, muito menos com o MBL, o povo não é tão imbecil assim. Ou aparecem candidatos sem o rabo preso com ninguém, o a disputa fica entre os Luladrão e o mito, aí os anos de vacas magras se estenderão por mais 4 anos.

  7. A esquerda chama Jesus de Jeremias se isso lhe trouxer algum ganho político. A capacidade de procurar chifre em cabeça de cavalo é igual aquele delegado comunista que só procura cadáver de afogado rio acima se isso convier ao partido.
    E o pior, eles pensam que o mundo fora deles é composto somente por otários que são facilmente ludibriados. O tanto de jornalistas que escondem o sol com a peneira estão aí e não se fazem de rogados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *