Centro-direita irá se afastar de Bolsonaro se ele insistir em golpe

Bolsonaro ‘fantasia’ retorno a 1964 e ficará isolado na extrema-direita

Pedro do Coutto

Reportagem de Danielle Brandt, Julia Chaib e Ranier Bragon, Folha de S. Paulo desta segunda-feira, revela que uma das bases de apoio ao governo Bolsonaro, a corrente de centro-direita, poderá afastar-se dele ainda hoje, caso insista na radicalização e no impulso de pregar um golpe contra a democracia e contra a Constituição. A matéria é muito importante, sobretudo porque o afastamento da centro-direita, e por via de consequência do Centrão, deixará o presidente da República isolado na extrema-direita, posicionamento aliás que ele e os seus apoiadores mais próximos sempre ocuparam.

Mas, no caso do Centrão e do conservadorismo não-extremista, a investida radical representa um desastre, como destaca também a Folha de São Paulo em reportagem de Carolina Linhares e  Anna Virginia Balloussier, exibindo cartaz de apoiadores do governo levantando a tese de uma intervenção militar com Bolsonaro no poder. Esse poder, de acordo com os extremistas, inclui o fechamento do Supremo e do Congresso Nacional.

SEM MANDATO – O fechamento do Supremo já significa um absurdo ainda maior do que a violência. O fechamento do Congresso deixaria senadores e deputados sem mandato, situação enigmática para os atuais governadores e o fim das eleições gerais de 2022. Tal solução que revive o fascismo não pode interessar de forma alguma ao quadro político parlamentar, uma vez que os mandatos seriam substituídos por militares escalados pelo imperador do Planalto. Com isso, a sobrevivência da própria classe política teria desabado.
 
Carolina Linhares e Anna Virginia Balloussier destacam os setores alinhados na extrema-radical. Entre eles, os evangélicos liderados por Silas Malafaia e Estevam Hernandes da Igreja Renascer em Cristo. Neste ponto, a contradição é também integral: cristãos não podem ser favoráveis a desfechos de força e às ditaduras, pois tanto umas quanto outras significam a supressão da liberdade e a violação de direitos humanos, exatamente ao contrário do que através de dois milênios lê-se na mensagem de Jesus Cristo, segundo os evangelistas Mateus, João, Marcos e Lucas.  

Portanto, os evangélicos não podem formar ao lado daqueles que pregam a violência e têm como impulso principal suprimir a liberdade, o direito do voto, a democracia e manter um conservadorismo que colide frontalmente com os princípios cristãos consagrados no Novo Testamento.

ARTICULAÇÃO – No O Globo, Marianna Muniz destaca na edição de ontem que ministros do Supremo Tribunal Federal, como é o caso do presidente da Corte, Luiz Fux, procuram articular nos bastidores uma solução capaz de conter a crise, cujo desfecho final pode ter início hoje à noite. Mas a articulação que conta com a participação de Ciro Nogueira, chefe da Casa Civil, na minha impressão, dificilmente poderá obter êxito porque o presidente Bolsonaro é o primeiro a partir para o confronto, incluindo o desrespeito à Constituição do país que tem como um dos seus pontos nevrálgicos, como ele próprio já anunciou, a supressão das urnas de outubro de 2022.

Por falar nas urnas, o presidente da República permanece sem filiação partidária e, pela lei eleitoral, tem prazo até o próximo dia 3 de outubro para se inscrever numa legenda e com isso habilitar-se para disputar as eleições  do próximo ano.

SITUAÇÃO SINGULAR – A não filiação de Bolsonaro a qualquer partido criará uma situação singular que ameaça até a viabilização da própria candidatura. Seria um fato inédito na história universal; ocupar a Presidência da República e disputar a eleição sem estar vinculado a qualquer partido. A impressão que se tem é de que o presidente está agindo de propósito para alimentar mais um aspecto de suas atitudes e comportamentos contraditórios.

Porém, não tenho dúvida de que ao se aproveitar do 7 de setembro para investir novamente contra o STF e contra as instituições, Bolsonaro perderá o apoio do Centrão, pois é impossível que os seus integrantes se disponham a jogar pela janela os seus próprios mandatos e a sua presença na vida pública brasileira. O quadro partidário terá que suspender a ação subversiva surpreendentemente assumida pelo próprio presidente da República.

BITCOINS DO FARAÓ –  Em reportagem na Folha de S. Paulo, Italo Nogueira destaca que o Santander, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal decidiram antecipadamente, e de forma preventiva, encerrar as contas da GAS Consultoria no sistema de bitcoins, utilizada pelo faraó para ganhar ilegalmente uma quantia verdadeiramente fantástica. Era o reviver da antiga pirâmide.

Ítalo Nogueira diz que o faraó baseou-se em liminares da justiça para evitar o fechamento das contas como desejava o Banco do Brasil, o Santander e a CEF. Mas, para  mim, o que mais surpreende é o fato de o Banco Central não ter agido para conferir as denúncias dos dois bancos estatais e do Santander.

Afinal, o Banco Central dirigido por Roberto Campo Neto tem como uma de suas obrigações assegurar a legitimidade das movimentações financeiras e, no caso de não serem legítimas, denunciá-las publicamente e praticar a intervenção no mercado, sobretudo porque a economia popular encontrava-se e se encontra sob grande risco de prejuízos. Por que motivo o Banco Central não agiu?

6 thoughts on “Centro-direita irá se afastar de Bolsonaro se ele insistir em golpe

  1. VAMOS, punir nas urnas em 2022, todos os políticos que, sob falsos pretextos, sem necessidade, estão levando o povo se aglomerar nas ruas, em plena pandemia, por motivação de fundo eleitoral, ou seja, campanha eleitoral antecipada. EVOLUÇÃO X situação, oposição e os puxadinhos dos me$mo$. A MELHOR VIA, na boa, na moral e no jogo limpo, é a Democracia Direta, com Meritocracia, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, a Terceira Via de Verdade, a mais ampla, mais próspera e mais alvissareira possível, para a política, o país e o conjunto da população (direita, esquerda e centro a bordo), o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, a nova política de verdade, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, que acaba de de uma vez por todas com a guerra tribal, primitiva, permanente e insana do militarismo e do partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$, que operam à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus, tipo plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia, fantasiada de democracia apenas para ludibriar a tola freguesia, forjada, protagonizada e desfrutada pelos me$mo$, há 131 anos, com o prazo de validade vencido há muito tempo, dos quais até esta parte da história temos sido todos e todas vítimas, reféns, súditos e escravos, ainda que fantasiados de cidadãs e cidadãos, alienados e manipulados pelos me$mo$ como se fôssemos gado e não gente. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/catarina-rochamonte/2021/09/o-brasil-entre-7-e-12-de-setembro.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compfb&fbclid=IwAR25pNu3U7NHJjZE0jC_7obvEtTt-PUN4zQaGMwk5ftArqoeqR1O5tNnIY4

  2. Dar golpe como? Os militares que o apoiam estão fardados com seus pijamas.
    Os ditos “evangélicos” é composto de pastores e bispos que fundaram suas religiões para terem um rebanho de votos.
    Alguns caminhoneiros e esparços policiais.
    Liderança inexistente. Objetivos difusos.
    O que temos realmente são um monte de afirmações descoladas da realidade proferidas por Bolsonaro.
    Golpe? Está mais para quartelada.

  3. A centro-direita (whatever that shit is) deveria ser mais adulta. Em verdade não há motivo – nem ideológico, para se juntar a um grupo sujo como esse que apoia o presidente debilóide.

  4. 1) Licença… acredite quem quiser… (com todo o respeito aos que discordam)…

    2) Na 2ª Guerra Mundial pracinhas foram para a Itália matar mussolinistas…. estes, reencarnaram e estão agora no Brasil… apoiando o atual governo.

    3) É a Ciência do Carma, Lei do Retorno ou Lei de Ação e Reação… tudo está interligado…

Deixe um comentário para Loriaga Leão Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *