Cerveró mantinha “certa relação de amizade” com lobista

Amanda Almeida e Naira Trindade
Correio Braziliense

O ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró disse ontem, em depoimento de cerca de três horas à Polícia Federal, que “mantinha certa relação de amizade” com o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano. De acordo com delatores da Operação Lava-Jato, Baiano era o operador do PMDB no esquema de pagamento de propina por empreiteiras a políticos para obterem contratos com a Petrobras. Cerveró negou ter recebido qualquer vantagem para viabilizar negócios na petrolífera.

Réu em um dos processos da Lava-Jato, o ex-diretor foi preso na madrugada de quarta-feira, sob acusação de que tentava ocultar patrimônio obtido ilegalmente. Ele está na mesma cela de Baiano, em Curitiba. De acordo com o advogado Beno Brandão, que acompanhou o depoimento de Cerveró, ele não se negou a responder a nenhuma pergunta.

AMIGO DO BAIANO

Sobre Baiano, Cerveró disse que o conheceu em 2000, quando ocupava o cargo de gerente executivo de Energia da petrolífera. Na época, segundo ele, o lobista representava empresas espanholas no ramo de energia térmica. Ele diz que só se lembra do nome de uma delas: Union Fenosa. Ainda de acordo com Cerveró, naquele período, foi fechado um contrato com essa empresa. Ele diz não se lembrar do valor, mas comentou que “não foi significativo”.

Cerveró disse ainda que Baiano continuou a frequentar a Petrobras, inclusive outras diretorias. Citou, como exemplos, a de Abastecimento e a de Gás e Energia. A primeira era comandada por Paulo Roberto Costa, um dos delatores da Lava-Jato, entre 2004 e 2012; a segunda, por Ildo Sauer entre 2003 e 2007, e pela hoje presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, entre 2007 e 2012.

COMPRA DE SONDAS SEM LICITAÇÃO

Cerveró disse que a compra de sondas de perfuração sem licitação teve a aprovação da então diretoria executiva da estatal, em 2006, recebeu parecer do setor jurídico e foi feita para atender a uma necessidade específica e imediata da estatal, mas não passou pelo crivo do Conselho de Administração, responsável pela definição do planejamento estratégico da empresa.

O ex-diretor negou que tenha recebido “vantagem financeira” durante as negociações para a assinatura dos contratos e também afirmou que não tem contas no exterior. Acontece que. em depoimento de delação premiada, o consultor Júlio Gerin de Almeida Camargo afirmou que pagou U$ 40 milhões a Fernando Soares para intermediar a compra de sondas de perfuração para a Petrobras. No depoimento, o delator declarou que o valor foi repassado para Soares por meio de contas indicadas por ele no Uruguai e na Suíça.

Para fechar o negócio, Camargo disse que procurou o empresário “pelo sabido bom relacionamento” dele na área internacional e de abastecimento da empresa, dirigidas à época por Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa, respectivamente.

Para tratar do negócio, o delator disse que participou de uma reunião na sala de Cerveró, na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, onde também estavam presentes o então gerente executivo da área internacional Luiz Carlos Moreira, o então vice-presidente da Samsung, Harrys Lee, e o gerente da Mitsui no Rio de Janeiro, Ishiro Inaguage.

PATRIMÔNIO

Sobre a acusação de tentar blindar seu patrimônio para evitar a apreensão dos bens, razão pela qual ele está preso, Cerveró disse que não adquiriu patrimônio de forma ilícita. Sobre as movimentações financeiras, o ex-diretor declarou que precisava pagar despesas pessoais da filha.

De acordo com relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), no dia 16 de dezembro, Cerveró sacou R$ 500 mil em um fundo de previdência privada e transferiu o valor para sua filha, mesmo tendo sido alertado pela gerente do banco de que perderia 20% do valor. Em junho do ano passado, Cerveró havia transferido imóveis para seus filhos, com valores abaixo dos de mercado. Na inteRpretação do Ministério Público Federal (MPF), o ex-diretor tentou blindar seu patrimônio, e por isso, a prisão foi requerida.

10 thoughts on “Cerveró mantinha “certa relação de amizade” com lobista

  1. “E então, como a Petrobras fará com as Braskem, que é sua sócia e controlada pela Odebrecht, hoje proibida de participar de licitações na estatal? (leia mais aqui)
    Questionada pela própria Braskem, a Petrobras confirmou que o bloqueio comercial, para negócios futuros, imposto às 23 empresas investigadas na Lava-Jato (e a seus respectivos “grupos econômicos”), passa longe da gigante petroquímica.
    A Braskem não apenas tem a Petrobras como sócia, mas tem na estatal a fornecedora de sua principal matéria-prima, a nafta.
    A partir dessa resposta sobre o caso Braskem, as empreiteiras esperam que caia também a extensão do veto à contratação das demais subsidiárias dos grupos que controlam as 23 construtoras”.
    Por Lauro Jardim
    PS.: O mais estarrecedor é a maneira pela qual a Braskem foi ” formada’ com a participação de TODA a cúpula da Petrobras. Vejam esse vídeo do antigo dono.

    https://www.youtube.com/watch?v=wvCluNRVcsg

  2. Cerveró conheceu baiano no ano 2000. Eu sabia. Essa história começou com os tucanalhas. E agora, com vergonha, vão enfiar a cara de baixo da asa ? Vão nada eles mentem que nem sentem. Mas o povo está ligado na crocodilagem.

    • Me desculpe Sr Renato mas em se tratando de mentiroso aqui no Brasil,só existe uma pessoa que supera a todos:O seu guru mor o pinguço que mora em São Bernardo o mesmo que conseguiu comprar um triplex no Guarujá por miseros 47 mil reais,alem de mentiroso é magico tambem.

  3. Esse “chamado” empresário, pelo que é mostrado na imprensa, passa a imagem de ” laranja” que empresta seu nome para os verdadeiros donos, além de ser um agente “eficiente” do esquema de desvios.

  4. Mais impostos para mais maracutaias. Em 2014 o Tesouro fez aportes ao BNDES de R$ 150 bilhoes , boa parte terminou em empresas amigas. Hoje a Dilma esta querendo que o BNDES socorra com R$ 10 bilhoes a , tao citada na Lava Jato , Sete Brasil. Dentro de sua hipocrisia pseudo moralista ela quer que os estaleiros facam uma CARTA afirmando que nao houve fraude em sua contratacao !!! Quanto cinismo ! O que ela queria , confissoes ??? Mais uma do Gra Circus Petralis !

  5. Será que só sobrou esse caminho ?
    ” Moradores da cidade saquearam e destruíram casas de vereadores da cidade durante uma manifestação contra o aumento da tarifa em corridas de mototaxistas e atraso de pagamento de servidores públicos de Coari. Duas casas do prefeito da cidade chegaram a ser incendiadas. O delegado contou que seis pessoas já foram presas suspeitas de vandalismo.
    O delegado informou ainda que solicitou imagens de câmeras de segurança de postos de gasolina nas proximidades do local dos crimes. “Já temos algumas fotos e vídeos das pessoas que testemunharam as depredações e isso nos ajudará bastante”, acrescentou.
    Parte dos manifestantes depredou a sede da Câmara Municipal e ateou fogo em duas casas pertencentes ao prefeito da cidade. Sobre os crimes, o delegado afirmou que diferentes penalidades serão aplicadas para cada um dos suspeitos. “Vamos individualizar os crimes de forma que os responsáveis por estas ações serão indiciados especificamente com sua ação criminosa”, explicou.
    ( Fonte G 1 ).

  6. A PF não está dando mole, o Cerveró já tinha ‘pedido emprego’ em Londres…
    “Todo mundo em Brasília sabe que Cerveró tinha ligações diretas e fazia reuniões com os principais políticos.

    Mas um cara que voltou com a mulher de Londres, gastando 12 mil dólares na viagem em primeira classe, sabe que não será uma prisão momentânea que irá afetá-lo…

    Armação

    Cerveró chegou a dar entrada em um visto de trabalho na Inglaterra, onde a extradição só é dada por denúncia muito grave no judiciário de lá.

    Ele voltou ao Brasil apenas para apanhar documentos e tentar resolver sua situação com a Lava Jato.

    O Ministério Público foi rápido, pediu a prisão dele, e o juiz Sérgio Moro decretou.

  7. Se cerveró conhece o baiano desde 2000 e se em 2000 o poder estava com os tucanos, é lógico que a roubalheira não é culpa só do PT. Até agora, do PSDB, só quem já morreu recebeu propina. Mas já apareceu o nome de anastasia, um tucano vivo. aecio já se pronunciou , para ele a culpa de tudo é do PT e que o governo é uma quadrilha. Mas a quadrilha está roubando a Petrobras antes do lula ser presidente.

  8. Os denuncias contra o Eduardo Cunha ” sumiram ” mais uma da indústria da difamação petista. Onde estão os violentos processos contra o Tuma Jr, e a Veja. Mais um ato do Grã Circus Petralis ‘!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *