5 thoughts on “Charge do Alpino

  1. Caro Sr. Alpino, o jornal O DIA- 08/11, publicou comentário da Srª Cidinha Campos, com o titulo SOIS DEUS?, mostrando que de Juiz o dito cujo, está mais para marginal, e não respeitar “às Leis”, a que todo Cidadão se iguala em respeitar.
    A funcionária,Luciana Tamburini, ao se sentir ofendida em suas atribuições funcionais, recorreu a Justiça, qua praticou a “injustiça”, na inversão de VALORES, de acusadora a RÈ.
    O pior, é o corporativismo, que afunda mais no oceano de lama que grassa no País, o último recurso da Cidadania vilipendiada pelos falsos representante da Srª Justiça.
    é interessante ler o artigo da Srª Cidinha, deputada estadual.
    O cara tem mais crimes de transito, e sua carteira não é cassada, li, que uma motorista de ônibus teve 22 pontos de infrações, e corre o risco da empresa despedí-la.
    Que Justiça é essa, quem tem o dever de oficio de HONRÁ-LA, a estupra e vilipendia, acorbertado pelo colega inversor, enquanto a pobre trabalhadora, é penalizada.
    QUE PAÍS É ESSE, SE O CNJ, PUNIR A AMBOS, MORALIZANDO A JUSTIÇA, PODEM IR PARA CASA APOSENTADOS!!!, TOCAMOS REQUIEM PARA A SRª JUSTIÇA.

  2. Caro Jornalista,

    Ponham os magistrados para trabalhar OITO horas por dia, como qualquer cidadão de bem.
    Ponham os magistrados para COMPRAR o próprio carro para irem ao trabalho, como qualquer cidadão de bem.
    Ponham os magistrados para pagar GASOLINA do próprio bolso para trabalhar, como qualquer cidadão de bem.
    Ponham os magistrados para depender da SEGURANÇA PÚBLICA, como qualquer cidadão de bem.
    Ponham os magistrados para PAGAR do próprio bolso pela SEGURANÇA EXCLUSIVA, como qualquer cidadão de bem.
    Ponham os magistrados para tirar TRINTA DIAS DE FÉRIAS, como qualquer cidadão de bem.
    E, finalmente, ponham todos para trabalhar nos RECESSOS, como faz qualquer cidadão de bem.

    MISTUREM tudo isso e VEREMOS UMA ENXURRADA DE APOSENTADORIAS NOS TRIBUNAIS, como acontece com qualquer cidadão de bem, e não teríamos essa DISCUSSÃO FÚTIL sobre idade limite para aposentadoria no serviço público!

    -Muitas vezes O QUE É LEGAL PODE SER IMORAL.
    -E, em se tratando de Brasil, GERALMENTE O É!

    Braços.

  3. Se. Francisco Vieira, perfeito, chega de mordomias para os cágados, transvestidos de justiceiros. 10,20,30 anos, para uma sentença, não é JUSTIÇA, MAS, INJUSTIÇA, como já dizia Rui Barbosa, que morre todos os dias de vergonha.
    O Cidadão trabalhador, é o “burro de carga” a pagar salários e mordomias aos 3 podres poderes, sobrevivendo à margem da miséria, com o salário mínimo miserável.

  4. Departamento de Justiça dos EUA investiga esquema na Petrobras, diz FT

    Autoridades dos Estados Unidos estão investigando o envolvimento da Petrobras e de seus funcionários em um suposto esquema de pagamento de propinas, segundo reportagem publicada neste domingo pelo “Financial Times” em sua página na internet.

    Conforme o jornal, fontes familiarizadas com o assunto contaram que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação criminal sobre a empresa, que tem ADRs (do inglês American Depositary Receipt) listados em Nova York, enquanto a Securities and Exchange Commission (SEC), que regula o mercado de capitais americano, está buscando um inquérito civil.

    A reportagem lembra que a estatal, a maior empresa brasileira, é alvo de investigações pela Polícia Federal e pelo Ministério Público que podem culminar na revelação de “um dos maiores casos de corrupção da história do país”. O jornal também destaca que muitos dos problemas apontados na Petrobras teriam ocorrido quando a presidente reeleita Dilma Rousseff estava à frente do conselho de administração da empresa.

    “As autoridades dos Estados Unidos estão investigando se a Petrobras ou seus funcionários, intermediários ou prestadores de serviços violaram a Lei de Práticas Corruptas no Exterior [tradução livre de Foreign Corrupt Practices Act], uma lei anticorrupção que torna ilegal subornar funcionários estrangeiros para ganhar ou manter negócios”, indica a reportagem, citando as mesmas fontes como origem da informação.

    No Brasil, segue o texto, promotores alegam que a estatal e seus fornecedores superfaturaram custos de projetos e aquisições em “centenas de milhares de dólares e repassaram parte dos recursos para políticos da coalizão governista liderada pelo Partido dos Trabalhadores”. Segundo o Financial Times, o Departamento de Justiça e a SEC declinaram de comentar o assunto e a Petrobras não respondeu o pedido de entrevista.

    (Transcrito do Valor Econômico)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *