3 thoughts on “Charge do Duke

  1. Na verdade, a reação dos governos ao redor do mundo ao covid-19 tem variado muito, e as reações da mídia, em muitos casos, parece derivar mais de simpatias por A ou B do que pela situação concreta.
    P. ex., o prestigiado The Guardian, há poucos dias, falava de “aparente indiferença” à pandemia, do presidente López Obrador que quase não determinou nenhuma rmedida restritiva no México, e só agora vem mudando de atitude:
    https://www.theguardian.com/world/2020/mar/25/coronavirus-advice-from-mexicos-president-live-life-as-usual
    Também a Suécia, com um governo teoricamente respeitabilíssimo, não adotou medidas restritivas na escala vista no resto do mundo.

    • Em verdade, os que assim agiram estavam errados e colocaram em perigo a vida de muitos. O presidente do USA, quem o Bolsonaro imita, pisou na bola e hoje se curva á verdade. Mas muitos americanos já morreram pela falta de iniciativa governamental.

      • Na verdade, praticamente autoridade nenhuma adotou medidas perfeitas. Nem mesmo o herói da mídia, o presidente francês Macron, se levarmos em conta os números da França.
        Uma coisa que não se discute é quanto tempo poderá durar o isolamento, confinamento, ou distanciamento social, ou seja lá como for que queiram chamar. Quanto dano isso causará à saúde física e mental de milhões ou bilhões de pessoas? Não estou falando de paliativos bobos recomendados pela mídia, como exercícios em sala, ou psicólogos on-line. A questão é muito mais séria que isso. Quais serão as conseqüências de se tirar, sem saída visível, a liberdade e o objetivo das vidas das pessoas. Não se chegará a um momento em que alguém pensará, como aquele comandante da espaçonave do filme Wall-E da Pixar, “Eu não quero sobreviver, eu quero viver”?
        E segundo as previsões de alguns cientistas, mesmo com um confinamento geral, o Brasil chegaria a 120 milhões de infectados com meio milhão de mortes. A população do Brasil é de 187 milhões. Como é que 67 milhões vão escapar da infecção não explicam.
        https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/04/01/At%C3%A9-quando-ser%C3%A1-necess%C3%A1rio-adotar-o-distanciamento-social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *