4 thoughts on “Charge do Duke

  1. O déficit no orçamento da Seguridade Social (que engloba o Previdência Social a Assistência Social e a Saúde) foi a -R$130,1 bilhões em 2014. Os dados são da Secretaria do Orçamento Federal.

    Ninguém garante que as medidas restritivas tomadas de agora em diante serão suficientes para frear a aceleração do déficit nominal das contas públicas.

    Uma pequena série temporal logo abaixo:

    RESULTADO PRIMÁRIO DA SEGURIDADE SOCIAL

    ANO………………………………………………RESULTADO (em bilhões)

    2000……………………………………………….-R$9,3 (déficit)
    2001……………………………………………….-R$19,5 (déficit)
    2002……………………………………………….-R$22,4 (déficit)
    2003……………………………………………….-R$27,2 (déficit)
    2004……………………………………………….-R$22,1 (déficit)
    2005……………………………………………….-R$24,2 (déficit)
    2006……………………………………………….-R$39,2 (déficit)
    2007……………………………………………….-R$34,1 (déficit)
    2008……………………………………………….-R$205,5 (déficit)
    2009……………………………………………….-R$226,6 (déficit)
    2010………………………………………………..-R$66,5 (déficit)
    2011…………………………………………………-R$58,1 (déficit)
    2012………………………………………………..-R$76,1 (déficit)
    2013………………………………………………..-R$90,1 (déficit)
    2014………………………………………………..-R$130,1 (déficit)

    Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – Secretaria do Orçamento Federal.

  2. x
    x
    x
    x

    RESULTADO PRIMÁRIO DA SEGURIDADE SOCIAL (2014)

    I – Receitas Primárias

    I.1 – Contribuições Sociais………………………………………….R$600,4 bilhões
    I.1.1 – RGPS……………………………………………………………..R$337,5 bilhões
    I.1.2 – CSLL……………………………………………………………..R$50,6 bilhões
    I.1.3 – COFINS………………………………………………………….R$156,6 bilhões
    I.1.4 – PIS/PASEP………………………………………………………R$25,0 bilhões
    I.1.5 – CPMF…………………………………………………………….-R$0,0 bilhões
    I.1.6 – CPSS (*)………………………………………………………….R$27,0 bilhões
    I.1.7 – Custeio das pensões militares……………………………..R$1,9 bilhões
    I.1.8 – Concursos de prognósticos…………………………………R$1,8 bilhões
    I.2 – Receitas Próprias…………………………………………………R$0,6 bilhões
    I.2.1 – Saúde……………………………………………………………….R$0,1 bilhões
    I.2.2 – Previdência……………………………………………………….R$0,4 bilhões
    I.2.3 – Assistência………………………………………………………..R$0,1 bilhões
    I.2.4 – Outras seguridades……………………………………………..R$ 0,0 bilhões

    I.3 – Taxas e outras receitas da Seguridade Social………………R$6,8 bilhões
    —————————————————————————————
    TOTAL DE RECEITAS (I.1+I.2+I.3)……………………………………………..R$607,8 bilhões

    II – Despesas Primárias

    II.1 – Principais benefícios da Seguridade Social…………………………….R$614,4 bilhões

    II.1.1 – Benefícios do Regime Geral da Previdência social………………..R$402,1 bilhões
    II.1.2 – Pagamento a servidores inativos da União…………………………..R$95,9 bihões
    II.1.4 – Benefícios assistenciais LOAS/RMV……………………………………R$38,4 bilhões
    II.1.5 – Pagamento de seguro-desemprego e abono salarial………………R$51,8 bilhões
    II.1.6 – Bolsa Família…………………………………………………………………….R$26,2 bilhões

    II.2 – Salários dos servidores ativos………………………………………………..R$16,4 bilhões

    II.2,1 – Previdência Social………………………………………………………………R$4,4 bilhões
    II.2.2 – Saúde………………………………………………………………………………..R$8,0 bilhões
    II.2.3 – Demais………………………………………………………………………………R$4,0 bilhões

    II.3 – Outras despesas de custeio e capital………………………………………..R$107,1 bilhões

    II.3.1 – Cumprimento de precatórios e sentenças judiciais…………………..R$0,7 bilhões
    II.3.2 – Benefícios a servidores públicos…………………………………………….R$6,0 bilhões
    II.3.3 – Ministério da saúde………………………………………………………………R$84,0 bilhões
    II.3.4 – Demais………………………………………………………………………………..R$16,4 bilhões

    ——————————————————————————————————–
    TOTAL DE DESPESAS (II.1+II.2+II.3)……………………………………………..R$737,9 bilhões

    RESULTADO: TOTAL DE RECEITAS – TOTAL DE DESPESAS = – R$130,1 bilhões (déficit)

    Obs.: CPSS – Considera a contribuição patronal paga pela União ao Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos.

  3. De 2013 para 2014 o rombo da Seguridade Social aumentou em quarenta bilhões. Ou 44,39%!!!

    Destaque para os benefícios assistenciais como a Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) e Remuneração Vitalícia (RMV) que saiu de R$34,3 bilhões em 2013 para R$38,4 bilhões em 2014. Aumento de 11,95%.

    Outro destaque para o pagamento do Seguro Desemprego e Abono Salarial que saiu de R$46,6 bilhões em 2013 para R$51,8 bilhões em 2014. Aumento de 11,16%.

    O Bolsa Família saiu de R$24,0 bilhões em 2013 para R$26,2 bilhões em 2014. Aumento de 9,2%.

    Pagamento a servidores inativos da União saltou de R$89,1 bilhões em 2013 para R$95,9 bilhões em 2014. Aumento de 7,6%.

    Agora, o mais significativo mesmo foi o aumento no pagamento de benefícios do Regime Geral da Previdência social que saiu de avassaladores R$358,6 bilhões em 2013 para inacreditáveis R$402,1 bilhões. Um aumento de R$43,5 bilhões (!) ou mais de 12% em um só ano.

    Detalhe é que a economia, em 2014, na melhor das hipóteses, cresceu 0,0%. Não há como continuar sustentando toda a economia em cima da dívida pública.

  4. O que tem a ver com a charge? Desespero tucano é de deixar a vida mais engraçada.
    Mas voltando a charge é a melhor que apareceu na Tribuna da Internet desde a sua criação.
    Espero que esse avanço continue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *