Chavez, sempre Chavez

O ininterrupto da Venezuela, “alerta sobre a possibilidade de guerra civil em Honduras”. Devia alertar para o perigo no seu próprio país, dividido por sua ambição ditatorial.

De qualquer maneira, nem Zelaya nem os generais de Honduras, valem a guerra civil, a ameaça dela, ou a possibilidade de continuação do golpe. (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *