Cid Gomes diz que Lula é o culpado pela derrota de Haddad e do próprio PT

Resultado de imagem para CID GOMES

Cid Gomes desfez o sonho de Haddad ter apoio do PDT

Pedro do Coutto     

Ao participar de ato público em Fortaleza para apoiar Fernando Haddad, o senador eleito Cid Gomes atacou o ex-presidente Lula e disse que, na realidade ele tornou-se o grande culpado pela derrota do candidato a que apoia e pela derrota do próprio PT nas urnas de outubro. As afirmações de Cid Gomes dividiram os presentes ao ato, uma parte aplaudindo outra vaiando. Mas ele foi em frente. A matéria está publicada em O Globo, edição de ontem, assinada por Dimitrius Dantas.

O PT, disse Cid, devia ter pedido desculpas ao seus eleitores pelas besteiras que suas lideranças fizeram. “Ao contrário do que normalmente se espera, o ex-presidente Lula da Silva não assumiu seus próprios erros”, acrescentou. O motivo principal da revolta de Cid Gomes foi a não aceitação de qualquer acordo político em torno da candidatura de seu irmão, Ciro Gomes, porque Lula julga-se dono da legenda partidária.

RUMO AO DESASTRE – Não reconhecer os próprios erros é algo que só pode conduzir ao desastre. As críticas de Cid Gomes, a meu ver, são procedentes. O ex-presidente da República, contraditoriamente, demonstrou medo de perder o comando do Partido dos Trabalhadores. Isso de um lado. De outro, foi superestimar sua força política e não perceber a rejeição do eleitorado contra ele. Tal situação conduziu ao equívoco e ao desastre eleitoral.

As pesquisas demonstravam que o candidato mais forte para disputar o Palácio do Planalto com Jair Bolsonaro era mesmo Ciro. Porém, Lula considera-se proprietário da legenda e acha que mesmo preso, podia comandar o eleitorado petista.

O eleitorado petista sozinho não garante o êxito eleitoral da candidatura que adotou. É indispensável reunir forças sociais para que o projeto de poder alcance a vitória e assegure a democracia no Brasil. Até certo ponto, a atitude de Lula ajudou a criar e fortalecer a candidatura de Bolsonaro. O candidato do PSL ocupou a faixa contrária abertamente ao projeto tanto de Lula quanto do próprio PT.

LULA PERDE TUDO – Temendo perder seus correligionários e sua legenda, Lula acabou perdendo tudo isso e também as eleições.  Na minha opinião uma frente de 18 pontos a duas semanas das urnas torna-se praticamente impossível de ter seus rumos alterados.

Lula não levou em consideração as reações da sociedade brasileira ao escândalo do Petrolão. Ainda por cima antes houve o mensalão.

O projeto político, não só do PT mas de todos os demais partidos, com a vitória de Bolsonaro foi transferido para 2022.

7 thoughts on “Cid Gomes diz que Lula é o culpado pela derrota de Haddad e do próprio PT

  1. Apogeu, Glória e Derrota. A culpa é da Mídia. Era a velha lorota. Na palma da mão uma pessoa quiser ser cidadão. É tem que ter vontade de ter e ser cidadão. Alguns fazem vista grossa é eu tenho a lei Rouanet, Bolsa Família, aparelhamento no estado e outras boquinhas.
    “O PT é o partido da boquinha”. Eis a derrota. O celular. A mídia TV levou uma surra e está levando. No celular você tira a prova dos nove. Ele falou isto mais tem o contraditório. Mentiram e continuam mentido. Até as FakeNews eles colocam e insistem afirmando que são TrueNews.
    Haverá revisões. JW (Fonte Nova), Anta (Passadina)…Daqui uns dias vão chamar Lindinho de Mentiroso. Vou ler tintinho a tintinho no meu celular ou mídia.
    Discordo do Cid. O PT vai perder bonitinho para o Bolsinho.

  2. A grande imprensa tampouco levou em conta a reação da sociedade brasileira.
    Parece que está começando a cair a ficha de que Lula é apenas o encantador de burros bêbado e ignóbil que esgotou seus truques, sendo soterrado pela própria soberba e arrogância, levando o pt consigo.

  3. Como comentei em seguida à fala de Cid, num post no qual compartilho vídeo do ato, está confirmado em manchete pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/desabafo-de-cid-e-sentimento-majoritario-no-partido-diz-presidente-do-pdt.shtml

    São Paulo – O PDT fechou o apoio à reeleição de Márcio França (PSB) ao governo paulista. A sigla, que no Estado teve o ex-prefeito de Suzano Marcelo Candido como candidato, formaliza a aliança na tarde desta segunda-feira, 15, com a presença do presidente nacional da sigla, Carlos Lupi. O apoio marca uma reaproximação entre os dois partidos, que quase fecharam uma chapa em agosto. “Éramos para estar juntos no primeiro turno”, afirmou Lupi. https://exame.abril.com.br/brasil/pdt-ira-apoiar-marcio-franca-na-disputa-pelo-governo-de-sao-paulo/

    Dirigentes de PDT e PSB avaliaram ao blog que Fernando Haddad se tornou uma vítima do estilo “desagregador” do PT. Com isso, avaliam, apoios “enfáticos e públicos” têm sido inviabilizados, como o do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa e do candidato do PDT a presidente no primeiro turno, Ciro Gomes. https://g1.globo.com/politica/blog/valdo-cruz/noticia/2018/10/16/dirigentes-de-psb-e-pdt-avaliam-que-haddad-se-tornou-vitima-do-estilo-desagregador-do-pt.ghtml

  4. A sociedade sabiamente reagiu a Cleptocracia instalada pelo PT, mesmo com todos os esforços da mídia brasileira em apoiar descaradamente essa facção criminosa, que não defende a democracia.

  5. Eu acho muito fácil entender os acontecimentos.
    O PT foi um projeto de vida do lula. Fez tudo dentro do partido, aquilo de que tinha vontade.
    A tal militância, nunca passou de teatro de marionetes, da qual o “chefão” dispunha a seu bel prazer.
    Passou o lula, toda a sua vida ditando normas para ser seguida por seus vassalos e teve o apogeu, quando foi eleito presidente dar república.
    Invertendo a lógica, apos a bonança, veio a tempestade, agora no ocaso de sua existência, lula trata de demolir o que restou do patrimônio político, para não deixar qualquer coisa para possíveis herdeiros.
    É a soberba, de quem acredita na própria infalibilidade. Coisa de psicopata.

  6. Lula sempre sacrificou aliados, tapeou admiradores e apunhalou pelas costas quem confiou nele.
    Ciro Gomes foi enganado tantas vezes pelo “você me ajuda nesta eleição e na próxima eu te apoio” que até ele, com suas limitações intelectuais, acabou percebendo aos poucos até chegar a um quase rompimento e a recusa do papel de “papel higiênico” (o que é usado e jogado no lixo).
    Óbvio que isso não passa totalmente desapercebido. Muita gente percebeu que Lula sacrificou o próprio partido, as esquerdas e toda a estratégia socialista para tentar sair da cadeia.
    O fracasso de Lula é a vitória do Brasil. Não podemos ter um traidor tão baixo com tanto poder entre nós (mesmo que ele tenha traído muita gente que merecia).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *