“Cidadania é um dever do povo. Só é cidadão quem conquista o seu lugar”, diz Thiago de Mello

TRIBUNA DA INTERNET | Thiago de Mello, um poeta rebelde e que resiste à  opressãoPaulo Peres
Poemas & Canções

Amadeu Thiago de Mello é um poeta e tradutor brasileiro. É um dos poetas mais influentes e respeitados no país, reconhecido como um ícone da literatura regional. Tem obras traduzidas para mais de trinta idiomas. Neste poema que selecionamos, o poeta amazonense Thiago de Mello ensina que “Cidadania” é um dever do povo.

CIDADANIA
Thiago de Mello

Cidadania é um dever
do povo.
Só é cidadão
quem conquista o seu lugar
na perseverante luta
do sonho de uma nação.
É também obrigação:
a de ajudar a construir
a claridão na consciência
de quem merece o poder.
Força gloriosa que faz
um homem ser para outro homem,
caminho do mesmo chão,
luz solidária e canção.

6 thoughts on ““Cidadania é um dever do povo. Só é cidadão quem conquista o seu lugar”, diz Thiago de Mello

  1. Que converte a obrigação de dever em um poder, uma ação, até lembrando uma vontade de potência – atrevo-me a intuir do Nietzsche.
    Porque não entendi nos versos uma linha de dever de obediência a nada.

  2. Soneto de mágoa e de esperança – Artur Eduardo Benevides

    Por que de mim te alongas ou te afastas?
    Será que em ti perdi meu gesto e rosto?
    As minhas horas todas já são gastas
    Em sonhar-te ditosa ou sem desgosto.

    És glória, luz e amor.E eu? Sol posto.
    Mas, fugindo de mim , tu me vergastas
    E deixas-me ferido, e pobre, exposto
    Às vinganças do tempo, iconoclastas.

    Para agradar-te, finjo que sou jovem.
    Busco enganar-te, a ver se te comovem
    As palavras que oferto, de afeição,

    A fim de que,qual dádiva, me olhes
    Com toda tua graça e não desfolhes
    As palavras da última ilusão.

    Obs. Artur Eduardo Benevides é meu primo por parte de minha mãe.Foi considerado o Príncipe dos poetas cearenses.
    Considero-o uns dos maiores poetas brasileiro.
    Poeta , cronistas , ensaísta e por aí vai.

  3. Grande Thiago de Mello!
    .
    Mais uma do Poeta (essa virou música!)

    FAZ ESCURO MAS EU CANTO
    Thiago de Mello

    Faz escuro, mas eu canto
    Porque a manhã vai chegar
    Vem ver comigo, companheiro
    Vai ser lindo, a cor do mundo mudar

    Vale a pena não dormir para esperar
    Porque a manhã vai chegar
    Vale a pena não dormir para esperar
    Porque a manhã vai chegar

    Já é madrugada
    Vem o Sol, quero alegria
    Que é para esquecer o que eu sofria

    Quem sofre fica acordado
    Defendendo o coração
    Vem comigo, multidão
    Trabalhar pela alegria
    Que amanhã é outro dia

Deixe um comentário para Loriaga Leão Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *