Circula na internet um texto proclamando que o Brasil é fácil de amar

O comentarista Mário Assis, sempre presente, nos envia um texto que está rolando na internet, distribuído pela  Diretoria da SRP – Sociedade pela Responsabilidade Pública, que é uma entidade nos moldes do Movimento 31 de Julho, que criou as Algemas de Ouro e está ganhando cada vez mais espaço no noticiário político. Como todos os cidadãos de bem, os integrantes da SRP estão decepcionados com a ascensão de Renan Calheiros, Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha.

Renan e Henrique, tramando…

###
O BRASIL É FÁCIL DE AMAR

O Brasil é fácil de amar e, por isso, a gente brasileira desconsidera e releva os seus desvios. Assim, vez por outra, quando a essência do país é corrompida, embora mal contenha a repulsa, opta pela resignação. Nos últimos anos, cerrou os olhos para a instituição mais democrática dentre as três que compõem os alicerces da nação. O Poder Legislativo vem, cada vez mais, usando os poderes da barganha para pôr de joelhos o Executivo. A este não se escusa por que alimentou e ampliou a musculatura da chantagem, em nome da eficácia do plano de governo ou do eufemismo governabilidade, e tornou-se um dócil refém do terrorismo fisiológico que ignora escrúpulo.

Nos próximos dias,  os cargos de maior hierarquia no Congresso serão ocupados por homens que privilegiam as vantagens individuais em detrimento do interesse público. A grande maioria da Sociedade ignora a certeza dos futuros e graves dissabores resultantes do comando desses falcões treinados para ferir as jugulares de um povo complacente. A submissão do Poder Executivo, a renúncia ao enfrentamento, a abdicação que envergonha, o torna cúmplice das ações sem pudor de nuvens escuras prestes a se juntar para uma tormenta de maldades.

Não surpreende o voto majoritário dos eleitores das duas Casas. Lobos e cordeiros, hienas e avestruzes, notáveis e baixo clero convivem tranquilamente por que se identificam com a mesma indecência que os aproxima e lhes serve de escudo para perseguir a curva que a todos conduz em direção ao abraço sorridente e recíproco dos benefícios comuns.

Entretanto, a SRP – Sociedade de Responsabilidade Pública, entidade criada em 2011, com o pensamento de que admitir a desigualdade entre os brasileiros em função dos cargos que ocupam pressupõe a ideia de que há distintas classes de cidadãos, não ficará adormecida e não assistirá placidamente aos desmandos perpetrados por esses indivíduos. Pelo contrário, redobrará a vigilância e usará de todos os meios juridicamente admissíveis para conter o feroz e desonroso ataque contra os bens nacionais.

 

*http://www.srpcidadania.com.br/#topo

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *