Ciro Comes participa da reunião do Centrão para tentar convencer os dirigentes

Ciro pediu para participar da reunião deste sábado

Daniela Lima
Folha/Painel

O pré-candidato Ciro Gomes (PDT) vai fazer um último apelo ao bloco capitaneado por DEM e PP na reunião deste sábado (dia 14), em que as siglas devem definir seu rumo na eleição presidencial. Ele pediu para falar com os dirigentes partidários antes da deliberação. Segundo integrantes do grupo, só depois disso, já a sós, é que eles vão tentar decidir se aderem ao pedetista ou ao nome dos tucanos, Geraldo Alckmin. A expectativa é a de que Ciro leve propostas que ajudem a caracterizá-lo como candidato de centro.

As maiores resistências a Ciro estão no PRB e no PR. A primeira sigla simpatiza mais com Alckmin. A segunda, com Jair Bolsonaro (PSL). Parte do DEM também não engole o pedetista, mas neste caso o empenho da cúpula pode alinhar a legenda.

SEM ANÚNCIO – Qualquer que seja a decisão, o centrão não pretende anunciá-la neste sábado. A ideia é usar os próximos dias para aparar arestas internas em cada sigla.

Embora resista a uma aliança com Ciro, a cúpula do PRB admite que, se o PR entrar no grupo e o empresário Josué Alencar (PR-MG) topar a vaga de vice do pedetista, não restará outra opção a não ser aderir a ele.

O comandante do PR, Valdemar Costa Neto, porém, deu mais sinais de que deve mesmo fechar com Jair Bolsonaro. Ele disse nesta sexta-feira (13) a um aliado que, hoje, 50% do partido quer ir com o presidenciável do PSL e só 30% com o centrão. Valdemar tem uma conversa marcada com o grupo de Bolsonaro na terça-feira (17).

ESTAMOS AQUI – A saída de Flávio Rocha (PRB) da disputa pelo Planalto animou aliados de Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB). Os dois trabalham para tentar atrair o partido, inclusive oferecendo a vaga de vice ao dono da Riachuelo. Rocha, no entanto, tem indicado não estar disposto a aceitar a posição.

E apesar de Roberto Jefferson (PTB) ser um dos principais aliados de Geraldo Alckmin, integrantes do PTB vão discutir na reunião da executiva do partido, na quarta-feira (18), a possibilidade de a sigla se aliar a Meirelles.

7 thoughts on “Ciro Comes participa da reunião do Centrão para tentar convencer os dirigentes

  1. Rapaz, é impressionante um ttrogodita desse receber apoio de quem é verdadeiramente brasileiro. Um cara como esse devia ser banido da convivência dos brasileiros. Não estou o erro em Lula,Dilma. Não bastou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *