Ciro contorna resistncias e se lana Presidncia, mesmo sob desconfiana no PDT

PDT lana a pr-candidatura de Ciro Gomes  presidncia da Repblica -  PontoPoder - Dirio do Nordeste

Ciro Gomes discursa no lanamento da candidatura pelo PDT

Gustavo Queiroz
Estado

Aps contornar resistncias no prprio partido, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) lanou nesta sexta-feira, ainda sob desconfiana interna, sua pr-candidatura ao Palcio do Planalto. Aps reunio com a Executiva na segunda-feira, parte do PDT unificou o discurso de apoio ao nome de Ciro e tem dito que a conveno afastar rumores de isolamento do pedetista.

Uma ala, no entanto, insiste em defender que a legenda no tenha candidato prprio e use o dinheiro do fundo eleitoral para investir no aumento das cadeiras na Cmara.

No cerne da resistncia a um palanque prprio, alm da diviso do fundo eleitoral, est o fim das coligaes nas eleies proporcionais, o que, na avaliao de parlamentares da sigla, abre espao para a busca por uma federao partidria, como a proposta pelo PT. O presidencivel, por sua vez, resiste.

CONTRA A POLARIZAO – Convencer o eleitor cansado da polarizao deve ser um dos motes da campanha previstos pelos apoiadores, reforando a investida do pedetista contra o ex-juiz e presidencivel do Podemos, Srgio Moro, que disputa votos da chamada terceira via.

De acordo com o presidente do PDT, Carlos Lupi, o tema da pr-campanha Rebeldia da esperana pode provocar um maior dilogo com o perfil do eleitor desejado pelo partido. A gente quer consolidar o voto dessa juventude rebelde contra o sistema, a ignorncia, o negacionismo e todo tipo de discriminao, disse Lupi.

O cientista poltico Bruno Soller observou que, historicamente, Ciro conversa com um pblico, que enxerga a economia de uma forma mais planificada, de perfil etrio e renda maior que a mdia brasileira.

DESAFIO DE CIRO – Para o especialista Soller, o candidato pedetista, que tem oscilado para baixo dentro da margem de erro em pesquisas de inteno de voto, ter como desafio conquistar o eleitor do PT, j que o ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva estaria capturando o voto de quem quer derrotar Jair Bolsonaro nas urnas.

Em sua quarta tentativa de chegar ao Planalto, Ciro, que j foi ministro nos governos de Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e de Lula, prefeito de Fortaleza, governador e secretrio de Sade do Cear, alm de deputado federal e estadual, quer se mostrar como opo a tudo o que est a.

Parte da bancada aposta no crescimento de Ciro nas pesquisas a partir de abril at agora, o ex-ministro no alcanou os desejados dois dgitos.

MARINA DE VICE? – Uma das estratgias do partido tambm tem sido ventilar o nome da ex-ministra Marina Silva como possvel vice. Isso s depende de os dois quererem e aceitarem, disse Lupi, ao reforar a boa relao entre Ciro e Marina. O PDT, contudo, ter de entrar em um cabo de guerra com o PT para conquistar a Rede em uma possvel federao partidria.

Estamos fazendo o lanamento da pr-candidatura justamente para justificar quaisquer rumores que envolvam um isolamento. Estamos todos de forma unssona, afirmou o deputado Andr Figueiredo (CE).

A bancada est junta, disse o tambm deputado Mrio Heringer (MG).

###
NOTA DA REDAO DO BLOG –
Ciro Gomes um bom candidato, teve 12,4% dos votos em 2018 e ficou em terceiro lugar. Assim como acontece com todos os demais concorrentes da chamada terceira via, sua candidatura tem prazo de validade no final de abril, se at l no decolar e ultrapassar Srgio Moro, a presso do PDT no ser fcil de aturar. (C.N.)

11 thoughts on “Ciro contorna resistncias e se lana Presidncia, mesmo sob desconfiana no PDT

  1. Pelo que eu sei Ciro nunca foi ministro do FHC, e nem secretrio de sade do Cear.

    Por favor, se estiver errado me corrijam.

    Ciro Gomes, continuo a dizer, o melhor nome para o Planalto,

    • Mas se no ficar frente e se descolar dos demais e ameaar o Coiso, ento vou votar no Lula, para evitar um 2 com Coiso e encerrar logo no 1 turno porque sabemos que venceria de qualquer jeito no 2 turno e eu no quero me deslocar dezenas de quilmetros de distncia para votar

  2. Correto, sr. Csar. Jornal Nacional cometeu mesmo erro e se corrigiu. Ciro no foi ministro da Fazenda do FHC, s do Itamar, e tambm no foi Secretrio da Sade do CE. Como o sr., acredito que seja o melhor nome, embora no tenha chance e cause uma enorme desconfiana (em seu temperamento, etc.). Com certeza o melhor preparado, at onde se sabe, honesto, e o nico que apresenta propostas. O lula mesmo, que deve ser o prximo presidente, em discurso, criticando o custo (R$ 600 mil) de se trazer do Caribe o mdico que atendeu Bolsonaro, para em suas palavras “o ensinar a comer camaro”. Falou que podia ensinar o presidente, que bastava “tirar a casca” do crustceo. Francamente, com o pas literalmente inundado de tragdias, lamentvel.

Deixe um comentário para Victor Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.