Ciro Gomes considera Bolsonaro o principal responsável por tiros contra seu irmão Cid

Não se enfrenta o fascismo com flores ou “lacração”, diz Ciro

Gustavo Uribe
Folha

Terceiro colocado na última disputa presidencial, Ciro Gomes (PDT-CE), 62, defendeu que seu irmão, o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE), 56, não se exaltou ao ter usado uma retroescavadeira para tentar acabar com um motim de policiais militares grevistas na cidade de Sobral (CE).

Em entrevista à Folha, o ex-governador do Ceará responsabilizou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelo ataque a tiros sofrido por Cid e pela situação no município cearense ter chegado a um estado de violência.

“LACRAÇÃO” – Ele afirmou que não se enfrenta o fascismo com flores ou “lacração da internet” e disse que o movimento de PMs amotinados escolheu Sobral, cidade natal da família Gomes, com uma intenção política de provocação.

“O episódio se deve a uma impotência dos Poderes constituídos em fazer a Constituição Federal ser respeitada no Brasil e a um canalha que transformou a República do Brasil em uma república de canalhas que se chama Jair Messias Bolsonaro”, disse.

Como está o senador Cid Gomes?
Foi um susto grande, mas ele está bem. Chegou a Fortaleza e está sob observação com dreno, porque uma das balas bateu e saiu, e a outra está alojada na base do pulmão.Nasceu de novo. Os dois tiros foram no peito esquerdo, e essa que está alojada quebrou uma costela dele, desviou na direção da axila e se alojou na base do pulmão.

Ele deve passar por uma nova cirurgia?
Não, nada. Ele está em observação porque querem ver se o projétil fica estável. Mas, para a nossa gratidão a Deus, não atingiu nenhum órgão vital, nenhuma artéria e não teve hemorragia. Ele tem um dreno e está tomando antibiótico.

O irmão do senhor agiu de maneira correta?
Eu acho, dadas as circunstâncias que eu conheço e que nem a imprensa nem os críticos elegantes do Brasil conhecem ou querem conhecer. Porque, quando um canalha como o Bolsonaro faz a canalhice que faz com uma jornalista [Patrícia Campos Mello, da Folha], a indignação fica muito aflorada.

Então, como foi que ocorreu o episódio?
O Cid estava em Fortaleza, e nós somos de Sobral. O Ceará tem 184 municípios, e Sobral foi o único local onde houve um grupo de policiais à paisana, todos mascarados, circulando de armas na mão e determinando o fechamento de comércios, aterrorizando todo mundo e mandando para a casa. As pessoas apavoradas ligaram para o Cid, e ele [Cid] prometeu que iria para lá.

A greve estava declarada ilegal?
A greve está declarada ilegal pelo Tribunal de Justiça e pelo Ministério Público. O governador fez uma negociação com as entidades que assinaram o acordo. Todas as entidades dos policiais militares assinaram o acordo e há gravações dos pseudolíderes comemorando a vitória. E aí uma minoria resolveu se insurgir com violência e escolheu Sobral, evidentemente, porque é a nossa cidade, a intenção é claramente política de provocação.

E o Cid foi para lá, reuniu a população, circulou pelas ruas, restaurando a normalidade. E foi em direção ao piquete que eles estavam impedindo os policiais de saírem do quartel, que é uma via pública.

Chegando lá, desceu, pegou o megafone, pediu para eles saírem, insistiu, levou um soco no rosto e, quando levou o soco, voltou a conversar, dizendo que estava em paz e que não ia aceitar. Então, subiu na retroescavadeira, avançou até derrubar o portão parou e recuou. Quando ele parou e recuou, quatro tiros foram disparados em direção ao peito esquerdo dele e três pegaram [dois foram confirmados no hospital].

O chefe da guarda municipal levou um tiro no pulso. E aí fica uma certa imprensa e esquerda elegantes no Brasil dizendo que o camarada perdeu a calma, que avançou com retroescavadeira. A minha pergunta: se enfrenta fascismo com flores ou com lacração de internet? Não foi a omissão dos políticos e a sua irresponsabilidade que permitiram o avanço da facção criminosa?

Mas não seria papel das forças policiais impedirem o protesto?
Meu amigo, olha a pergunta que você está me fazendo. Claro que seria papel das forças policiais. Onde elas estavam? E a cidade inteira feita refém.

Não é possível que você tenha uma folha de alface no coração. Imagina, você no lugar deles, passando um policial de camiseta, com máscara, com arma na mão, dizendo: “Fecha o comércio, fecha o comércio, que o bicho vai pegar”.

Então, na opinião do senhor, o senador não se exaltou?
Não houve nada de exaltação, nada de exaltação. Ele disse que tinha ido em paz e queria restaurar a ordem em Sobral. Tanto é que, na hora em que ele chegou, eles se retiraram dessa maluquice na rua e foram para o quartel.

Veja lá, irmão, veja se aquilo é um movimento legítimo. Não é possível que vocês tenham ficado com essa insensibilidade. Vocês, jornalistas, vão ser os primeiros. As primeiras vítimas do fascismo vão ser vocês.

A quem o senhor atribui a ter chegado a essa situação?
À absoluta impotência dos poderes constituídos em fazer a Constituição Federal e a lei serem respeitadas no Brasil e a um canalha que transformou a República brasileira em uma república de canalhas que se chama Jair Messias Bolsonaro.

O senhor acha que Jair Bolsonaro tem culpa pelo que aconteceu com o Cid?
Evidentemente. Ou você acha que um garoto de 20 e poucos anos teria coragem de atirar em uma pessoa assim se não achasse que estava a serviço do poder maior no Brasil? Quem estava na linha de frente lá era um vereador do Bolsonaro.

A crise deve acabar nos próximos dias?
Depende da reação das autoridades. O que está acontecendo no Ceará é responsabilidade remota do próprio Cid, que lá atrás deixou essa cobra nascer, e agora do governador Camilo Santana, em face de sua tolerância e vocação ao diálogo, o que não deixam de ser virtudes.

O governador é um grande e querido aliado. Eu apenas discordo da forma como o Cid e ele administram esse tipo de assunto. Porque governar não é um ato de simpatia, governar é uma obrigação determinada pelas Constituições Federal e Estadual, às quais ambos prestaram juramento.

A Força Nacional poderá ajudar a contornar o quadro?
Depende apenas de uma coisa [para acabar o movimento]: se o governador tiver, ele publica o nome de 50 pessoas hoje, na internet, e a greve acaba amanhã.

Quem seriam essas pessoas?
Seriam os líderes dos amotinados.

43 thoughts on “Ciro Gomes considera Bolsonaro o principal responsável por tiros contra seu irmão Cid

    • Como o PT não pode falhar, alguém terá sempre de ser culpado pelos seus eventuais fracassos. Em outubro de 2018, não dava mais para virar o jogo a favor de Haddad. As pessoas estavam cansadas do petismo e de sua presunção cínica de monopólio da virtude e votaram em quem se apresentava como oposto disso.

      Se o Ciro tivesse tanto poder de voto assim, teria eleito a ele mesmo presidente.

      Por fim, que me lembre a campanha petista ignorou solenemente Bolsonaro. Se limitava a repetir “Lula, Lula, Lula”, e se regozijava com a ascensão nas pesquisas de Bolsonaro, o candidato que perderia para qualquer um, conforme Ibopes, datafolhas, e etc, e ansiava pelo segundo turno para ser ungido “salvador do Brasll” por todo o establishment corrupto derrotado. Só que não deu. O establishment estava tão desmoralizado que não foi capaz de alavancar o avatar lulista.

      Brizola pode ter apoiado Lula na eleição de 1989, mas no entanto correu para os braços de Collor pouco tempo depois. Seu apoio no fundo foi um mero oportunismo.

      • Mais uma coisa, quando o Ciro, com a condenação de Lula, pretendeu se apresentar como “candidato alternativo da esquerda”, o PT sabotou-o de todas as formas que pôde, principalmente inviabilizando a coligação dele com o PSB. E essa não foi a primeira vez que Ciro levou rasteira do PT. Lembrem que o PT convenceu Ciro a desistir de concorrer à presidência em uma eleição passada, a de 2010, acho, spara se candidatar a governador de São Paulo, e depois o deixou sem legenda. Para o PT, é mais fácil exigir grandeza de alma dos outros, em benefício próprio.

        • Realmente, a derrota do lulopetismo já estava selada em 2018, ou seja, a vaca já estava atolada no brejo, e nem o Ciro, se apoiado pelo PT, conseguiria desatolá-la, o discurso contra o lulopetismo e seus pares já estava consolidado e selado. A única coisa que poderia atropelar o Bolsonaro nas urnas, seria o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, com o seu discurso arrebatador e rompedor, que conseguiria triturar tanto o golpismo ditatorial quanto o partidarismo eleitoral, mas, infelizmente, tb foi apunhalado pelas costas pelo lulopetismo que plantou no PSOL a dupla Medeiros-Boulos (lulistas de carteirinha), que trataram de cercar tb na seara do PSOL o Novo Brasil de Verdade, obrigando o PSOL a fazer novamente o papel de puxadinho do PT e linha auxiliar do lulopetismo, de modo que a derrota para o bolsonarismo é culpa exclusiva do lulopetismo e seus experts que se acham os donos das estratégias e da cocada, os quais, aliás, pelo andar da carruagem, em 2022 tb, vão facilitar outra vez a vida do Bolsonaro, com o lulopetismo jogando de cabo eleitoral majoritário do mesmo.

      • O apoio ao Lula foi pelo fato do candidato adversário, Jose Serra ser do péssimo governo do FHC. Lula naquele momento fazia um discurso nacionalista, não se podia adivinhar que depois de eleito mudaria
        Alguns meses depois do lula como presidente o Brizola disse o Lula traiu os trabalhadores.
        A ligação do Brizola com Collor era de um governador em defesa dos interesses do seu estado com um presidente da República. O Brizola chegou a convencer o Collor a dar prosseguimento as obras de escolas de tempo integral.
        Quem lia os tijolaços do Brizola via que ele combatia a política econômica do governo Collor.

        • A queixa do PT contra o Ciro é pela eleição de 2018, quando ele saiu do país em vez de ficar aqui se esgoelando pelo avatar de Lula. Como disse, Ciro foi passado pra trás pelo PT em 2010 e 2018, e não se sentiu obrigado a mostrar altruísmo pelo lulismo.

  1. A prepotência do oligarca sobralense deixa ele cego para o ridículo de querer assumir a liderança da extrema esquerda usando os trejeitos e a linguagem da sinistra.

    Só consegue o repúdio e o desprezo dos dois lados.

    A propósito: circula na internet o depoimento de uma senhora dizendo que o uso de tratores para passar por cima das pessoas não é novidade na família Ferreira Gomes, o pai do maluquete já fazia isso quando foi Prefeito de Sobral e desalojou os feirantes e camelôs do mercado pilotando ele próprio um trator.

  2. Credo, mas em termos de mitomania Ciro Gomes é imbatível!

    Vai deturpar a verdade na conchinchina, safado!

    Quer que acreditemos no que diz, que o maluco do irmão foi vítima, e Bolsonaro o culpado!!!

    Não foi o insano, inconsequente e irresponsável maninho, que subiu em um trator para passar por cima das pessoas, foi Bolsonaro que, em espírito, incentivou Cid a agir tresloucadamente.

    Ciro tava doido como o seu irmão quando declarou essas asneiras.

    Pior:
    Omitiu a atitude do brother quando, munido de um megafone, “ordenava” a retirada dos grevistas do quartel, e dava cinco minutos para que a sua determinação fosse cumprida!

    O senador maluco deve ter se achado o xerifão da cidade, o seu capataz, o cara que mantém a ordem no pedaço!

    Depois dessa, ESPERO que o PDT revise o seu candidato para 2022.
    Se o senador Cid investiu de trator para cima do povo, Ciro, na presidência, ordenará a FAB bombardear os cidadãos dentro de suas casas!!

    MINHA PREFERÊNCIA PARA O PLANALTO EM 2022 É A LINDÍSSIMA ANDRÉIA SADI.

    Não aceito opiniões em contrário.

  3. Não a toa, os que o acompanham, são analfabetos funcionais ou patifes.

    “O presidente Jair Bolsonaro indicou ao Senado os nomes de Edilásio Santana Barra Júnior e Verônica Brendler para a direção da Ancine (Agência Nacional do Cinema). As indicações foram publicadas no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (21). Os nomes devem ser avaliados pelo Senado.

    Edilásio Barra, o “pastor Tutuca”, é apresentador, ator, jornalista e bispo da Igreja Continental do Amor de Jesus. Em 2019, ele assumiu a Superintendência de Desenvolvimento Econômico da Ancine, responsável pela gestão do Fundo Setorial do Audiovisual – principal mecanismo de fomento à produção de cinema no país.

    Verônica Brendler é produtora cultural, cineasta, assessora de imprensa e diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão. Em seu currículo, Brendler cita “mais de 80 projetos aprovados pela Rei Rouanet”, além de ter realizado a 1ª Mostra de Cinema Cristão, dirigir a Escola de Cinema Cristão e a organização de 30 encontros de cineastas cristãos.”
    Omelete

  4. Então o brasileiro não mais assistirá filmes que antes eram proibidos para menores de 18 anos?!

    Ora, ora, o pastor Tutuca e a Verônica devem proibir a leitura da Bíblia para quem é menor de idade também, pois existem capítulos e versículos no Velho Testamento, que ruborizaria a cara do Alexandre Frota!

    Brincadeiras à parte, mas Bolsonaro deve ter mais cuidado nas escolhas que tem feito, colocando religiosos em postos onde haverá inevitáveis conflitos de ordem moral, contradizendo a Constituição que somos um país laico.

  5. A situação do policiais cearenses foi amplamente discutida com o Governador Camilo. Ficou tudo acertado, e teriam um aumento para atual condição da economia do Brasil muito bom.

    De repente, aparecem esses encapuzados para baldear o coreto. A quem interessa…?!

    Ciro foi extravagante nessa entrevista. Mas, é o jeito dele.

    E o vereador de Sobral incentivando a desordem, o que dizer?

    E os encapuzados mandando fechar o comércio e dizendo que não vai ter carnaval, o que dizer?!

    O que o senador licenciado Cid Gomes fez é uma atitude inapropriada, realmente.

    PS. Na minha opinião, o Camilo Santana vem se comportando bem no Executivo cearense desde o primeiro governo.

    Abraço

    • Parabenizo os comentáristas Pedro Meira,em especial ao Sr. Nélio Jacob,pela coerência e sensatez em seus relatos…

      Infelizmente,tem uns outros só falam sandice, é um mal caráter,um oportunistao, já trocou de casaca,mas,continua apaixonado pelos milicianos…

      Vai fazer gargarejo com água oxigenada…
      El Maricon….

  6. Claro que o motim de policiais é errado, mas a atitude do Cid Gomes foi completamente louca e irresponsável. E se ao invés de levar ttiros, ele tivesse ferido ou matado alguém com o trator, a culpa seria também do Bolsonaro?

  7. Ciro Gomes é o único político que tem e fala as ideias de desenvolvimento do país.
    Claro, não é um campeão de simpatia, por isso muita gente não gosta dele.
    Por exemplo, nessa questão do Cid acho que ele está errado. Na questão do Bolsonaro acho que está certo.

    Mas o que importa mesmo é a questão do Brasil. Ideias para um crescimento sustentável e ele tem. Qual outro político apresenta algum plamo factível?

  8. Ora,a cidade di Sobral, tá um caos,única ocupada por bandidos/milicianos.

    MP, Juízes,e demais autoridades fazendo vistas grossas.
    Ao meu ver,como cidadão Cid Gomes,em nome das pessoas di bem tomou essa atitude,claro que errou,deveria ter executado esses milicianos..

    O governador Rui Costa,tem razão…

  9. Ora mestre Schossland..

    Léia o jornais do Ceará: diário do nordeste,Tribuna,O Povo..

    Meu Caro, os milicianos tomaram conta,pra variar tem um capitão, Sargento,Deputado Noelio,que comanda a sabotagem..

    Por,favor,seja mais acurado, és intelectual, não te comparas ao Sabujo do sudeste.

    Aquém interessa essa balbúrdia, justamente em Sobral,terra dos Gomes..

    PCC ?
    Milicianos do Rio das Pedras ??
    O atual inquilino do Planalto ??

    Janio Quadros,pra justificar seu fracasso,queria invadir o Uruguai..

    • Caro Sr. Luiz, lá a rédea está muito mais solta que para nossas bandas, mas a diferença não é tão grande assim, pois o s “licencia-dores” são os mesmos para tanto “arregimentados”, oras pois “, gente iluminada”, da horda apreciadora de Albert Pike e Giuzeppe Mazzini.

  10. O povo brasileiro lúcido, ou a banda lúcida da população do Brasil, que não é alienada e nem apaixonada por facções políticas à direita, à esquerda e ao centro, e nem tem o rabo preso com o sistema político podre, na verdade, há muito tempo, está de saco cheio de tantas promessas palanqueiras, bravatas, sofismas e “planos factíveis”, de ocasiões eleitorais, ou golpistas ditatoriais, militares e civis, que há 130 anos, vêm do golpismo ditatorial, do partidarismo eleitoral e dos seus tentáculos, velhaco$, que conduziram o Brasil a isso que aí está tipo fim do mundo. E a gente vê, claramente, a lucidez da banda sadia do conjunto da sociedade nas letras das músicas populares, inspiradas no são sentimento da população. Preste atenção, p. ex., nas músicas “Massa Falida”, da época da famigerada ditadura militar, e “Disputa de Poder”, da época dos pós-militares no comando do poder central, e daí a gente vê que é realmente tudo farinha do mesmo saco (ou serão saco$ da mesma farinha ? ), do velho sistema político podre que ai está há 130 anos, perfazendo uma espécie de plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia fantasiada de democracia só para enganar a tola freguesia, como diz o HoMeM do Mapa da Mina do bem comum do povo brasileiro, o Novo Marechal Deodoro civil, evoluído, que propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o Novo Brasil de Verdade, porque evoluir é preciso, a nova chance de começarmos tudo de novo, do jeito certo, evoluído, compatível com o tamanho do nosso país e da novas demandas sociais, porque o resto, infelizmente, é tudo mais dos me$mo$: Massa Falida e Disputa de Poder. https://www.youtube.com/watch?v=tjpcOvSFYYc

  11. Perfeito Jacob seu comentário. Brizola tinha espírito público, cuja característica principal é a de ser capaz de estabelecer relações institucionais e administrativas de colaboração mútua com outros governantes, mesmo que adversários políticos, em prol da população. Espírito público este totalmente ausente na política brasileira atual. Acho até que este espírito morreu junto com Brizola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *