Ciro, se for candidato, ajuda mais a Dilma

Pedro do Coutto

A deciso sobre a perspectiva de Ciro Gomes ser ou no candidato a presidente da Repblica, examinando-se friamente a questo, depende muito mais da vontade de Lula que do prprio PSB, partido do ex-governador do Cear. Individualmente, Ciro no tem chance de vitria, como demonstrou claramente a pesquisa do Datafolha publicada pela FSP de 17 de abril. Relativamente posio dos quatro candidatos Serra, Dilma, Marina e Ciro – ela confirma a tendncia de intenes de voto registrada no levantamento anterior da empresa da Folha de So Paulo.

No estava, portanto, correto o levantamento do Sensus, realizado sob o patrocnio da Fora Sindical. O Sensus apontou 32,7 para Jos Serra e 32,4 para a ex chefe da Casa Civil. Um empate. Surgiram dvidas quanto solidez da pesquisa. No estava de fato firme. O Datafolha aponta agora uma diferena de 10 pontos favor de Serra: 38 a 28%. Marina Silva atingiu 10 pontos e Ciro desceu para 9. Trinta e oito para Jos Serra no surpreende, pois a pesquisa do Datafolha foi feita depois do lanamento de sua candidatura, fato que lhe forneceu grandes espaos nos jornais e na mdia de modo geral. Antes tinha 37. Subiu um degrau. Alis 38% parece ser o teto do ex-governador de So Paulo. Mas esta outra questo.

Numa simulao para o segundo turno, hoje Serra venceria Dilma por 50 a 40 dos votos teis. Bem, no primeiro turno somando-se os pontos dos candidatos, verifica-se uma indefinio da ordem de 15%. Mas eu disse no ttulo que, sendo candidato, Ciro ajuda mais a Dilma do que no disputando. Simplesmente porque as eleies so em dois turnos. No h dvida. No segundo turno, Marina Silva deve apoiar Serra. No sei se consegue transferir toda a votao que obtiver no primeiro.

E Ciro? A que est o problema. Em primeiro lugar, o quase candidato do PSB tira mais votos de Serra que de Dilma. Em segundo, se no disputar a presidncia da Repblica, por rejeio de sua prpria legenda, Ciro Gomes perde a motivao para apoiar com firmeza a candidatura de Roussef no desfecho final.

O presidente Lula, portanto, a quem no fundo cabe decidir o rumo do Partido Socialista Brasileiro, deve agir no sentido de que o PSB concorra mesmo com Ciro presidncia da Repblica. Inclusive porque nem ele, nem Marina, tm a menor possibilidade de ultrapassar Serra e Dilma no primeiro confronto do embate. Este vai ocorrer pela lei em vigor no primeiro domingo de outubro. Porm a deciso final vai acontecer trs semanas depois, no ltimo domingo do ms. Se Ciro no obtiver a legenda de que necessita para concorrer no primeiro turno, perder espao na televiso e vai se desinteressar do segundo e decisivo embate. Lula e Dilma devem levar este aspecto em considerao.

Um outro assunto. Lula, efetivamente, um quebrador de recordes. Alm de ser o nico poltico do mundo que disputou a presidncia da Repblica cinco vezes, bate o recorde de popularidade com 73% de aprovao, de acordo com o Datafolha. Na pesquisa anterior, chegava a 76 pontos. De qualquer forma, 73 algo indito. As singularidades, entretanto no terminam a. Tem mais uma: passou ser o presidente da Repblica aplaudido por todos os candidatos, inclusive Jos Serra. Mais do que isso parece impossvel. Ser? E se, de fato, conseguir transferir seus votos para sua candidata?

Incrvel a sequncia de recordes se tal desfecho acontecer.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.