Ciro sobe o tom contra Lula, mas o PDT mantém acordos estaduais com petistas

CIRO GOMES: “PERDI O RESPEITO POR LULA” - YouTube

Ciro faz sua campanha enquanto o PDT faz muitas outras

Natália Portinari
O Globo

A estratégia do pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) de atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e demarcar distância do PT tem aumentado o isolamento entre ele e o restante do partido, que está aberto a alianças com petistas nos estados. A tendência é que o PDT mantenha Ciro no páreo, mas abra espaço para alianças com o partido de Lula no nível regional.

No Maranhão, por exemplo, o pré-candidato ao governo e senador Weverton Rocha (PDT) deve contar com o apoio de uma parte do PT, embora oficialmente o candidato do partido seja Carlos Brandão (PSB).

TIRANDO ESPAÇOS – Petistas estão mobilizados para formar alianças com o PDT e evitar que Ciro tenha espaço nos palanques. O presidente pedetista, Carlos Lupi, disse em entrevista ao Globo, há uma semana, que a candidatura do ex-governador e ex-ministro é irreversível, mas frisou que “cada estado tem a sua peculiaridade”.

O PDT deve ter candidatura própria em ao menos 11 estados, mas em alguns casos com nomes próximos aos petistas. Em Minas Gerais, por exemplo, o pedetista Miguel Corrêa tem um longo histórico no PT, com mais proximidade de Lula do que de Ciro.

No Rio, o partido quer lançar Rodrigo Neves, ex-prefeito de Niterói, para governador. Neves, porém, já foi do PT e, em entrevista ao Globo na semana passada, disse se incomodar com a postura de Ciro em relação ao ex-presidente.

CONTRA LULA – Os ataques do pré-candidato do PDT ao Planalto têm sido usados inclusive por aliados do presidente Jair Bolsonaro para criticar o petista.

No fim de semana, uma declaração de Ciro durante “live” com o humorista Gregório Duvivier, que é eleitor de Lula, ficou entre os assuntos mais comentados do fim de semana. A hashtag “OLulaNaoEinocenteBabaca” foi impulsionada, principalmente, por perfis bolsonaristas.

— O PDT já está rachado há algum tempo. O pessoal mais brizolista, histórico do PDT, sempre ficou mais próximo de nós. Em poucos estados o PDT tem força para lançar governador — diz o senador Paulo Rocha (PT-PA). 

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Sem novidades no front. Esta eleição vai ser dividida, tipo em separado, com eleitores votando no candidato a presidente de um partido e podendo escolher candidatos de outros partidos para governador, senador, deputado federal e estadual. É uma espécie de salada russa na política, com tudo misturado. (C.N.)

7 thoughts on “Ciro sobe o tom contra Lula, mas o PDT mantém acordos estaduais com petistas

  1. Site Antagonista está repercutindo pesquisa no Rio com votos brancos e nulos surrando os votos válidos, vai ser a tônica da próxima eleição, povo não é bobo como os donos dos partidos pensam, está cansado de ser enganado.

  2. Por mais que os nossos geniais políticos e juízes do TSE tentem, inventem e acreditem que convenceram o eleitor, este vota em quem gosta e não em partido político. Mas quem se importa não é mesmo? Se quisermos uma política saudável é preciso primeiro implantar o voto facultativo, depois a cláusula de barreira, aí como se dizia antigamente, só se estabelece quem tem competência.

  3. Se Ciro não tem rabo preso com Luiz Inácio por que ficar derrapando se respeitado não respeita o ex presidiário?

    Ciro tem que se definir já se quer ser pelo menos vice de Simone Tebet porque essa sim pode bater no bandido sem piedade.

    Ciro já trabalhou pelas trapalhadas de Luiz Inácio e se quiser se redimir tem que arrasar com Luiz Inácio. E isso é ba coisa mais fácil. Basta falar a verdade sobre a vida pública do maior corrupto covarde do Brasil.

  4. PDT está unido a Ciro presidente, não há qualquer discordância aberta e séria a este respeito. A notícia portanto é desprovida de fundamento e visa apenas depreciar o potencial de Ciro, atestado em todas as pesquisas ainda que contra elas tenhamos ressalvas históricas de manipulações desde nosso eterno líder Leonel Brizola.. http://www.pdt.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.