Claro enigma de Jair Bolsonaro: Vitória para ele será somente através das armas

Bolsonaro projeta golpe armado capaz de mantê-lo no poder

Pedro do Coutto

A GloboNews revelou no final da tarde de sábado, a frase tão enigmática quanto ameaçadora de Jair Bolsonaro pronunciada na parte da manhã no encontro que manteve em Goiânia com políticos evangélicos e apoiadores de modo geral. Afirmou textualmente que a ele, Bolsonaro, restam três caminhos : sem preso, ser morto ou a vitória.

O poema de Carlos Drummond de Andrade, a meu ver, se ajusta bem à estranha formulação do presidente da República, sobretudo porque logo em seguida ao pronunciamento ele descartou a hipótese de ser preso. Restaram as opções da morte e da vitória. Mas que vitória poderá ser esta? 

GOLPE ARMADO – Bolsonaro não se referiu às vitórias nas urnas de 2022. Portanto,  o que ele projetou como êxito é o desfecho favorável de um golpe armado capaz de mantê-lo no poder. O enigma fica claro: ele deseja continuar, mas não confia nas urnas de outubro do próximo ano, uma vez que o Datafolha e o XP Investimentos revelaram pesquisas que o deixam muito longe de Lula da Silva.

Além disso, em matéria de voto, de fato, não pode haver ministro mais anti sufrágio popular do que Paulo Guedes, aliás conforme acentuou Carol Pires em artigo na Folha de S. Paulo de ontem. Como alguém em sã consciência pode concordar com Paulo Guedes? A Folha de S. Paulo e O Globo de domingo publicam duas excelentes reportagens sobre a afirmação de Bolsonaro no encontro em Goiânia com evangélicos. Daniel Gullino, no O Globo, Matheus Vargas e Clarissa Garcia na Folha de S. Paulo.

ATAQUES – Bolsonaro voltou também a atacar os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso dizendo que ele, Bolsonaro, não deseja nem provoca ruptura, mas “tudo tem um limite. Nenhum homem aqui vai me amedrontar”, disse o presidente referindo-se provavelmente ao Evangelho de São Mateus. O presidente da República criticou os ministros do STF por suas medidas arbitrárias e revanchistas, extrapolando o direito e passando por cima da Constituição. Isso de um lado.

De outro, criticou o TSE por ter proibido a monetização de mensagens colocadas nas redes sociais da internet. Acrescentou que o povo pode confirmar no Executivo e no Legislativo, o que equivale a ter excluído o Poder Judiciário do quadro institucional brasileiro.

7 DE SETEMBRO – Bolsonaro, mais uma vez, não deixou dúvida quanto à iniciativa  que pretende liderar. As eleições do próximo ano não estão mais  em sua meta prioritária. Ele conta, deixou claro em seu enigma, com o golpe militar. A esse respeito vale a pena ler a reportagem de João Pedro Pitombo e Júlia Barbon, Folha de S. Paulo, focalizando a presença de PMs nas manifestações de apoio a Jair Bolsonaro no 7 de Setembro.

A presença é anunciada pelo coronel Marlon Teza, presidente da Federação Nacional de Oficiais Militares das PMs estaduais. A meu ver, como escrevi outro dia, essa participação lembra o encontro de João Goulart no dia 30 de março de 1964 com sargentos no Automóvel Clube do Brasil. Um prédio histórico abandonado no Centro do Rio, mas palco de uma história eternizada  pelas consequências que o encontro produziu.

21 thoughts on “Claro enigma de Jair Bolsonaro: Vitória para ele será somente através das armas

  1. A única maneira de manter esse boçal no poder é realmente um golpe. Mas, para mim, será a maior surpresa da vida se as FFAA apoiarem um louco desses, desrespeitando a Constituição e o voto popular.

    • De oantagonista:

      “De acordo com a BBC, os Estados Unidos estão preocupados com nossa democracia, apesar de descartarem o apoio do Exército a um golpe.”

      Em linguagem diplomática isso quer dizer: os USA desaprovam o governo do Jair Cloaca e não QUEREM golpe.

  2. Bolsonaro é incompetente em tudo que faz.
    Quando tudo passar os que hoje estão preocupados irão rir de si mesmos por terem pensado que Bolsonaro seria capaz de dar algum golpe.
    Como arregimentar líderes se ele ao invés de aglutinar desune suas bases?
    Nem partido ele tem.

  3. Não sou nenhum Édipo mas posso descobrir o segredo do Jair Cloaca: saio morto, preso ou a vitória. Ora, morto ele já está para todos os homens de bem do país e preso permanece á sua infinita ignorância. Só resta então a vitória (da Tebet ou do Mandetta ou do Moro!).

  4. “Afirmou textualmente que a ele, Bolsonaro”

    Fico muito feliz com qualquer tipo de “melhora”.
    Pela primeira vez vejo que não desfiguraram o que o Bolsonaro disse; vão apenas interpretar de uma forma delirante.
    Mas, pelo menos dessa vez não distorceram a fala (textualmente).

  5. O ponto é simples, caso aconteça um quase impossível golpe militar no Brasil alguém em sã consciência acredita que o generalato irá manter no comando da nação um oficial de baixa patente e com o histórico de insubordinação dentro das FFAA como Bolsonaro?

    • Sylvio, esse é o Xis da questão e é por isso que às vezes me surpreendo torcendo para ele ousar, seria a redenção, ficaríamos livres do Exterminador do Futuro.

  6. Está bate do uma paura, um medo medonho em Bolsonaro, diante do cenário desfavorável, hoje quase impossível, de ser reeleito. Por isso, joga no confronto contra tudo e contra todos. Vê inimigos por toda parte, ora é o STF, ora é o vice, bate no Congresso, na esquerda, estimula a compra de fuzil e desdenha do feijão na mesa do trabalhador, não usa máscara, lamenta as mortes pela Covid, então, tudo isso tira voto. Mas, ele não acredita mais em voto. De novo não tem nada.
    O ministro Paulo Guedes, mais atrapalha do que ajuda o presidente. Fala pelos cotovelos e seu horror aos pobres e empregados públicos, chega às raias do absurdo. Esse economista incompetente não tem jeito, ele é isso daí, um elitista desumano.
    O Claro Enigma foi desvendado, com o estímulo das Forças Policiais Estaduais e do povo evangélico, para comparecerem em massa no dia sete de SETEMBRO, para demonstrar força diante de seus apoiadores.
    Não adianta posar de vítima, pois quem está sofrendo é a sociedade com sua gestão desastrosa.

    • Roberto, dá licença para eu aproveitar seu gancho sobre o não uso de máscara, para passar uma notícia.
      Caleb Walace, líder de um grupo “contra o uso de máscaras” na Califórnia, morreu de Covid 19 aos trinta anos de idade.
      Sua esposa informou que ele não procurou ajuda média ante os primeiros sintomas porque fazia uso do “tratamento precoce” a base de vitamina C, ivermectina, zinco e aspirina.

      • A vontade para pegar o gancho da máscara.
        A máscara é uma barreira contra o vírus, mas, tem que vir acompanhada de outros cuidados como limpeza das mãos, distanciamento social e um alimentação saudável, a base de legumes, verduras e frutas, produtos oriundos da terra.
        Tratamento precoce a base de remédios cloroquina e ivermectina são Inocuos e ainda podem trazer outras complicações para o organismo.

  7. É preciso ser muito louco achando que o mito vai dar um golpe de estado, ele até pode tentar mas vai fracassar. Os militares não vão dar um golpe de estado para manterem este desequilibrado no poder, caso tal tão improvável golpe aconteça o mito e o Mourão não ocuparão a presidência, será uma transição rápida para à normalidade democrática. Quem vai sofrer com tal golpe será o poder Judiciário, teremos novas composições nos tribunais superiores e novas formas do preenchimentos de tais cargos.

  8. Prezado Pedro do Coutto,

    Na atual conjuntura, de modo que tenhamos um golpe com Bolsonaro querendo ser ditador, as explicações para os demais países deverão ser muito consistentes e adequadas à quebra da democracia.

    Se Bolsonaro aventar “ameaça comunista”, mesmo argumento em 64 para Jango ser derrubado, o presidente cairá no ridículo, pois como alegar tal possibilidade com a quantidade de partidos políticos comunistas e socialistas legais existentes no Brasil?

    Se Bolsonaro der a entender que quer fechar ou impedir que os ministros do STF não sejam mais os mesmos, o mundo o questionará com relação aos direitos individuais e coletivos da nossa Constituição, e o que deles será feito?

    Se Bolsonaro se queixar do parlamento, terá de ser bem convincente para que as demais nações possam aceitar os motivos pelos quais o presidente se aliou ao que tem de pior no congresso, o centrão.

    Resta saber se as FFAA irão avalizar o golpe, e se concordarão que Bolsonaro tenha poderes ilimitados.
    Particularmente não acredito, e já escrevi a respeito, dizendo que o presidente pode estar sendo usado como bucha de canhão:
    Preparou o golpe, realizou-o e, na hora de assumir leva uma rasteira, pois quem comandará o Brasil será um general 4 estrelas, exatamente como foi no passado!

    Agora, mesmo assim, as questões permanecem à espera de respostas:
    Por que o golpe?
    Que ameaça poderá nos trazer maiores problemas que os atuais?
    A menos que a intenção seja fechar o congresso e STF, e se fazer uma reforma profunda no legislativo, e alterar o processo de escolha e nomeação de ministros para os tribunais superiores.
    Também não creio nessa intenção.

    Resta apenas uma resposta:
    As FFAA, castas, elites e poder econômico não querem mais Lula e o PT no poder.

  9. Com voto impresso, auditável, Bolsonaro ganha de lavada.
    Ou vocês acham que aquele povo todo que vai comparecer no dia sete vai votar no cachaceiro ladrão.
    A ira, o desespero e o gargarejo dos desmamados é sinal que a vaca já foi pro brejo.
    A sanha de não aceitar as urnas são o primeiro sintoma de previsão de derrocada.
    O servilismo as causas da esquerda parece que queimou a placa mãe ou infectou as cabeças com algum tipo de vírus que desvirtua a realidade
    Lá nos Estados Unidos, o Lombriga Albina do Biden justificou a saída das tropas do Afeganistão alegando que fez o que Trump iria fazer, e o que fez a esquerda, se calou com boca de feijão. O talibã agora está mais armado que 65% dos países do mundo e os democratas calados e com cara de cachorro que peidou dentro da esquerda.
    Quanto ao golpe, a foto montagem divulgada acima é uma tática sub-reptícia para induzi os menos avisados do modus operandi que usam desde os tempos de Stalin.
    Certos articulistas não percebem que o que a Folha diz ou o Data Folha divulga de pesquisas fajutas só convencem a quem pagou por elas e aos amestrados. Haddad seria o presidente.
    A esquerda só pensa em golpe, é useira e vezeira desde os bolcheviques, Mao, Fidel, Pol Pot e outros golpistas.
    Soltar Lula e outros peritos em ladroagem é que é golpe.

  10. Calma, Pimenta, Calma.

    Eu também não quero Lula. Aliás, meus comentários são explícitos neste aspecto, mas Bolsonaro não tem mais o meu voto e por motivos óbvios.

    Quanto à esquerda só pensar em golpe, pode ser, pois a direita não pensa diferente, e Bolsonaro que o diga, querendo proibir eleições ou coisa que o vala.

    Sobre o voto impresso e auditável, sinceramente, mas se trata de uma estratégia do presidente para complicar uma eleição que ele pressente já perdida.
    Há quantas legislaturas Bolsonaro foi eleito sem o voto impresso e auditável.
    Ora, até para presidente da República ele venceu, então por que lesta preocupação neste momento?

    Sobre os desmamados, que vocês adoram rotular os esquerdistas, adianto que há muitos mamadores direitistas, muito mais que seria tolerável em um governo que desfraldou a bandeira da luta contra a corrupção, convenhamos.

    Por outro lado, se outras nações tiveram golpes protagonizados pela esquerda, e parte tu as citaste acima, a ditadura que tivemos e que durou 21 anos foi de direita e militar!

    Quer dizer, temos os mesmos defeitos.

    Agora, liberar Lula foi um golpe contra a Justiça, nisso concordo contigo.
    Mas, Bolsonaro levou vantagem, pois Sérgio Moro foi simplesmente defenestrado da política, e seria o ex-juiz federal o grande adversário de Bolsonaro em 22.

    Se a ideia era mesmo culpar Moro por parcialidade, o presidente não esperava que o STF também anulasse os processos contra Lula, colocando o seu arqui-inimigo – em tese -, no seu caminho à reeleição.

    E, depois, exageraste quanto à quantidade de golpes da esquerda, ‘USEIRA E VEZEIRA” na tua ótica, desde os bolcheviques.
    Pimenta, a Revolução Russa foi em 1917, 104 anos atrás;
    a chinesa foi em 49, 72 anos atrás;
    a cubana foi em 59, 62 anos atrás.
    Se quiseres considerar a Guerra do Vietnã como vitória comunista e foi mesmo, esta começou em 65 e terminou em 75, 46 anos atrás.

    O golpe de direita no Brasil, e executado pelos militares é o mais recente, 36 anos atrás.

    A questão americana e sua saída do Afeganistão é problema deles.
    Se o taleban está mais armado, se tem vários helicópteros abandonados, armas, munições, veículos de carga … sinceramente, mas o que isso tem a ver conosco?

    Os Estados Unidos não armaram durante vários anos a Al-qaeda de Osama Bin Laden para combaterem os soviéticos?
    E não era a esquerda que governava o país nos atentados às Torres Gêmeas!

    Enfim, acusações daqui prá lá, de lá prá cá não vão redundar em nada positivo.

Deixe um comentário para Batista Filho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *