CNBB critica a operação Lava Jato e a “politização” da Justiça

Bispos reclamam que os delatores viraram heróis

Vera Magalhães
Folha

Na primeira análise política pós-eleição, semana passada, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) critica indiretamente a condução da Lava Jato e vê “politização da Justiça”, “que coloca em risco o ordenamento constitucional”. “Estabelece-se um rito sumário de condenação, agravando direitos fundamentais.”

Sem citar a operação Lava Jato, diz a entidade da Igreja Católica que “instrumentos excepcionais como a delação premiada tornaram-se objeto de pressão sobre acusados”. As práticas, sob “holofotes da grande mídia, transformam réus confessos em heróis”, assinala o texto.

A entidade também chama de “controvertida” a manobra adotada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na votação do financiamento privado de campanha, depois repetida semana passada, na redução da maioridade penal. “O tema renasceu 24 horas depois, numa estratégia regimental”, afirma a CNBB.

35 thoughts on “CNBB critica a operação Lava Jato e a “politização” da Justiça

  1. CNBB, que mané CNBB, entidade que se diz católica, mas na verdade está comungando com este petralhas ou comunistas, vá CNBB defender a sexualidade de gêneros, o movimento gaysista também, mostre a sua verdadeira face para os católicos, bando de canalhas e vendilhões do templo, esta entidade na atualidade está corrompida e prostituída, são verdadeiros anti-cristãos.

  2. Sou católico e dou graças a Deus que os padres não podem participar da política. Quando participam são normalmente mal interpretados, por isso é melhor que se mantenha fora da política.
    Mas a análise feita, não vi nenhum partidarismo. Apenas que réus confessos estão posando de heróis, lá isto é verdade.

    • Mais uma dos bandidos agora defendidos pela CNBB. Se os delatores estão se tornando heróis é porque estamos forrados de bandidos, principalmente aqueles que hoje governam (ou desgovernam) o país. Se a justiça fosse séria e não estivesse envolvida na lavagem de votos não seria necessária a delação premiada. Os bandidos já estariam todos na cadeia. Os do mensalão, os do petrolão, os do BBzão os do BNDESão e agora os do Thomas Bastão.

  3. Não é o que se tem visto. Delatores têm sido sempre apresentados como tal, delatores. O grande problema de todos os vermelhos, a CNBB incluída, é que os delatores estão trazendo à luz os crimes dos petralhas e aliados. Quanto à maioridade penal, Eduardo Cunha diz conhecer muito bem o regimento da Câmara e há precedente no STF de matéria aprovada com o mesmo sistema.

  4. A CNBB fala com amplo conhecimento sobre a matéria, afinal, deve conhecer muito da velha, temida e milenar INQUISIÇÃO – que mandou número incalculável de inocentes para as fogueiras “purificadoras”.

  5. Sou Católico, conheço Teologia mais do que certos “padres militantes do PT” , fico envergonhado que nossa Igreja Católica do Brasil se preste a apoiar essa grandiosa organização criminosa(dita em todos os processos pelas Autoridades Jurídicas do país, inclusive na Mídia em geral) que domina e assaltam os cofres públicos do Brasil e querem destruir, também, as Instituições Jurídicas do país para se perpetuarem no poder. Ora, bando de excomungados(quem apoia partidos ou grupos comunistas ateus estão excomugados automaticamente pelo Direito Canônico e pela Santa Sé) a “delação” faz parte do Cabedal Jurídico da Nação, tá na Lei, e os que os delatores fizeram foi a confissão de seus crimes de lesa-pátria juntamente com essa imensa quadrilha que a CNBB, infelizmente, apóia e vive lado a lado !! Que DEUS proteja nossa Igreja Católica de pensadores ateus que insistem em se chamarem de Sacerdotes , quando a Nação inteira sofre as consequências dos crimes de lesa-pátria praticados pelos seus “amiguinhos ateus, comunistas e terroristas” que destruíram os pilares de nossa Economia !!!! VIVA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, QUE VIVE, REINA E IMPERA !!!!

  6. Que diabo é isso. Quando Zé Dirceu, Zé Genoino, Delúbio e o restante da quadrilha foram, já condenados, alçados à condição de heróis do povo brasileiro por que a CNBB não chiou?

    • Verdade Geraldão. Procurei na internet e não encontrei nenhum pronunciamento de CNBB reclamando dos petistas quando da prisão do “hérói do povo brasileiro”. Talvez tenham reclamado nas sacristias ou diretamente com aquele ex-ministro que foi coroinha, mas não tiraram nota.

  7. Por que é que eles não largam de vez o crucifixo e passem a ostentar a estrela vermelha?

    Aliás quero descobrir algum dirigente petralha com hábitos franciscanos. Assim que podem praticamente todos eles, artistas como Chico Buarque, politicos como Jandira Feghali,dirigents como Rui Falcão vão passar férias e folgas em Paris, claro, poruqe ninguém é de ferro.
    TODOS ELES COMUNISTAS DE HÁBITOS BURGUESES, PRINCIPALMENTE A ANTA DA PRESIDANTA QUE INCLUSIVE ALTERA ROTA DE AVIÃO PARA UMA PASSADINHA NUM RESTAURANTE EM LISBOA PARA ENCHER A CARA DE VINHO.
    AGORA, IMAGINEM SÓ, ESSA MULHER DE PORRE! SE SÓBRIA SÓ FALA ASNEIRA, IMAGINE COM UNS GORÓS NA CABEÇA!
    E ESSES BISPOS TODOS DEFENDENDO ESSES MARGINAIS! POR QUE É QUE ELES NÃO VÃO DEFENDER A RELIGIÃO NO PARAÍSO COMUNISTA DA CORÉIA DO NORTE?

  8. Não duvido da “politização” da justiça: aí estão livres os políticos mensaleiros para comprovar. Os outros, não políticos, amargam o xadrez.

  9. “CNBB, que mané CNBB, entidade que se diz católica, mas na verdade está comungando com este petralhas ou comunistas, vá CNBB defender a sexualidade de gêneros, o movimento gaysista também, mostre a sua verdadeira face para os católicos, bando de canalhas e vendilhões do templo, esta entidade na atualidade está corrompida e prostituída, são verdadeiros anti-cristãos.” (by Walter)
    Assino embaixo deste comentário perfeito.

  10. Que entidade safada. Podia ouvir tudo da CNBB. Mais esta critica não tem fundamento algum. Acredito que a CNBB esta mamando nas tetas do governo. Entidade Chapa Branca.

  11. Curiosa manifestação da CNBB quanto aos delatores dos roubos praticados na Petrobrás por políticos, empresários e envolvimentos de Lula e Dilma!
    Como que caracterizariam a confissão?
    O fiel que se confessa ao padre para obter perdão pelos seus pecados seria uma espécie de delator premiado porque conseguiu ser perdoado e, o perdão, é o prêmio?
    Não vejo diferença entre os delatores da estatal e dos fiéis católicos, sendo um confidencial e o outro público, só isso.
    A CNBB não está se dando conta do quanto se deprecia perante o povo brasileiro com a sua posição politica absolutamente contrária à vontade popular, à verdade, ao restabelecimento da ordem.
    Ao defender os bandidos da estatal, prova que não são somente os aspectos sociais que lhes determinam os movimentos, mas a duvidosa e necessária investigação das verbas que lhes são alcançadas para “auxílio” aos pobres, e consequente aglutinação de pessoas dependentes da caridade alheia, porém à disposição para qualquer reação por mais violenta que seja caso o PT perder o poder, seja pelo impedimento ou renúncia de Dilma.

  12. Os heróis desta cambada de vagabundos são; o mula ,dirceu, vaccari, berzoini, palocci e seu cupinchas. Estes caras nunca abriram a boca para condenar estes bando de ladrões. Esta entidade esta do lado dos bandidos. Esta cambada de vagabundos nunca mais terão o meu dinheiro do dízimo.

  13. O que eles deveriam se preocupar mesmo, é com a politização dentro da igreja, a começar por eles mesmos,
    bispos desta CNBB engajada em difundir o comunismo no Brasil.
    A igreja católica, que nasceu de um arranjo político no século 4, com o Imperador Constantino, de Roma,
    nunca mais se afastou dos poderosos. Mas como agora, os poderosos do mundo, viraram as costas ao
    “poder espiritual”, resolveram criar seus próprios poderosos, os pseudos comunistas.
    Não é atoa que o catolicismo é minoritário na América do Norte, mas é disparadamente a entidade que mais paga indenizações, por abusos cometidos por seus agentes, os padres.
    As igrejas estão se esvaziando a olhos vistos. Apenas idosos ainda frequentam as missas, a juventude não tem paciência para aturar o trololó disparatado dos sacerdotes católicos. A igreja católica esta como o PT,
    em queda vertiginosa. Creio que em 50 anos, o catolicismo sera apenas uma lembrança.

  14. O erro crasso dos bispos reside na discriminação que fazem entre as pessoas.
    Por conveniências e interesses políticos, se dizem defensores dos pobres e oprimidos;
    Por necessidade e manutenção do poder, abraçam os ricos, e não se furtam em rezar missas com aqueles que divulgam ser “inimigos” do povo.
    Pois esta contradição esclarece o caráter da CNBB, maleável, sub-reptício, mal intencionado.
    Os pobres que se cuidem e, os ricos, que diminuam seus óbulos à Igreja!

  15. Parece que o período da Inquisição, quando a igreja católica e governo eram a mesma coisa, ainda não saiu da alma dos bispos…
    Só falta chamar o MST para lutar nas novas cruzadas contra o Moro. E não contra os mouros.

  16. Depois a CNBB diz “Não saber” por que no Brasil o numero de Católicos está reduzindo e a quantidade de Evangélicos só esta crescendo.

  17. Quais os receios da CNBB? Custo a acreditar que estão com receio de que apareça, como por passo de mágica, alguns reais/dólares/euros doados à instituição pelos corruptos e ladrões dos cofres públicos!
    Que a CNBB vem “pisando na bola” faz muito tempo, isto já se comprovou.
    Mas utilizar os argumento contidos no texto, vaio além de qualquer prática de bom senso.
    Os delatores estão apresentando seus podres deles e os de outros. Na verdade, ESTÃO FAZENDO UMA CONFISSÃO ESPONTÂNEA, como muito realizam aos padres.
    Se para alguns são “heróis”, paciência. É uma opção por valores e não por fé.
    E por fim, quem “que coloca em risco o ordenamento constitucional” são os governantes, a morosidade do judiciário, os corruptos e ladrões que dilapidam o patrimônio nacional e instituições que, apesar de todas as provas, CONTINUAM A DEFENDER CRIMINOSOS.
    A CNBB já era, já foi uma instituição que se deu respeito e que mereceu respeito. Agora, não mais!

  18. A CNBB deveria tentar resolver os problemas de sua alçada como, a cada vez mais frequente, acusação de pedofilia que recai sobre os padres.
    Ou estão defendendo a DiLLma e LuLLadrão porque lhes foi prometido algum tipo de compensação ($$$)?

  19. Evidente que a Igreja Católica deve se colocar ao lado dos desassistidos, dos carentes, dos pobres.
    Tanto é verdade que mantém inúmeras entidades sociais pelo mundo, e não se pode esquecer o trabalho fantástico que faz na África.
    O bispos são inteligentes, homens letrados, estudiosos, pessoas preparadas para as mais diversas causas sociais, políticas e, obviamente, religiosas.
    Se rompem com o PT neste momento, darão a entender para milhões de brasileiros analfabetos e analfabetos funcionais que abandonaram os necessitados, justamente os beneficiados pelo Bolsa Família, o pessoal do MST, e demais movimentos sociais de cunho nitidamente socialista e envolvidos com a Teologia da Libertação.
    A CNBB, desta forma, está entre a cruz e a espada.
    Não quer a cruz pelo peso que terá de carregar, pois Cristo é único, decidindo pela espada, mais fácil de portar e porque ainda leva medo às pessoas.
    Diante da perda gradativa de conceito e poder pelo partido que lhe deu maior sustentação na pregação de um evangelho confuso aos fiéis, o PT, mas de acordo às expectativas de sul-americanos e de acordo com as diretrizes do Foro de São Paulo, os bispos saem em defesa dos meliantes que estão sendo delatados pelos seus cúmplices para não serem condenados com muito tempo na prisão, pois os delatores de fato estão sendo considerados como peças-chave na elucidação deste plano diabólico, que foi assaltar a Petrobrás, principal e fundamentalmente, o mentor intelectual do crime que, tudo leva a crer, repousa no colo do ex-presidente Lula!
    A CNBB não pode prescindir a liderança de Lula e seu carisma junto a essas milhões de pessoas, decidindo enfrentar a Justiça que a ira popular.
    O tempo, como senhor da razão, apontará em seguida a gravidade do erro desta opção pela CNBB.

  20. É melhor ter delatores tratados como heróis do que políticos corruptos que sem as colaboração premiada, continuariam a ser tratados como heróis !

  21. A Igreja Católica sempre esteve contra o povo, nem precisa falar do do seu passado nefasto. Recentemente, se não fosse a Igreja Católica com a marcha da família com Deus pela liberdade, talvez não houvesse o golpe de 1964. Se esses “religiosos” que se envolvem na política fossem
    realmente cristãos, jamais se envolveriam na política.

  22. O que uma bolsa-esmola-sagrada não faz! Todo apoio que o PT (tem) tinha foi comprado de alguma forma. Verifiquem quanto as instituições “de caridade” católicas recebem de transferências voluntárias dos governos petistas de todos os níveis.

    Se esquerda precisa reler Marx, as igrejas precisam reler Cristo ou revisitar Cristo.

  23. Concordo Edno,melhor delator heroi do que presidente e ex, ladrão e coruPTos.A CNBB cuide de suas responsabilidades referente a fé cristã e deixe a justiça agir de acordo com a Constitução brasileira,isso é o desejo do povo sofrido que paga seus impostos.Com todos estes relatos dos delatores ja ta dificil fazer justiça,imagine se eles não sofressem os rigores da lei?Muda Brasil,coloque os corruPTos na cadeia e mostre que a justiça existe,é só isso que precisamos.

  24. DE FORMA ALGUMA OS DELATORES “ESTÃO POUSANDO DE HERÓIS”, COMO ALGUNS ACHAM. ALGUNS ELEMENTOS DA “OPOSIÇÃO” ESTES SIM, ESTÃO TENTANDO FAZER DOS DELATORES HERÓIS. APENAS UMA PRÁQTICA BEM CONHECIDA DESSE TIPO DE OPOSIÇÃO.

  25. Interessantíssima a foto que ilustra a matéria. Por acaso, ou não, por trás dos nobres religiosos, capada parte da primeira palavra da entidade sob a qual atuam, aparece CIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL.
    Essa é, certamente, a denominação correta.

  26. POR PARADOXAL QUE PAREÇA, A CNBB É A MAIOR INIMIGA DA IGREJA.

    Nunca antes na história deste país, viu-se união estável mais espúria do que esta da CNBB com o PT.

    A CNBB acredita em “história da carochinha”: “que o PT é o único partido político que pensa nos pobres”.
    Pensa, sim, em usar os pobres para seu PROJETO DE PODER. Que vergonha!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *