Collor e Marco Maciel, “imortais” sem nada escrever

Marcio Morato: “Helio, você ficou sabendo que o Collor foi eleito para a Academia de Letras de Alagoas, sem ter um só livro?”

Comentário de Helio Fernandes:
Nenhuma surpresa, Marcio, embora o Collor tenha um “pré-livro”, que ele mesmo anunciou: sobre os bastidores do seu impeachment. Acredito que nunca irá publicar, o tempo e a hora já passaram.

De qualquer maneira, mais grave, GRAVÍSSIMO, foi a INDICAÇÃO e a ELEIÇÃO de Marco Maciel para a Academia nacional. Não tem nem livro nem cultura, foi imposto pelos “bons companheiros” da ditadura, à qual serviu desveladamente.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *