Com a desistência da candidatura de Luciano Huck, quem ganha é Bolsonaro

A dúvida é saber quem será apoiado por Huck

Mauro Santayana

Não há nada a comemorar na renúncia do apresentador Luciano Huck à sua pré-candidatura à Presidência da República. Queira ou não, eventualmente um produto neoliberal com a marca da Globo escrita, pelo tempo e estilo, na testa, e com grande potencial de penetração no “mercado” e na faixa sócio econômica que apoia Lula, ele teria muito mais votos a tirar de Bolsonaro do que daqueles que, contra a maré, o senso “comum”  e o discurso único, dizem que votariam no ex-presidente para ocupar a principal cadeira do Palácio do Planalto.

Caso a justiça brasileira, mais especificamente o TRF-4, insista na temeridade de alterar o curso da história, impedindo que Lula se candidate nas próximas eleições, muita gente vai sentir falta do homem do Caldeirão para dividir os votos da direita e servir de contraponto minimamente “civilizado” ao furioso avanço do fascismo full, duro e puro, sobre o país, nas eleições de 2018.

O QUE FARÁ HUCK? – Afinal, ficar fora do páreo dará a Huck a possibilidade de fazer qualquer coisa. Até mesmo, se quiser – embora não aposte minhas moedas de 100 reis nessa hipótese – apoiar publicamente Bolsonaro.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: a Globo pressionou Huck a pular fora do barco, apenas para fingir que não tem um lado – o próprio – e que é “imparcial” e por “bom-mocismo”, ou existe algo mais denso – sombrio e soturno – por trás dessa atitude?

9 thoughts on “Com a desistência da candidatura de Luciano Huck, quem ganha é Bolsonaro

  1. Caro Jornalista,

    “Caso a justiça brasileira, mais especificamente o TRF-4, insista na temeridade de alterar o curso da história, impedindo que Lula se candidate nas próximas eleições, muita gente vai sentir falta do homem do Caldeirão para dividir os votos da direita e servir de contraponto minimamente “civilizado” ao furioso avanço do fascismo full, duro e puro, sobre o país, nas eleições de 2018.”

    -O paragrafo acima resume toda a “objetividade” e a “análise” do escritor…

    -Mas… não é o que eu digo? O filme AVATAR deveria ter sido filmado na Praça dos Três Poderes, onde veríamos ministros e pedras caindo para cima, um bandido prendendo um magistrado em flagrante e outros delinquentes escolhendo um ministro do STF que fosse da quadrilha para lhe julgar conceder habeas corpus.

  2. quanta besteira este texto luciano huck de presidente hahahah quanta idiotice e alem disto ele é esquerda apoiou anos o psdb ele nunca ira apoiar o tal bolsonaro que é direita o brasil precisa de um presidente competente e nao um aventureiro como huck ele q comesse como deputado p aprender o que é politica
    meu voto é no alckmiin ou no doria meu e de minha familia toda

  3. Mauro Santayana,começa bem mas,na parte final ele mostra que é mais um a defender o Lula Ladrão om a seguinte frase : Caso a justiça brasileira, mais especificamente o TRF-4, insista na temeridade de alterar o curso da história, impedindo que Lula se candidate nas próximas eleições, muita gente vai sentir falta do homem do Caldeirão para dividir os votos da direita e servir de contraponto minimamente “civilizado” ao furioso avanço do fascismo full, duro e puro, sobre o país, nas eleições de 2018.
    Mostrou que o verdadeiro fascista,é o próprio Mauro,que não aceita que um militar seja eleito por voto popular.Deveria se envergonhar da canalhada que escreve.
    Tem que deixar de ser servil e lacaio de criminosos como Lula da Silva, e outros mais.
    Cria um texto que impede muitos brasileiros que não tem o dom da interpretação do verdadeiro mau caratismo do autor em querer se passar por pessoa séria

  4. Boa madrugada.

    O escritor já está vendo o por trás das cortinas, e lhe digo parabéns. Algo está no ar há muito tempo, e a REDE BOBO não faz nada para perder.
    Não apoio a candidatura LULA mas Mauro Santayana está enxergando…

  5. Esse senhor, Santayana, me transmite a impressão de que é apenas um caneta de aluguel do Lula fantasiado de esquerda, típico do Brasil onde tudo parece fantasia até mesmo a democracia que aqui não passa de plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia. Enfim, se quiserem reinventar o Brasil, a exemplo da reinvenção da própria Europa-mãe que tb se viu obrigada a se reinventar e se reinventou, contem comigo e com a RPL-PNBC-DD-ME, mas se for para continuar tudo como dantes no velho quartel de Abrante$, então estou fora. AINDA QUE ECOLOGICAMENTE INCORRETO, de repente o jararaca do Lula até que tem razão quando diz que jararaca igual a ele se mata com paulada na cabeça e não pisando no rabo. O diabo é que o problema não é só o Jararaca do Lula, mas tb o cascavel do FHC, o víbora do Temer, o urutu do Alckmin, o jiboia do Bolsonaro, a caninana da Marina, o surucucu do Dória, o sucuri do Ciro…https://www.brasil247.com/pt/247/rio247/331287/Lula-a-jararaca-est%C3%A1-viva-e-vai-disputar-elei%C3%A7%C3%B5es.htm

  6. ♪♫♪ Balas de leite KIDS a melhor bala que há….
    Conversa pra boi dormir, não da mais pra aguentá..
    ♪♫♪

    Façamos a chanchada dos candidatos televisivos!
    Huck contra Tiririca…
    Pra vice ‘joga lá’ uma Ana Maria Braga, um Faustão,

    O Fantástico! Fantástico para Presidente….
    Melhor que esse PÂNICO (penico) na Política que estamos vivendo…

  7. A candidatura de Luciano Huck foi uma fantasia de marqueteiros e gente da imprensa desprovida de senso comum (caso do próprio articulista, que usou a expressão entre aspas). Não tinha a menor chance, as mídias sociais o destruiriam mais rápido do que fizeram com o Dória, que pelo menos tinha alguma consistência, goste-se ou não dele. Huck tem telhados de vidro, devido às suas amizades com Cabral e Eike, suas sociedades suspeitas, e o uso de figuras como tiazinha e feiticeira para ganhar audiência. E ele não tem nenhum conteúdo político sério, seria uma candidatura que só poderia avançar à custa de muito dinheiro (vindo de onde? pago com que interesses?) , e do argumento “qualquer um menos Lula ou Bolsonaro”.
    Os defensores de Huck costumavam rechaçar comparações com Trump, mas acho que no fundo o apresentador global estava agindo como o Trump de dez, quinze anos atrás, se fazendo de candidato só pra ganhar espaço no noticiário e chamar a atenção pra si. Acho que Huck não
    acredita nele mesmo, embora Merval Pereira, Eliane Cantanhede, ou a redação da Istoé sejam ingênuos pra acreditar.

    Chega a ser estranho que lulista defenda uma picaretagem tão óbvia como a pretensa candidatura de Huck. Ou talvez não, já que Huck seria demolido rapidamente, e facilitaria o caminho para o falso deus-vivo petista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *