Com apoio de Romário, Pezão abre frente na disputa no RJ

Senador eleito pelo Rio de Janeiro, Romário (PSB) anunciou, seu apoio formal à candidatura de Luiz Fernando Pezão (PMDB)

O senador Romário está reforçando o ataque de Pezão

Pedro do Coutto

Pesquisa do Datafolha concluída na quarta-feira, base da reportagem de Ítalo Nogueira na Folha de São Paulo, edição do dia seguinte, revela que Luiz Fernando Pezão abriu vantagem de 10 pontos sobre Marcelo Crivela na disputa pelo governo do estado do Rio de Janeiro nas urnas do próximo dia 26. Isso, considerando-se todas as intenções de voto, os números acentuam 46 a 36 pontos. Mas 10% pretendem votar branco ou anular o sufrágio, enquanto a parcela de 8% reúne os ainda indecisos entre os dois candidatos. Reduzindo-se o universo da pesquisa aos votos válidos (portanto excluindo-se os brancos, nulos e indecisos) a distância amplia-se para 12 pontos: Pezão 56; Crivella 44%.

Com o apoio que recebeu de Garotinho e Lindberg Farias, Marcelo Crivella havia subido na busca de votos, estabelecendo-se um equilíbrio no confronto. Porém, agora o levantamento do Datafolha publicado dia 16 pela FSP rompe o equilíbrio e passa a indicar o favoritismo do atual governador. O que terá produzido a alteração? A mim parece que o apoio do senador eleito Romário a Pezão tem grande influência na mudança. Nas urnas do dia 5, o craque campeão do mundo na Copa de 94 obteve uma votarão superior a 60% do total de votantes e está comprovando seu poder de transferir boa parte dos sufrágios que alcançou para aquele a quem apoiar.

Sob este aspecto, tem-se nesse instante a certeza que sua importância política foi minimizada, primeiro pelo seu próprio partido, o PSB, depois tanto por Dilma Rousseff quanto por Aécio Neves. Pois o levantamento do Datafolha comprova sua importância no quadro eleitoral. Pezão a aproveitou bem. Dilma e Aécio ainda possuem tempo para tentar captá-la no plano nacional. Basta uma iniciativa nesse sentido e a disposição do próprio. Em matéria de comunicação veloz, este aspecto fica por conta da televisão.

RETA DE CHEGADA

Apoio importante o do senador Romário. Sobretudo na reta de chegada quando se luta para estreitar a faixa dos eleitores indecisos, cujas mudanças geram, em vários casos, efeitos surpreendentes. Veja-se o exemplo do Rio Grande do Sul. O Datafolha revela, na mesma edição da FSP, que o candidato do PMDB, José Sartori abriu nada menos que 17 pontos sobre o governador Tarso Genro, do PT – 52 pontos a 35 faltando praticamente dez dias para as urnas do segundo turno.

Vale notar a importância dos eleitores indecisos. Faixa sobre a qual Mauro Paulino, diretor geral do Datafolha, e Alessandro Janoni, diretor de Pesquisas do Instituto, escreveram um artigo de análise na FSP também edição de quinta-feira. Concluiram que a interpretação das estatísticas conduz a que se considere o potencial de conversão dos indecisos para a atual presidente seja de 13%. O potencial de conversão desse eleitorado para o senador mineiro, acrescentam, é de 6%.

Note-se que o percentual de indecisos, por sua vez, é de 6 pontos. A diferença em favor de Dilma seria assim em torno de 1% dos votos que poderá adicional nos dias finais do confronto. Pouco. Porém o suficiente para talvez chegar a um empate em números absolutos.

Mas, análises prospectivas à parte, a mim parece que a sucessão presidencial de 2014 será decidida nas urnas de 26 à base do desempenho positivo que os dois candidatos conseguirem desenvolver no debate da Rede Globo marcado para o dia 23. Foi decisivo para a colocação das candidaturas no primeiro turno. Deverá ser decisivo para a eleição ou reeleição no segundo.

    9 thoughts on “Com apoio de Romário, Pezão abre frente na disputa no RJ

    1. Dizem que no Congresso só anda com quem acha que não é “corrupto”, tipo carrancudo, faz tipinho de ‘bravo” e escolhe seus pares a dedo.
      Agora se alia a NOVA FASE de CORRUPÇÂO no Rio de Janeiro…….
      Vai entender, ora pois, pois, ó pá …………………e picaretas….1!!!
      Ai eu VOTO NULO a Pequena Torcida do EfeagaCapone acha ruim…..eh!eh!eh

    2. Sr. Newton, dê uma olhada nesta noticia, e imagine como que o Dr. deve tratar a mãe dele..

      O médico Milton Simon Pires, funcionário do Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre (RS), causou indignação ao xingar a candidata à presidência da República Dilma Rousseff (PT) e ironizar sua queda de pressão após o debate veiculado pelo UOL, SBT e rádio Jovem Pan.
      Em sua página no Facebook, o médico postou a seguinte mensagem: “Tá se sentindo mal? A pressão baixou?? Chama uma médico cubano, sua grande filha da puta!”
      A postagem rapidamente se espalhou pelas redes sociais e foi alvo de críticas dos internautas que questionavam ética profissional de Pires.
      Dono do blog “Ataque Aberto”, Pires tornou-se uma figura controversa na comunidade médica gaúcha, Em setembro deste ano, uma colega de trabalho registou um boletim de ocorrência contra o médico por agressão verbal e física, e a direção do hospital optou por afastá-lo de suas funções na UTI do hospital, onde trabalha como concursado desde 2010.
      No entanto, o médico diz em seu blog que é vítima de perseguição política e que seu afastamento teria sido motivado por suas críticas à administração do hospital, que é vinculada ao Ministério da Saúde. Suas postagens fazem ataques ao PT e o PCdoB, que segundo ele são responsáveis pelo hospital, ao governo Dilma e ao programa Mais Médicos.
      Leia mais em: http://zip.net/bspXNF

    3. Senhor jornalista : por quanto tempo ainda teremos que aguentar seus comentários ( outrora tão corretos e inteligentes ) com referência a esses institutos de Pesquisas ? Sabemos todos que são instrumentos famintos por dinheiro e, por conseguinte, falsos, mentirosos e totalmente desacreditados.

    4. Gostaria de saber como dona Dilma+PT irão justificar os desvios na Petrobras para a SEC (Órgão que controla as bolsas de valores dos EUA)?

      “Órgão dos Estados Unidos investiga denúncias de corrupção na Petrobras
      SEC apura se Petrobras descumpriu a lei anticorrupção dos Estados Unidos.
      Ex-diretor da estatal acusou um político do PSDB de ter recebido propina.”

      G1
      Camila Bomfim Brasília, DF

      Detalhes:
      http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/10/orgao-dos-estados-unidos-investiga-denuncias-de-corrupcao-na-petrobras.html

      Acredito que vai ter mais gente, igual ao Maluf, sem poder viajar para o Exterior por ser procurado pela Interpol.

    5. Esse, Sensus deveria ter todos os seus componentes presos ,inclusive quem acredita nessa quadrilha.O restante já são eternos conhecidos nossos,sem nenhuma credibilidade.

    6. Cada macaco no seu galho,como jogador foi fantástico,porém como político é fanfarrão .Se meu voto fosse do Pezão, com o apoio do Romário eu retiraria o mesmo na mesma hora.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *