Com atraso de duas semanas, Ciro Gomes percebeu o que todo mundo já tinha percebido.

Carlos Newton

O ex-deputado federal Ciro Gomes, sem mandato mas de volta à política, disse ontem ver “com tristeza” as denúncias de enriquecimento envolvendo o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, e afirmou que aguarda explicações. “Sou formado em Direito e eu o presumo inocente. Dito isto, é muito constrangedor o que está acontecendo”, afirmou. “Estou assim como toda a Nação, aguardando explicações. Não é razoável que não haja explicação”, completou.

Ciro declarou também que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “cometeu um erro” ao ir a Brasília conversar com a presidente Dilma Rousseff. “Se quer ajudar, passa um telefonema”, afirmou Ciro. E acrescentou: “O Brasil não pode ficar refém de uma só pessoa, ficar na dependência do Lula, do Ciro, da Dilma”, comentou. A atitude do ex-presidente, na avaliação de Ciro, tirou capital político da presidente. Assim, com atraso de duas semanas, Ciro Gomes percebeu o que todo mundo já tinha percebido.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *