Com Brumadinho, a Vale tornou-se a empresa mais assassina da História do Brasil

Resultado de imagem para morte em brumadinho

Os corpos das vítimas são colocados em bandejas funerárias

Pedro do Coutto

Trata-se de um registro hediondo, mas, sem dúvida, a Vale S/A, privatizada pelo ex-presidente FHC, tornou-se a maior empresa assassina da história brasileira. Cito FHC não para culpá-lo, porém somente para acentuar os anos que se passaram, faixa de tempo mais do que necessária para que os governos de Lula, Dilma Housseff e Michel Temer exigissem da empresa as providências de precaução quanto a eventualidade de desastres como os de Mariana e Brumadinho.

Eram necessárias práticas concretas de segurança. Mas a fiscalização federal foi absolutamente omissa. O resultado está aí aos olhos de todos. Omissão também produz crimes em sequência. A vida humana não tem preço.

FOI UM AVISO – O desastre de Mariana, ocorrido há três anos, teria logicamente que despertar o Ministério de Minas e Energia, mas aconteceu o contrário, passou a dormir no colchão dos omissos. Ministros se sucederam ao longo de 2003 para cá e não tiveram qualquer preocupação com o problema industrial e ecológico, mostrando a verdadeira face de seu desinteresse em relação às vidas humanas. Especialmente depois de Mariana, ocorrida há três anos.

O passado recente, incrível isso, não sensibilizou as autoridades para que pelo menos fossem informadas as reais condições da Vale em relação a suas operações, que hoje se vê de alto risco,

Passados três anos as vítimas de Mariana não receberam qualquer apoio por parte da empresa, que continuou navegando nas águas mansas sopradas pelo governo e pela Justiça brasileira.

MORTES EM MASSA – Com isso, tanto a Vale quanto a omissão dos governantes conduziram a um assassinato em massa, de acordo com as matérias publicadas ontem com grande destaque na imprensa e redes de televisão.  O assassinato em série foi gigantesco e representou o maior desastre ecológico dos últimos tempos. É verdade que em relação à ecologia, o rompimento em Mariana foi mais profundo. Entretanto, em relação à quantidade de vítimas, Brumadinho ultrapassou a marca sinistra deixada pela Vale na estrada do número de mortes praticamente dolosas, porque, mesmo não sendo praticados com a intenção de matar, refletiram o desleixo que levou à tragédia.

15 thoughts on “Com Brumadinho, a Vale tornou-se a empresa mais assassina da História do Brasil

    • Você perdeu a linha ao desejar que Bolsonaro morresse na operação. Isso não se faz. Não é para isso que existe este Blog, que também não é ponto de diversão para desocupados. Apenas isso. Frequente o blo trocando ideias e opiniões.

      CN

      • Não escrevi isso, e sim que tivesse uma boa passagem, o senhor está sendo parcial, e não fui eu que baixei o nível aqui, não sabia que estavam usando meu nome. Gostaria até de ter lido para poder me defender deste canalha.
        Não faça isso, é muita parcialidade.
        Obrigada.

        • Este é exatamente o ponto. Aqui na TI não se deseja a morte de ninguém. E agora você insiste na “piada”. É desanimador seu comportamento. Aqui não aceitamos isso. O blog não é pouso de urubus.

          CN

          • Ok seu comuna, o senhor já provou sua parcialidade ao me atacar grosseiramente.
            Como dono do blog devia ir procurar o canalha que usa meu codinome, para criar discórdia, ele conseguiu, só me admiro de seu jornalismo, uma vergonha !

  1. Qual a hoding que controla a Vale? Quem indica os conselheiros? Quem soubera resposta, sabe porque ocorreu a negligência na gestão de riscos .

  2. Exemplo de humanismo para estes crápulas empoleirados no poder .

    Os bombeiros que atuam incansavelmente nos resgates de vitimas em Brumadinho , estão recebendo seus salários parcelados e até hoje não receberam seus decimo terceiro salários .

  3. O “acidente” ou a irresponsabilidade ocorrida na construção do parque na gameleira, governo israel pinheiro, está entre os que mais mataram trabalhadores e até hoje a pendenga não foi resolvida..
    Jaba, jaba, jaba sempre fala mais alto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *