Com medo de assombração, Exército fortalece Bolsonaro para evitar que Lula volte ao poder

Para o Exército, somente Bolsonro pode evitar a volta de Lula

Merval Pereira
O Globo

Ao pedir que o ministro da Defesa Fernando Azevedo Silva se demitisse, o presidente Bolsonaro se queixou de que não tinha respaldo político por parte de seus ministros militares. Ouviu dele que sua saída não representaria uma mudança de atitude dos militares, que não poderiam se vincular a um projeto político. Ledo engano.

Quarta-feira, por volta das 10 da manhã, o presidente Bolsonaro saiu do Planalto e foi, fora da agenda, ao Ministério da Defesa. O general Braga Neto o esperava na porta principal. Subiram. A conversa durou cerca meia hora.  Bolsonaro saiu pela garagem, no subsolo, e voltou pelos fundos ao Palácio.

RECADO AO ALTO COMANDO – Estava dado o recado ao Alto Comando do Exército, reunido naquele mesmo dia para avaliar a crise gerada pela presença de um General de divisão da ativa, ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, em um palanque político ao lado do presidente.

A decisão do comandante do Exército, General Paulo Sérgio Nogueira, tem uma motivação puramente política, sem se importar com um dos pilares das forças militares, que é serem instituições de Estado, e não de um governo.

A quebra da disciplina e hierarquia só aconteceu porque os militares estão convencidos de que apenas Bolsonaro pode derrotar o PT e Lula na eleição do ano que vem, e quiseram dar respaldo político a ele.

PRISÃO DE LULA – Foi assim em 2018, quando o então comandante do Exército, General Vilas Boas, soltou uma nota claramente de pressão sobre o Supremo Tribunal Federal (STF) para que não aprovasse um habeas corpus que poderia ter soltado Lula.

Bolsonaro convenceu os militares, e o núcleo duro de seus seguidores, de que a volta do PT ao poder, que hoje as pesquisas de opinião detectam como provável, é um perigo comunista que tem que ser evitado. Por isso está criando um clima antecipadamente de possibilidade de fraude nas urnas eletrônicas, para ter um pretexto para comandar um golpe caso seja derrotado por Lula.

A decisão do Comandante do Exército, General Paulo Sérgio Nogueira, respaldado pelo Alto Comando do Exército, representa um golpe de Bolsonaro. Não há mais dúvidas, agora, de que Bolsonaro age como age devido ao apoio do “seu” Exército.

SUBMISSÃO DO EXÉRCITO – Bolsonaro deu uma demonstração de força ao submeter o Exército aos seus desígnios. Resultado de uma visão política medíocre dos militares, que trocam a soberania do Exército pela submissão a um líder político de direita, populista e autoritário, para evitar um líder populista de esquerda, Lula, e do PT, que consideram totalitário.

Nessas condições, se Bolsonaro se reeleger em 2022, se sentirá respaldado, pelo voto popular e pelo apoio dos militares, a seguir com sua escalada em direção a um governo de cunho personalista e ditatorial.

18 thoughts on “Com medo de assombração, Exército fortalece Bolsonaro para evitar que Lula volte ao poder

  1. Sr Merval Pereira; esqueceu do adjetivo ‘protetor dos corruptos’.
    PS: Só se mantem no poder pela fraude ou pelo golpe.
    Mas, a outra excrecência voltar ao poder será adiar o encontro com a desgraça.
    PS: Deixemos aos desígnios do destino através do vírus.

  2. “Medo da ameaça comunista???”

    Isso na boca de um Boçalnarista descerebrado eu entendo. Mas ver tal assertiva reverberação por um jornalista experiente como Merval é tragicômico.

    “Medo da ameaça comunista???”

    Se nem o trio Golbery/Geisel/Figueiredo enxergava Lula/PT como tal…

    A questão é que nenhum dos generais de plantão são representantes da ala Golbery/Geisel/Figueiredo e sim da ala frotista. Pior: a latrina da ala frotista.

    Obs. Não por outra razão Mourão, vaca fardada II, e Boçalnaro elogiam tanto o torturador Ustra e Curió.

    Braga Neto foi ao Rio de Janeiro e com sua atuação FORTALECEU as milícias cariocas, feudos da famiglia Boçal.

  3. Sr. Merval, Sr. Merval…

    Sem o apoio e o respaldo dos principais órgãos da imprensa nacional o senhor Bolsonaro e Paulo Guedes não teriam chegado ao Pûder Executivo da República.

    Não tem como ter um Paulo Guedes Todo Poderoso sem ter um Bolsonaro no Pûder. O Chile está aí para mostrar isso.
    Agora deixem de mimimi, assumam e embalem a cria.
    Definitivamente, vocês não fazem parte da solução.

  4. Ouvi dizer que o sr Merval é imortal. Bom seria se ele também fosse sábio e não esquecesse que não há somente dois lados – há também Moro, Doria, Mandetta, todos ardentes pela glória de ser presidente de um dos mais sofridos países do planeta!

  5. Lula deverá ser vice de Haddad.
    Pelo que percebi o objetivo de Lula é deixar um partido forte, com os mesmos ideais de Getúlio, de Jango, de Brizola, de Arraes e tantos outros Maragatos.

  6. Estamos assistindo à constitucionalização do Estado Clepto-patrimonialista. Nunca tivemos um binarismo reducionista tão propícia à legalização das gangues estatais.

    Aproveitam a pandemia, pois milhões de pessoas nas ruas só são possíveis pela causa anticorrupção, que une a polaridade dual das gangues hegemônicas que disputam o saque aos cofres público.

    É mais fácil convencer o eleitorado quando só duas gangues disputam os cofres públicos.

    Transformaram o voto num plebiscito pra escolher a “melhor” máfia que irá assaltar a nação.

    A constitucionalização da bandidagem, . corrupção e criminalidade estatais, acordada pelas atuais gangues hegemônicas, só poderá ser revertida com milhões nas ruas, como acontecera.

    A bandidagem estatal, em todas os seus podres poderes, deitam e rolam.

    Não vislumbro sucesso pra esse acordão mafioso.

  7. Não tem porque temer…
    No período do Lula (e não do FHC) que tiveram reajuste dos soldos. Houve ainda projetos para compra de caças, Submarino nuclear, Vigilância da Amazônia Azul, com ainda o SIVAM,”

  8. Na mosca:
    “A quebra da disciplina e hierarquia só aconteceu porque os militares estão convencidos de que apenas Bolsonaro pode derrotar o PT e Lula na eleição do ano que vem, e quiseram dar respaldo político a ele.”

  9. Testemunhar a imprensa de merda, que julga-se importante, formadora de opinião, esperneando contra um governo igualmente de merda, inepto , incompetente, negacionista, terraplanista, dentre outros adjetivos, tentando manipular a opinião pública, fazendo coro contra as forças armadas, não tem preço, uhaaaaaaaa!

  10. Lamento profundamente que a nossa querida Tribuna da Internet…abrir seu espaço para estes filhotes da radicalização do “sistema” podre da imprensa politica …cito a globo…folha…Estadão…e outras desgraças da informação ” direcionada”.
    Lamentável nossa TI…ficar na dependência de artigos de lixo tipo este…
    Lamentável…paz e Saúde a todos…

    YAH seja LOUVADO SEMPRE…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *