Com o sepultamento da Operação Lava-Jato, não existe mais combate à corrupção no país

Charge Erasmo Spadotto - Legalização da Corrupção - Portal Piracicaba Hoje

Charge Erasmo Spadotto (Portal Piracicaba)

Merval Pereira
O Globo

O Brasil está de volta ao passado. Não é que o desmonte da política anticorrupção seja um negócio combinado, o problema é o espírito da coisa: com o instinto de defesa própria, para se proteger de investigações, e a tentativa de desmoralizar Sergio Moro e os procuradores da Lava-Jato, para não deixar pedra sobre pedra, e nenhuma dúvida na cabeça dos cidadãos.

Estamos repetindo tudo o que aconteceu antigamente. A operação Satiagraha, por exemplo, foi assim: pegaram todos, a investigação foi anulada por causa de erros técnicos, interpretações equivocadas e agora vemos Naji Nahas jantando com amigos, com Michel Temer e outros.

MAIS COMEMORAÇÕES – No Brasil é assim, daqui a alguns anos vamos ver Leo Pinheiro, Marcelo Odebrecht, e todos os empreiteiros comemorando por aí, e quem sabe até com dinheiro de volta.

Porque, se não houve nada, o que se faz com os cinco bilhões de reais devolvidos? É como as fotografias da era stalinista. Vão apagar tudo o que aconteceu. Não houve mensalão, não houve petrolão, não houve dinheiro, não houve desvio, não houve nada e pronto.

Políticos envolvidos com corrupção, que são réus em diversas ações, apresentam projetos para amenizar punições e tentam criar barreiras para impedir Sergio Moro de se candidatar. É o medo de que ele ganhe a presidência e volte tudo como estava antes. O Brasil está mesmo de volta ao passado.

13 thoughts on “Com o sepultamento da Operação Lava-Jato, não existe mais combate à corrupção no país

  1. interpretações equivocadas e agora vemos Naji Nahas jantando com amigos, com Michel Temer e outros.

    Dentre os “outros” estava um jornalista bem famoso da Rede Goebells, né não Merval,..??
    O que estava fazendo o Jornalista no meio destes que estão ou estavam atolados na Laja-Rato../?

  2. Eu sou totalmente a FAVOR do tesouro Devolver o que os cidadãos impiedosamente extorquidos pelo Bandido Sérgio Moro entregaram para o Brasil.
    Foi de uma brutalidade e covardia sem limites.
    E mais; e o que terão de devolver aos trabalhadores que ficaram desempregados por motivo da paralisia motivado pela Lava Jato?!!!
    Haaaaa, então o trabalhador é povo e o povo que se Dane?!!!

  3. O que será que está por detrás dessa paixão do Merval pelo Moro ? Será que é o mesmo sentimento que está por detrás dos apaixonados por Lula e Bolsonaro, o sentimento dos equivocados e dos apaixonados por políticos de estimação que no poder significam apena perda de tempo, frustração e desilusão ? Combate à corrupção que não fecha a fábrica de corruptos é só mais ilusão vã e embromação. A LOUCURA COMPULSIVA POR GOLPES E VOTOS, poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limites, levou o BRASIL à loucura total, porque tudo implica e impacta. E TUDO FAZ PARTE da famigerada “Herança Maldita” que alimenta os seus dependentes, face aos quais a dita-cuja não pode ser resolvida, e, pelo contrário, tem que suscitar a criação de novos embaraços para continuar alimentando seus dependentes. O espírito e a lógica da coisa é “criar dificuldades para vender facilidades.” O pior de tudo é que é tudo isso ai, ao preço de bilhõe$ e trilhõe$, para eleger Lula$, Bolsonaro$, seus puxadinho$ e afin$. E é isso ai que está matando o Brasil e o povo brasileiro, lançando-o no desânimo, na desesperança, na depressão, na loucura… Aliás, tudo isso pode ser trocado por uma simples leizinha ordinária, com cerca de 10 artigos, regulamentando a Democracia Direta, com Meritocracia, prevista no Parágrafo Único, do Art, 1º, da Constituição da República, a custo zero para a população, tornando nossos servidores-patrões, que nos custam bilhõe$ e trilhõe$, em nossos servidores de fato, ao custo de servidores públicos de carreira, diferenciados, com mandatos de no máximo 5 anos, via eleições gerais, sem reeleição, tipo concurso público padrão, o mais rigoroso do país, para moralizar todos os demais concursos, com autoridade moral para fiscalizar e fazer a máquina pública funcionar a contento, colocando as melhores cabeças e os melhores quadros do país a serviço do conjunto da população. O que vc, caro leitor, cidadão comum, teria a perder com isso, desde que vc não seja um dos mamadores do sistema, ou dependente dele, é claro, à moda lombriga incapaz de sobreviver sem a merda ? http://www.tribunadainternet.com.br/nova-lei-eleitoral-com-900-dispositivos-e-mais-uma-aberracao-juridica-a-brasileira/?fbclid=IwAR2OtS8netErSd7Kek53CHQ3LWzR9snmN1-aiFyyifJ47v85nRFe_MQJrRA

  4. Justiça parcial não é Justiça.

    O saldo da parcialidade de Sérgio Moro foi ter se tornado sinistro de um larápio mequetrefe e perverso, notório defensor de torturadores e pedófilos, além de incentivador de estupro.

    No seu pacote de “combate ao crime” havia o “excludente de ilicitude”, mais apropriadamente conhecido como “licença para matar”.

    Num país onde não se distingue mais a diferença entre polícia e milícia, já viu, né?

    Quanto ao “espírito de justiça” do ex-juiz e ex-sinistro ficou patente quando “absolveu” o caixa 2 do comparsa de governico, Ónix.

  5. Só sobe ao poder no Brasil, quem tem um rabo fácil de agarrar. Se não tiver rabo, não tem vez. O rabo de outro na mão garante que não vai ser incomodado e que pode fazer e acontecer. Um segurando o rabo do outro. Poderia ser mais polida ao falar, mas ssa gente não merece.

  6. Em dezembro passado, eu me afastava desta TI, cansado e desiludido, entre outros motivos, além de pregar no deserto, no caso de estimular a criatividade dos colegas na formulação de ideias mais propositivas, adjetivo que me proporcionou algumas ironias, enojado pela atitude de uma significativa maioria dos comentaristas, em atacar, com mais ou menos virulência a Lavajato e sus personagens.
    A condenação ou cumplicidade silenciosa deste grupo e da maioria aparente da sociedade, sugere uma alteração genética da Nação, seria o Brasil naturalmente corrupto?
    Não sei, mas a realidade é que o cancro da corrupção mantem o país escravizado e atrelado aos interesses da elite corrupta imune e exploradora.
    Em 09/03/21 se celebrava uma sessão do STF, que envergonharia o País e desclassificaria seu nível jurídico para sempre.
    Se condenava um juiz exemplar por suposta suspeição, baseada em hipotéticas provas, obtidas criminosamente e nulas constitucionalmente, pelo veredicto de APENAS TRÊS PESSOAS, SEM DIREITO À DEFESA .
    O sistema corrupto explorador e seus aspirantes a fazer parte tinham triunfado, a palavra foi abominada, não pronunciando-a não existe. HIPÓCRITAS!!!
    Posso discutir o tema, ponto a ponto, com quiser, desde que seja honesto e prove que leu a entrevista à Crusoe, de Francisco Resek, um dos poucos homens públicos que honram esta país, inclusive, seria uma excelente ideia que esta Tribuna formatasse a entrevista, já que é extensa, e a publicasse a bem de informação de qualidade.
    Permito-me reproduzir um comentário que divulguei no dia da fatídica sessão.
    F.Moreno10 de março de 2021 at 11:54
    Quantas palavras, quantas ideias, quantos argumentos, honestos ou falsos, quantas verdades, quantas mentiras, em torno de um mesmo tema, a entronização da injustiça, no país mais injusto do mundo.
    Quanta vaidade e orgulho idiota em defender interesses partidários, ideologias extremas, recalques pessoais, verdadeiras e presumidas erudições e úteis preciosidades jurídicas e filosóficas.
    Quanta falta de atenção para a importância do Fato, a imolação de um cidadão brasileiro, que igual a um Tiradentes, é esquartejado moralmente pela Coroa corrupta, canalha e fétida para servir de exemplo aos que se rebelem contra a exploração e submissão.
    Quanta falta de sensibilidade para, em vez de procurar justificativas impossíveis ao CRIME DA COROA, convocar as carpideiras para chorar o dia de hoje, como dia em que se enterraram a Justiça, a Fraternidade, o Bom Senso, a Dignidade e a Decência indispensáveis para subsistir como Nação. REQUIESCAT IN PACE BRASIL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *