Comissão da Verdade destrói a honra de um general inocente

Vicente Limongi Netto

A comissão da (In)verdade vem cometendo uma grande injustiça com o general Agenor Homem de Carvalho, conforme Relatório Preliminar de Pesquisa sobre a “Casa da Morte de Petrópolis” de março de 2014, nas páginas 13 e 20. Acusam-no e até convocaram-no, mas ele já explicou, justificou e pediu para tirar o nome dele daquela lista, pois nunca comandou o 1º Batalhão de Polícia do Exército do Rio de Janeiro em 1971, pois na época era major, da arma de artilharia e cursava a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Registra-se que o referido comando é cargo privativo de tenente-coronel ou coronel de Infantaria.

Mais adiante nesse mesmo documento está sugerida a vinculação entre Agenor Homem de Carvalho, comandante do 1º Batalhão da Polícia do Exército do Rio de Janeiro e a Casa da Morte de Petrópolis:

“(…) O Cel HOMEM DE CARVALHO procurou o chefe da ARJ [SNI agência Rio de Janeiro] informando que está sendo assediado pela revista Isto É, VEJA e  o jornal Folha de São Paulo que desejam entrevistá-lo”.

“(…) O referido oficial informou, ainda, que pretende “sumir por uns tempos” até que o problema seja resolvido e foi alertado, pela ARJ, que deveria procurar o I Exército (…)”.

A VERDADE

O general Agenor, então na época ainda Major, posteriormente foi cursar na Itália e só soube da existência dessa casa pela chamada Comissão Nacional da Verdade (CNV). Mesmo provando seu paradeiro e o erro primário, a CNV teima em deixar seu nome no relatório, deixando-o bastante insatisfeito pela inverdade.

O general Agenor não quer pedir reparação por danos morais como alguns advogados de plantão gostariam. Pela sua crença, busca a esfera administrativa, mas, pelo visto ignoram seus argumentos. Será que a CNV, Ministério da Defesa ou Exército Brasileiro não são capazes de reconhecer esse erro? É lamentável tratar e acusar com leviandades e injustiças patriotas da extirpe do general Agenor Homem de Carvalho.

14 thoughts on “Comissão da Verdade destrói a honra de um general inocente

  1. E essa comissão tem algum compromisso com a verdade? claro que não, o único e verdadeiro propósito e acabar com a reputação das FFAA e de seus integrantes que combateram a implantação de uma “democracia” nos moldes de Cuba, URSS, China..

  2. São canalhas. Esta é a melhor definição desse trabalho politico que não tem outro propósito a não ser o de achincalhar os militares. Se dizem humanistas mas está aqui a melhor prova do seu sectarismo, da generalização estupida que demonstra claramente que os objetivos são outros, as pessoas são apenas meios ou instrumentos para atingir seus sórdidos propósitos.

  3. O país envolto em corrupção múltipla e espraiada; violência, drogas, tráficos de várias espécies; obras inacabadas, construções de moradias de má qualidade – com recursos públicos e endividando milhões de brasileiros; sistema financeiro e cartões de crédito utilizando tabela de juros estratosféricos; presídios amontoando “verdadeiros animais”, a custo maior do que o ensino de crianças; uma campanha eleitoral forrada de reais (e sabe Deus o que mais) sem origem; aposentados assaltados nos valores de seus benefícios e encalacrados de empréstimos consignados; filas nos hospitais, falta de medicamentos e a crescente ambulanciaterapia; servidores públicos em greves: nos bancos e nos correios as greves anuais; a Petrobrás alvo do maior, mais escabroso e vergonhoso assalto ao seu/nosso patrimônio e quantas coisinhas mais. E por aqui paro. Precisaria de muito tempo e espaço para listar tudinho que já sabemos, assistimos e estamos a rever.

    Agora, esta semana nos programas eleitorais, a presidente Dillma declara-se comprometida e promete um combate mortal à corrupção.

    Após 12 anos, nos quais seu partido, seu criador e ela própria se “esforçaram” em incrementá-la, por meios e formas das mais sórdidas que jamais vimos, temos de assistir e ouvir isto! Uma parcela da sociedade, formada de incautos e abestalhados, bate palmas e acredita!

    E ali ao lado, como que por passe de mágica, a Comissão Nacional da Verdade está examinando processos de 40 anos passados. É preciso condenar o passado ou o que dele sobrou.

    E com tudo o que está sendo vivido, sendo visto e engolindo, me ponho a pensar.

    Talvez, daqui 20, 30 ou 40 anos, familiares daqueles que injustamente são acusados pela CNV hoje, pedirão a criação da Comissão Nacional da Super Verdade. E nós (ou nossos descendentes) pagaremos/pagarão mais uma conta!

    Brasil, meu país, que terás feito em teu passado para mereceres tamanho desrespeito e indignidade! Contrariamente aquilo que no hino te foi dedicado, hoje, cada vez mais, parece que “teus filhos fugirão a luta e te abandonarão a própria sorte.”

    Nós, do povo, calamos e assistimos repetir-se a mesma história.

    Ontem, assaltado pelos povos que te descobriram. Hoje, assaltado e sangrado pelos descendentes deles e por teus filhos natos.

    Até quando aguentarás, sem que não morra tua alma?

  4. Sabia-se, até então, que isso era a Comissão da MEIA-VERDADE ou, mesmo, dos canalhas da
    MEIA-VERDADE. Pessoas sem compostura, sem qualquer resquício de dignidade, que, na verdade, estão apenas querendo avançar nos cofres – ou nas tetas – da Nação. Ou seja, procuram um meio de roubar ‘legalmente’, como se tal fosse possível.

    Agora pode-se ter certeza que é a comissão dos CANALHAS DE VERDADE!

  5. Belo artigo Limongi.
    Como recuperar o estrago feito? Punir um culpado é ato de justiça. Jogar lama em um inocente ou acusar quem nada deve, mais do que injusto é criminoso.
    Que a vítima não queira cobrar nada do Estado, vá lá.
    Mas deveria, no mínimo, exigir a punição dos responsáveis pela “falha humana” cometida.

  6. Correto, o general até pode ser inocente no fato, mas que tu gostas de defender os bandidos, principalmente aqueles do PT, isto tu gostas. E não podes alegar que não seja verdade pois os elogios aos bandidos estão registrados, aqui, na Tribuna.

  7. Senhores, o BRASIL está “empipinado”, Essa Comissão da inverdade, denegri a imagem das “Forças Armadas”, que cometeram os erros das torturas explicitas, mais nesses 26 anos de governo civil, estamos sob erros de tortura da Corrupção desenfreada nos Direitos Básicos da Cidadania: SAÚDE, EDUCAÇÃO,SEGURANÇA,TRANSPORTE NO CAOS, E PARA ISSO SOMOS ESCORCHADOS EM 5 MESES E 20 DIAS DE ENTREGA COMPULSORIAMENTE EM IMPOSTOS, SEM O DEVIDO RETORNO DOS DIREITOS CITADOS, POIS, SÃO ROUBADOS SEM PUNIÇÃO AOS LADRÕES.
    LEIO AS CARTAS DO Sr. LIMONGI NO JORNAL O DIA/RJ, E NORMALMENTE DEFENDE O PT, continuo PT-Sonho, e fico Feliz, de encontrar nesse BLOG, esse seu artigo, por ação dentro desse PT-Sonho, mas continua PT-GOVERNO.
    Os Familiares dos desaparecido, tem o DIREITO DE ENTERRAR SEUS MORTOS, DE SEREM AMPARADOS PELO ESTADO, E OS QUE SOFRERAM PERSEGUIÇÃO, COM A DESTRUIÇÃO DE SEUS BENS, TEREM O RESSARCIMENTO PELO ESTADO, O CASO DO JORNALISTA HELIO FERNANDES, 35 ANOS, NA JUSTIÇA, NÃO LI QUALQUER PRONUNCIAMENTO DESSA COMISSÃO DA INVERDADE, POIS, ESSE BEM, ALIMENTAVA E DAVA DIGNIDADE A DEZENAS DE TRABALHADORES, E TEVE QUE FECHAR AS PORTAS, A FALSA DEMOCRACIA EM QUE VIVEMOS, QUE COMO DIGO: É
    “DEMOCRADURA”, ESSA É A GRANDE VERDADE!.
    A JUSTIÇA DOS HOMENS, É ISSO QUE AÍ ESTÁ, MAS HÁ UMA JUSTIÇA, A CONSCIÊNCIA, CUJO TRIBUNAL ESTÁ EM NÓS, NOS JULGARÁ, ASSIM QUE ADENTRAMOS A PORTA DO TÚMULO, QUE JULGARÁ NOSSOS ATOS, E IREMOS PARA À LUZ, OU AS TREVAS DA DOR, ACREDITEM OU NÃO, MAS É LEI UNIVERSAL.

  8. Bom dia,senhores(as):

    Lembrem-se do livro “Destruicao de reputacao”,essa e a especialidade desses agentes da famigerada comissao da verdade,visando encobrir os mais diferentes crimes de lesa-patria,praticada contra o BRASIL.

    • Sr. José Carlos, se o prezado refere-se ao livro “Assassinato de Reputações”, aproveito a oportunidade para
      perguntar se alguém sabe quando O BARBA e seu sacrista vão processar o delegado Tuma Júnior. O Brasil
      inteiro está aguardando!

      • Aluisio
        Estas de brincadeira! Jamais processará alguém. Seria suicídio total.
        Ele prefere que o povo esqueça.; Amanhã terá mais um escândalo e os dele ficarão no passado.
        Quando a memória é fraca a história é esquecida.
        Ele já era para estar atrás das grades. Talvez por falta de vagas …

  9. O gen. Agenor é uma pessoa muito íntegra honesta e um excelente profissional e ser humano, nunca se meteria em uma situação dessas, acho que o nosso glorioso exército que atualmente anda tão omisso e submisso ao governo deveria emitir um comunicado em defesa de um de seus maiores e melhores soldados. Saião de cima do muro e voltem a ser fortes junto ao nosso país.

  10. Fui aluno do General Agenor no CPOR do Rio de Janeiro na arma de Artilharia. Sou testemunha de sua alta competência e dignidade no exercício da profissão. É um cidadão honesto, incapaz de cometer qualquer ato ilegal que atente contra a democracia. Por sua competência chegou ao cume da carreira, sem dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *