Conselho de Ética deverá abrir processo contra Bolsonaro

Deu em O Tempo

O Conselho de Ética da Câmara da Deputados marcou para a próxima terça-feira uma reunião para instaurar processo por quebra de decoro parlamentar do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). Ele afirmou que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela não merecia.

Na última quarta-feira, PT, PCdoB, PSB e Psol entraram com uma denúncia no Conselho contra o deputado por quebra de decoro parlamentar.

Na reunião marcada para a próxima semana, será definido o relator da representação a partir de uma lista tríplice. Apesar de a legislatura terminar na próxima semana, líderes dos partidos acreditam que será possível manter o processo no órgão de controle no próximo ano.

CONVOCAÇÃO

O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), pretende convocar sessão para a próxima semana para votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015. Ele afirmou que tudo deve ser votado até dia 22, último dia de trabalho antes do recesso constitucional.

Numa crítica ao Planalto, Calheiros disse que o governo talvez “prefira” não ver o Orçamento de 2015 aprovado agora, apenas a LDO, porque assim ele terá mais liberdade para gastar.

13 thoughts on “Conselho de Ética deverá abrir processo contra Bolsonaro

    • Não me conformo. Nós mulheres queremos direitos iguais. Então porque ela chama Bolsonari primeiramente de estuprador e não vai para a Comissão de Ética. Ele apenas respondeu, estava no direito dele. Bolsonaro, fala isso!

  1. Mexeu com Jair Bolsonaro, pode contar com o efeito”” bumerangue Bolsonaro”…
    Foi o que houve, uma ação, gerou reação…

    Os congressistas devem se preocupar com situações reais que estão acontecendo, muito mais alarmantes e preocupantes, como a economia do Brasil como um todo, prestes a acontecer, e tudo indica, irá atingir de forma dramática a vida de milhões de brasileiros.

    A incompetência do Congresso Nacional é evidente, e vai ficar ainda mais arranhada quando o Ministério Público Federal deslanchar os nomes dos agentes públicos envolvidos na operação Lava Jato. Está mais do que na hora dos políticos se preocuparem com assuntos mais sérios.

  2. Se punirem um por “falta de decoro parlamentar”, o que dizer de todos aqueles/aquelas dignos(as) representantes do povaréu brasileiro que cometeram outros “deslises”?
    A própria maria do Rosário, deveria estar numa Comissão de ética , pela ameaça com o “bolsa esmola”! Ela da bolsa e ele do bolso…
    Quanto ao Renan, é um Maluf piorado. Aliás o que tem de deputado/senador que precisaria passar uns dias atrás das grades…
    Não esqueçamos de nenhum e da Maria do Rosário em especial. O que esta senhora atacou, ofendeu, agrediu verbalmente políticos antes de crescer e virar agente do mal!

  3. Coluna DIÁRIO DO PODER – 14.12.2014
    Investigadores da Operação Lava Jato … , em um manuscrito apreendido na sede da empreiteira Queiroz Galvão, … . Na lista, há vários políticos do Rio de Janeiro, como o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), mencionado como “Pé Grande”, e o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).
    Além de Lindbergh Farias, aparecem na lista da Queiroz Galvão os petistas
    M.A.R.I.A D.O R.O.S.Á.R.I.O (RS),
    Jilmar Tato (SP) e Jorge Bittar (RJ).
    ***
    o mais grave é querer passar por vestal.

  4. Senhores,

    Pelo que eu li foi a Maria quem ofendeu o Bolsonaro, chamando-o de estuprador, provavelmente em referência aos estupros praticados na época da ditadura. Ele só revidou da maneira dele. Vejam este texto do JORNAL ZERO HORA:

    “Depois de ouvir um discurso em que deputada e ex-ministra dos Direitos Humanos Maria do Rosário (PT-RS) criticou a ditadura militar na sessão desta terça-feira, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) repetiu que não a estuprava porque ela “não merece”.

    — Há poucos dias você me chamou de estuprador e eu falei que não ia estuprar você porque você não merece. Fica aqui para ouvir, Maria do Rosário — gritou da tribuna.

    Em seguida, Bolsonaro iniciou um discurso contra os direitos humanos:
    — No Brasil, o Dia Internacional dos Direitos Humanos é o Dia Internacional da Vagabundagem. Os direitos humanos no Brasil só defendem bandidos, estupradores, marginais e até corruptos — afirmou o progressista.

    Bolsonaro usou mesmas ofensas em 2003
    Não é a primeira vez que Bolsonaro diz que não estupraria Maria do Rosário porque ela “não merece”. Ele usou as mesmas ofensas durante uma discussão com a deputada em 2003.
    O bate-boca, que ocorreu no Congresso Nacional, durante uma entrevista que Bolsonaro dava a um canal de televisão, iniciou por causa da maioridade penal. O progressista defendeu que adolescentes com mais de 16 anos devem ser penalmente imputáveis, mas Maria do Rosário reagiu de forma contrária.

    Na sequência, Bolsonaro afirmou que ela o chamava de estuprador, e a deputada respondeu que ele “promovia o estupro”. Com isso, ele rebateu que não a estupraria porque ela não merecia.”

    Pessoalmente, o MENOR DANO que os nossos parlamentares causam ao Brasil é aquele praticado com a LÍNGUA.

    -É melhor falar o que pensa do que roubar o que pode…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *