Conselho de Ética instaura processo contra Bolsonaro

Conselho de Ética da Câmara dos Deputados instaura processo contra o deputado Jair Bolsonaro. Ao lado do deputado, o presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (Wilson Dias/Agência Brasil)

Izar, presidente do Conselho, ouve a defesa prévia de Bolsonaro

Carolina Gonçalves
Agência Brasil 

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados instaurou hoje (16) processo de cassação de Jair Bolsonaro (PP-RJ). O presidente do colegiado, Ricardo Izar (PSD-SP), informou que até amanhã definirá o relator do caso. O escolhido será sorteado entre os deputados Ronaldo Benedet (PMDB-SC), Marcos Rogério (PDT-RO) e Rosane Ferreira (PV-PR).

A representação foi apresentada quarta-feira (10) passada pelo PT, PCdoB, PSB e PSOL, que acusaram Bolsonaro de quebrar o decoro ao ofender a deputada Maria do Rosário (PT-RS). Em pronunciamento no plenário da Câmara, o deputado disse que não estupraria Maria do Rosário “porque ela não merece”. A agressão ocorreu após a deputada comentar o relatório final da Comissão Nacional da Verdade.

Em breve defesa prévia, Bolsonaro afirmou que também ficou ofendido com as “acusações” contra os militares. “Sou capitão do Exército”, justificou. Segundo ele, não houve um fato novo no episódio da última semana. Ele afirmou que, após ouvir as “ofensas” da deputada gaúcha, apenas lembrou, na tribuna, de um fato ocorrido em 2003, quando, ao conceder entrevista para defender seu ponto de vista sobre a redução da maioridade penal, Maria do Rosário o acusou de estuprador.

“Apesar de o homem ser mais insensível a provocações, ela me chamou de estuprador. Mostrei as fitas. Ela estava defendendo o Champinha, que havia estuprado e assassinado uma menina de 16 anos em São Paulo. Não tenho culpa se ela não gostou dos argumentos que usei com a Rede TV. Ela interferiu numa entrevista e acabou se vitimizando”, lembrou.

NÃO É UM CONVENTO

Bolsonaro disse que não se arrepende, mas que “faria diferente muitas coisas. Muitas vezes, começamos a namorar uma pessoa e depois nos arrependemos .É natural”. Ao se defender, ele reconheceu que a Câmara merece respeito, mas alfinetou: “Isto aqui também está longe de ser um convento”.

Ele evitou fazer previsões sobre o parecer do Conselho de Ética, mas se mostrou otimista quanto à decisão no Supremo Tribunal Federal (STF), que, nesta semana, recebeu denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) por incitação ao crime de estupro.

“O Artigo 53 da Constituição diz que os parlamentares são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer palavras, opinião e voz. A PGR não julga, denuncia. Essas imagens, caso o ministro Fux, do STF, leve adiante, tenho quase certeza de que ele optará pelo arquivamento”, afirmou.

APOIO E PROTESTOS

Na sala do conselho, o deputado recebeu apoio de algumas pessoas que acompanhavam a instauração do processo. Entretanto, do lado de fora do Congresso, um grupo protestava contra a conduta dele. Na carta encaminhada ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), os manifestantes se declaram representantes da sociedade civil e de movimentos sociais e pedem a punição de Jair Bolsonaro.

“Não é admissível que um representante político assuma, mais de uma vez, postura criminosa diante dos demais parlamentares, do país e continue sem qualquer punição. Não é admissível que a imunidade sirva à impunidade. Há anos, o Brasil e o mundo assistem a seus discursos preconceituosos, que, claramente, incitam o ódio e a violência contra as mulheres e, de maneira semelhante, contra grupos sociais historicamente marginalizados”, destacaram os manifestantes.

Jair Bolsonaro foi reeleito em outubro deste ano para o sétimo mandato no Congresso Nacional. Com 464.418 votos, foi o deputado federal mais votado no Rio de Janeiro.

 

23 thoughts on “Conselho de Ética instaura processo contra Bolsonaro

  1. Bolsonaro é um oficial militar, poderia atuar em prol de nossas armas, defender os soldados, ser a voz dos militares no parlamento, propor ao governo opções de defesa do nosso território, modernização e profissionalismo da carreira militar. Anos e anos que Bolsonaro é deputado federal , desconheço qualquer proposta positiva para o país vinda deste senhor. Até parece que o Bolsonaro odeia o Brasil, só pode ser, seu mandato é para insultar, agredir, ridicularizar o parlamento com seu comportamento indecoroso. Bolsonaro é um histriônico, um homem de atitudes grosseiras, estúpidas, sem educação, um parlamentar inédito no mundo civilizado, seus eleitores não esperam realização alguma dele , esperam apenas que ele seja um boçalnaro.
    PS: Bolsonaro ridiculariza o parlamento, mas seus filhos seguiram a carreira política pela facilidade que é se eleger deputado para bater boca, xingar, ofender e no final do mês um nota preta na conta, sem mérito algum. São quase 500 mil votos que querem barraco no parlamento, sem realização alguma. Os eleitores do rouba mas faz, de repente são mais lógicos que os eleitores do Bolsonaro. Ou será que os eleitores do Bolsonaro são privilegiados que não precisam de ações de governo no seus cotidianos ?

    • Renato, acho que voce esta equivocado, partiu do Bolsonaro um dos projetos de redução da menoridade penal, desejo da maioria da população do Brasil, mas não aceita pelos orgãos de direitos humanos, Bolsonaro defende abertamente a prisão de menor estuprador, maria do rosario não.

      num pais serio a maria do rosario que estaria respondendo criminalmente por acusar alguem de ser um criminoso e não o criminoso que fala que não cometeria aquele crime com ela.

      segundo voce o PT pode tudo inclusive acursar alguem de criminoso e ficar ofendido com a resposta?????

  2. Caro Renato.

    -Realmente ele é tudo isso.

    -O problema é que os outros parlamentares são piores do que ele!!! MUITO PIORES, com raríssimas exceções.

    Quem dera que o mal que nos nossos deputados e senadores causassem ao Brasil fosse por terem comportamento “histriônico, um homem de atitudes grosseiras, estúpidas, sem educação, um parlamentar inédito no mundo civilizado…” decorrentes de “odiar o Brasil, insultar, agredir, ridicularizar o parlamento com seu comportamento indecoroso”…

    O que OFENDE o país e o mantém na MISÉRIA não é praticado com a LÍNGUA dos parlamentares falastrões, mas com as MÃOS dos parlamentares ladrões.

    Abraços.

  3. Bolsonaro dise que ela NÃO merece ser estuprada. Imagino que seria condenável se ele houvesse afirmado o contrário, ou seja, que ela MERECERIA se estuprada. Não é simples assim ? Porque todo este barulho ?

  4. Com toda a ruindade, o Bolsonaro ainda é menos pior do que os deputados envolvidos na reeleição, no mensalão, no banestado, na anaconda, no orçamento, na Petrobrás, …etc,etc.

  5. Senhores,

    Ao meu ver, A DEPUTADA MARIA DO ROSÁRIO É PIOR DO QUE O MARCOLA, pois o PCC não defende ESTUPRADOR, nem admite estuprador nas suas fileiras. Se o Champinha tivesse caído no sistema paulista teria sido sumariamente executado, da mesma forma que FORAM EXECUTADOS OS QUATRO ASSASSINOS DO MENINO BOLIVIANO, sem choro nem vela!

    Pois é!
    Nesta colônia, até mesmo bandido tem mais princípios morais do que os políticos brasileiros.
    Até mesmo bandido tem melhor SENSO DE JUSTIÇA do que os nossos doutores.

  6. e um detalhe importante:

    Bolsonaro não teve um único voto vinculado ao ‘bolsa-safadeza/PuTifaria/malandragem/sem-vergonhice’, e essa mulher teve algum que não tenha sido dessa origem?

  7. Perguntar não ofende : O que Bolsonaro já fez pelos militares que durante décadas o elegem e a quem ele deve os seus mandatos passados ? ( o próximo ele deve a participação nos programas da Luciana Gimenez )

  8. Também acho ele “UMA BESTA MEDIEVAL’. Mas ainda prefiro o Congresso Nacional cheio de BESTAS do que de LADRÕES e coronéis do Norte e Nordeste. E veja que não estamos falando do MELHOR, mas do MENOS PIOR…

  9. Maria do Rosário é prepotente,maniqueísta, truculenta e desaforada (com as palavras), e só faz trabalhos para as minorias. Aqui no sul, quando pergunta-se em pessoas que votam nela, por que votam, não sabem explicar. Infelizmente isto ocorre com quase todos os eleitos.
    Bolssonaro pisou na bola. Poderia ter sido duro, rude até grosseiro, mas faltou-lhe qualidade para o embate. É fácil combater-se um PT desde que tenhas argumentos. E hoje, não faltam argumentos.
    No entanto, mesmo caminho deveria Bolssonaro/seu partido e os demais da oposição agirem contra ela.
    Se apertá-la na questão dos “votos ameaçados pela perda do bolsa família/esmola”, também irá para a comissão e já deveria estar no TSE.
    Mesmo concordando que tem gente pior que os dois, acho que muitos deveriam ser questionados em comissões e no TSE.
    Mas poderá a câmara ficar sem comissão de ética.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *