Contas do governo têm pior resultado em 18 anos

Deu na Agência Brasil

A queda da arrecadação provocada pela desaceleração da economia teve impacto nas contas públicas no primeiro semestre. De janeiro a junho, o governo federal – Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – acumula déficit primário de R$ 1,598 bilhão. Em valores reais (corrigidos pela inflação oficial), o resultado é o pior da história para os seis primeiros meses do ano desde a criação da série histórica, em 1997. Foi o pior desempenho para junho.

O déficit primário representa o resultado negativo das contas públicas antes do pagamento dos juros da dívida pública. Em junho, o governo federal registrou déficit de R$ 8,206 bilhões, também o pior resultado para o mês em valores reais. O déficit no mês passado anulou o superávit primário de R$ 6,626 bilhões acumulado de janeiro a maio.

QUEDA NA ARRECADAÇÃO

Segundo o Tesouro Nacional, a queda na arrecadação está sendo a principal causa para o desempenho negativo das contas públicas em 2015. De janeiro a junho, as receitas líquidas caíram 3,3% descontando a inflação. As despesas totais, no entanto, ficaram estáveis, subindo 0,5%.

A estabilidade das despesas está sendo puxada pelos investimentos, que somaram R$ 27,797 bilhões nos seis primeiros meses do ano, queda real (descontada a inflação) de 36,2% em relação a 2014. Desse total, os gastos com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) somaram R$ 19,958 bilhões, com uma redução real de 36%. Outra despesa que apresentou diminuição ao considerar a inflação foi o funcionalismo, com queda real de 1,3%.

No entanto, outros tipos de gastos estão subindo em 2015, como o custeio (manutenção da máquina pública), com alta real de 7,3% em 2015 e subsídios e subvenções, com alta real de 108,9% impulsionada pelos financiamentos do Programa de Sustentação do Investimento, concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

PREVIDÊNCIA

As despesas da Previdência Social acumulam alta de 3,8% acima do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) em 2015. Segundo o Tesouro, o crescimento real deve-se ao reajuste médio de 8,1% no valor dos benefícios e ao aumento de 3,1% no número de benefícios pagos.

As dificuldades em cortar gastos e em aumentar as receitas fizeram a equipe econômica reduzir para R$ 8,7 bilhões, 0,15% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma das riquezas produzidas no país), a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida pública) para 2015. Desse total, 0,10% – R$ 5,8 bilhões – correspondem ao governo federal.

7 thoughts on “Contas do governo têm pior resultado em 18 anos

  1. Eu não sei o que o imbecil do Levy está fazendo ainda no cargo de Ministro da Fazenda. O cara está completamente rifado, vendido.

    Colocaram o tal do Barbosa para lhe servir de encalço e quebrar-lhe as pernas, fazendo assim o jogo do governo em continuar com o descontrole do gasto público mantendo o excesso de despesas sobre a arrecadação e sobre os recursos oriundos da emissão de títulos do governo.

    O artigo do Sr. Canzian (magistral) mostra exatamente o que está ocorrendo com a atividade econômica do país, caímos e continuaremos estagnados por conta da irracionalidade e da irresponsabilidade dessa mulher demente, inconsequente.

    Um absurdo!

  2. A maldita manterá os seus 39 ministérios e continuará a aliciar a maior base aliada possível para se manter no poder.

    É inacreditável o que estão fazendo com o país – um mero instrumento de manutenção de poder com o fim último de executar a estratégia do Foro de São Paulo para o Brasil e os países latino-americanos.

    Nós alertamos muito sobre isso antes das eleições. Muito!

  3. OS OUTROS CÁLCULOS
    (Miriam Leitão – O Globo 30.07.15) Jornal O Globo do dia 30 de julho.
    “A arrogância é a mãe da ignorância” (um sábio nordestino)
    A Operação Lava-Jato afetou o PIB? Talvez. Mas, antes de fazer uma afirmação numérica tão exata, a presidente Dilma Rousseff poderia calcular com a mesma métrica os eventos que precederam o Lava-Jato.
    Qual foi o custo para o PIB dos desvios da Petrobras?
    Qual foi o tamanho do peso para o contribuinte do sobrepreço nas obras e das propinas das empresas aos políticos e aos partidos da base (do governo)?
    Há muitas contas a fazer, Quanto custou a política de campeões nacionais do BNDES?
    Quanto foi retirado dos cofres públicos com os programas de subsídios a setores empresariais?
    Quanto custou a “nova matriz macroeconômica” implantada em seu primeiro governo?
    Qual foi o custo exato da política energética imposta pela MP579? (Nem ela sabe!)
    Quanto a Petrobras teve de prejuízo com a intervenção no sistema de preços para subsidiar o combustível fóssil?
    A presidente Dilma deveria parar e fazer estas contas porque isso a ajudaria a não repetir alguns dos muitos erros que cometeu no primeiro mandato e que estão na raiz do encolhimento do PIB este ano.
    Por causa da tal “Nova Matriz”, o país está em recessão, com taxa de inflação chegando perto de dois dígitos, e com dez pontos percentuais do PIB a mais da dívida interna. ( … )
    A presidente, que se dizia com “mestrado” em Economia e que, apesar disso, faliu uma lojinha de produtos chineses de 1,99, foi Chefe da Casa Civil, Ministra das Minas e Energia, presidente do Conselho de Administração da Petrobras e apesar desses títulos comprou uma refinaria em estado de sucata, não viu a roubalheira na empresa e deixou que o seu mentor Lulla determinasse investimentos desastrosos em projetos de refinarias que estão muito acima do preço previsto ou jã estão cancelados mesmo com prejuízo.
    Para comemorar o lançamento da Dilma como candidata o Lula mandou o “tesouro” pagar US$ 25 milhões para preparar um navio plataforma para a festa da sua pupila! Assim que o dinheiro do povo era jogado “para o alto”! Agora, a ” presidenta ” está apavorada com o resultado da sua incompetência e … descaso!!!

    • Vergonhoso tudo que estamos assistindo…..Um grande e majestoso País nas mãos de um incompetente e desastrada. Se ela estudou Economia deve ter esquecido tudo que aprendeu ou então tirou notas muito sofríveis e passou a base de muita cola. Esta senhora tem que ser expurgada o quanto antes do Poder Central do Brasil. Ninguém aguenta mais ela e sua turma do seu partido e seus ministros. FORA.

  4. Nada como sentar em cima do próprio rabo e, desandar a criticar o rabo dos outros. Com fhc o Brasil quebrou duas vezes, os senhores já esqueceram?

    • Acho que daqui há 20 anos, o PT ainda vai estar falando dele… Votei em Lulla 2 vezes, pois era clara a corrupção nos tempos de FHC, mas”nuncaantesnessepaís” se roubou tanto, desde que o PT assumiu o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *